26

nov 14

As famílias, sejam ou não hétero-nucleares, são os alvos dos ataques promovidos por autodenominados "defensores da família".

As famílias, sejam ou não hétero-nucleares, são os fuzilados alvos dos ataques destruidores promovidos por autodenominados “defensores da família”.

Os conservadores ditos “defensores da família” vivem dizendo que estão “protegendo a família brasileira”. E com o suposto intuito de fazer valer essa dita “proteção”, militam contra os direitos de inúmeras pessoas, especialmente homossexuais, mulheres e formações familiares que diferem do padrão hétero-nuclear – “pai + mãe + filho(a)(s)”. Não percebem que estão sendo assim, na verdade, os maiores destruidores de famílias da sociedade brasileira. Leia mais »

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
24

nov 14

"Respeitemos a vida", menos quando se tratar da vida de uma mulher, de uma criança já nascida, de um indivíduo morto pela violência policial, de uma pessoa especialmente vulnerável a crimes de ódio etc.

“Respeitemos a vida”, menos quando se tratar da vida de uma mulher, de uma criança já nascida, de um indivíduo morto pela violência policial, de uma pessoa especialmente vulnerável a crimes de ódio etc.

Uma das mais conhecidas supostas bandeiras do “movimento” conservador e reacionário brasileiro é a “defesa da vida”, traduzida como oposição incondicional ao direito da mulher à escolha entre o aborto e a continuação da gravidez. Com o pretexto de “defender vidas de crianças (sic)”, impedem o avanço da legalização dos abortos e até tentam revogar os poucos casos em que eles já são autorizados pela lei. Mas é fácil perceber que essa dita convicção “pró-vida” nada traz além de morte e sofrimento a seres já nascidos, desprezo às crianças que nascem depois de terem sido “salvas” da possibilidade do aborto, dedicação zero a tantas outras vidas sencientes, humanas ou não, e, sobretudo, misoginia.
Leia mais »

2 Comentários

-

Leia mais aqui
22

nov 14

Imagem de página facebookiana de um projeto de partido conservador. O conservadorismo brasileiro dá atenção de menos para os valores humanistas da tradição brasileira, e demais para resgatar e exaltar o lado autoritário, violento e excludente da mesma

Imagem de página facebookiana de um projeto de partido conservador brasileiro. O conservadorismo tem dado atenção de menos para os valores humanistas da tradição brasileira, e demais para resgatar e exaltar o lado autoritário, violento e excludente da mesma

Muitos conservadores e reacionários brasileiros dizem promover a defesa da tradição no Brasil. Segundo eles, há valores, crenças, normas e costumes que não deveriam sucumbir à mudança dos tempos. Mas quando vemos o que se tem noticiado sobre discursos e medidas de políticos, pastores, militares e outros defensores mais notórios do conservadorismo, nos perguntamos que tradição é essa. Que valores, crenças, normas e costumes está-se realmente tentando conservar? Leia mais »

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
20

nov 14

aecio-neves-anticorrupcionismo-seletivo

Os conservadores e reacionários costumam declarar-se “revoltados” com a corrupção no Brasil. A cada escândalo descoberto envolvendo gente do PT, exigem a remoção do partido do poder. Mas essa “revolta”, se se perceber bem, é seletiva, permeada de interesses e revela que não há nenhum compromisso genuíno da direita revoltosa com a moralização da política no país. Pelo contrário, é possível dizer inclusive que os reacionários “indignados” são eles próprios cúmplices da corrupção. Leia mais »

Nenhum Comentário

-

Leia mais aqui
20

nov 14

negacao-discussao-racismo-oabse

Atualização (20/11/14, 16h53): A imagem foi apagada, e uma retratação foi postada.

