05

mar10

A Cidade das Aflições onívoras contra a Segunda Sem Carne

Como explicado em outras épocas, a Cidade das Aflições é o capítulo do livro O Mundo Assombrado pelos Demônios, de Carl Sagan, em que ele põe uma lista de comentários das pessoas que se recusavam a entender um trabalho dele de ceticismo antiufológico publicado poucos anos antes do lançamento do livro — e republicado em quase metade deste.

Vemos Cidades das Aflições em vários temas diferentes, onde as pessoas se manifestam, por exemplo, contra a homossexualidade (dando ataques de homofobia ou argumentos falaciosos contra a homossexualidade) e contra medidas econômicas contra a destruição da Amazônia.

Agora a mais nova Cidade milita contra uma proposta de trazer a ascendente campanha mundial de promoção da Segunda Sem Carne para Porto Alegre, divulgada na notícia abaixo:

Vereador propõe criação da “Segunda sem Carne”

O vereador Beto Moesch (PP) protocolou projeto de lei para instituir em Porto Alegre a “Segunda sem Carne”. Pela proposta, residências, restaurantes e demais estabelecimentos que comercializam gêneros alimentícios serão convidados a optar por refeições vegetarianas todas as segundas-feiras.

“O objetivo é promover mais reflexão e conscientização sobre o consumo excessivo de carne. A dieta vegetariana é ecológica, saudável, ética e compassiva. Precisamos disseminá-la o máximo possível entre a população”, defende o parlamentar.

A iniciativa conta com o apoio da Sociedade Vegetariana Brasileira, idealizadora da campanha nacional “Segunda sem Carne”, já adotada pelo governo de metrópoles como São Paulo.

A medida também procura promover o veganismo, filosofia de vida baseada nos direitos animais, cujos adeptos procuram não consumir produtos nem participar de atividades em que há exploração ou uso de bichos, excluindo os alimentos de origem animal.

A expansão da pecuária é uma das principais causas do desmatamento. Além disso, de acordo com pesquisa da Organização das Nações Unidas, cerca de 18% da emissão dos gases causadores do aquecimento global são gerados pela produção de carnes em larga escala.

Com vocês, mais um espetáculo de revolta reacionária, por pessoas que preferem um mundo pior a mudar suas crenças e hábitos. A fonte dos comentários é a mesma da notícia acima. (Aviso: houve comentários favoráveis à Segunda Sem Carne os quais, por motivo óbvio, não pus na lista abaixo.)

a carne faz parte da alimentação básica e, por favor, esse é modismo ridículo… esse grupo de pessoas sem nenhum fundamento não muda nada. A pecuária é responsável por desmatamento, não pelo consumo de carne, mas por causa da falta de autoridade do governo que, diga-se de passagem, fecha os olhos para a atividade dos latifundiários (boa parte políticos). Ao invés de atacar os rebanhos bovinos, por que a mídia não pára de incentivar a venda de carros (já que a indústria automobilística é a grande detentora dos comerciais)? E o governo, por que vive estimulando a compra de carros (a partir de financiamentos e baixa de impostos)? Quem quer ser vegetariano, que seja… mas não tente argumentar o que não possui argumentos. A carne é fonte de proteínas, e a maioria dos brasileiros (porção pobre da população) não teria dinheiro para comprar os suplementos com proteínas que os vegetarianos precisam tomar para não ficarem anêmicos. Durante o período dos hominídeos primitivos, o consumo de carne é que foi responsável pelo desenvolvimento excessivo do nosso cérebro. Mas me parece que os vegetarianos são o início do caminho às cavernas, novamente (hahahaha).
Por favor, POLÍTICOS que nos representam, gastem seu tempo tentando resolver os problemas mais prementes da população, parem de tomar medidas midiáticas e modistas.

Seriedade, é isso que falta na política!

***********************************************************************

Ao invés de demonizar a carne bovina, creio que seria mais produtivo investir contra o consumo exagerado de refrigerantes, bem como açúcar e farinhas refinadas, causadores de problemas de saúde bastante graves, como a diabetes, ou “delícias” artificiais e cheias de colesterol (pacotes de caldo de carne, biscoitos recheados, salgadinhos industrializados, etc.) Ou, então, lutar pelo banimento definitivo de toda e qualquer propaganda de bebida alcoólica.

Será que falta coragem para afrontar os grandes capitalistas do ramo da alimentação?

Ao invés de pensarmos nos direitos dos animais, seria mais adequado pensarmos no direito das pessoas a uma alimentação saudável e responsável!

***********************************************************************

O nobre Vereador deveria ocupar seu tempo com projetos realmente importantes para a Cidade. A Saúde Pública, as ruas esboracadas, falta de empregos, escolas, merecem mais a atenção dos Vereadores.

***********************************************************************

Proponho ser criada a lei que não se tenha mais vereador na metade do ano, recebendo eles no fim somente por 3 meses. Uma economia de gases prejudiciais a inteligencia.

***********************************************************************

Que bobagem… e informações como “A expansão da pecuária é uma das principais causas do desmatamento” ou “de acordo com pesquisa da ONU, cerca de 18% da emissão dos gases causadores do aquecimento global são gerados pela produção de carnes em larga escala.” são informações provenientes de sites pró-veganismo altamente tendenciosos.

***********************************************************************

O ser humano, salvo situações de miséria e privações, tem o direito de escolher aquilo que come. O consumo de carne tem muitos benefícios a saúde sim, sendo fonte de vitaminas essenciais e proteínas. Não encontramos medidas do tipo “segunda sem automóvel”, ou “segunda sem corrupto”, “segunda sem o jeitinho brasileiro de ser” ou “segunda sem cigarros”, enfim, uma série de coisas realemente importantes que deveriam ser banidas de nossas vidas. Portanto, espero que o bom senso dos donos de restaurantes prevaleça sobre a ameaça dessa ditadura alimentar, cada um que coma o que quiser, sou a favor dos direitos dos animais, aqueles que se contrapõe aos maus tratos e não à produção de alimentos, que se desenvolvam outras medidas de justiça entre os seres humanos antes de ditar o cardápio dos restaurantes, o consumo de carne é anti-ético? e as outras mesquinharias do dia-a-dia?

***********************************************************************

Isso é uma grande demagogia. Garanto que os vegetarianos são contra o consumo de carne, mas não são contra a indústria do tabaco por exemplo… sem contar o uso de substância ilícitas.
Mas claro que para fazer um personagem bem feito é preciso uma pseudo-filosofia de vida. Hoje em dia é moda ser vegetariano, escutar MPB e ser “retrô”. Certamente