Pouco depois da meia-noite de hoje, a página da OAB/SE (Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Sergipe) no Facebook fez uma “homenagem” indigesta e vexaminosa ao Dia da Consciência Negra. Postou uma mensagem em formato de imagem que manifesta a intenção de não falar sobre racismo hoje, como maneira de “viver um mundo sem racismo”. Leia mais »

2 Comentários

-

Leia mais aqui
18

nov 14

Dizem-se "defensores da democracia" e "inimigos da ditadura comunista (sic)". Mas são os primeiros a clamar por autoritarismo contra a esquerda e as categorias sociopolíticas historicamente oprimidas.

Dizem-se “defensores da democracia” e “inimigos da ditadura comunista (sic)”. Mas são os primeiros a clamar por autoritarismo contra a esquerda e as categorias sociopolíticas historicamente oprimidas.

Uma das muitas hipocrisias e contradições da militância conservadora brasileira é o contraste entre seus discursos de “defesa da liberdade e da democracia” e oposição ao que chamam de “ditaduras comunistas” – e também à “ditadura gay e feminista” – e suas práticas e princípios autoritários. Os aderentes desse “ativismo” de direita se dizem “apaixonados pela liberdade”, mas são os primeiros a atentarem contra ela. Leia mais »

2 Comentários

-

Leia mais aqui
16

nov 14

liberdade-democracia-golpe

Uma palavra muito repetida e, ao mesmo tempo, muito maltratada no reacionarismo brasileiro é liberdade. Muita gente na direita brasileira vive falando, por exemplo, de liberdade de expressão, de liberdade econômica, de proteger suas liberdades de serem eliminadas por uma ditadura “comunista”, da Marcha da Família com Deus pela Liberdade de 1964 e o remake fracassado de 2014, entre outras alusões a um dos mais nobres desejos e direitos humanos. Mas essa “liberdade” defendida pela ideologia reacionária tem um conceito bizarro, que no final das contas orienta para a supressão das liberdades alheias e a reconversão delas em privilégios. Leia mais »

12 Comentários

-

Leia mais aqui
14

nov 14

Continuo sendo ateu, mas isso não me impede de mostrar o cristianismo que muitos "cristãos" estão esnobando

Continuo sendo ateu, mas isso não me impede de mostrar o cristianismo que muitos “cristãos” estão esnobando

A religiosidade cristã é uma das características mais marcantes autoatribuídas pela maioria dos conservadores reacionários brasileiros. Muitos deles extraem de suas igrejas e das interpretações da Bíblia intermediadas por elas valores e crenças favorecedores de um status quo hierarquista e naturalizador das violências humanas. Mas uma leitura humanista da Bíblia mostra que a convicção cristã deles não é fiel aos ensinamentos de Jesus Cristo e arranca do contexto histórico a violência e as intolerâncias do Antigo Testamento. Leia mais »

2 Comentários

-

Leia mais aqui
13

nov 14

O conto de Dr. Jekyll parece estar inspirando a convicção moral de muitos graduandos e graduados em Medicina. Agem como "médicos monstros" ao declararem seus ódios sociais e políticos

O conto de Dr. Jekyll parece estar inspirando a convicção moral de muitos graduandos e graduados em Medicina. Agem como “médicos monstros” ao declararem seus ódios sociais e políticos

As notícias que têm pipocado desde o lançamento do programa governamental federal Mais Médicos apontam para o crescimento da notoriedade de uma parcela nada ética da classe médica brasileira. Sabe-se cada vez mais que as faculdades de Medicina estão formando muitos profissionais completamente descomprometidos com os Direitos Humanos, a situação geral da saúde no Brasil, os demais problemas da sociedade e o respeito aos seus pacientes. Leia mais »

1 Comentário

-

Leia mais aqui
10

nov 14

escolhi-esperar-incita-odio

O movimento-página evangélico “Eu Escolhi Esperar” tem investido em propagar ódio e preconceito contra ateus nas redes sociais. Em 7 de outubro, no Twitter, chamou quem não acredita em Deus de “mais vil do que um demônio”. E ontem afirmou “como é vazia uma vida sem Deus”. Leia mais »

7 Comentários

-

Leia mais aqui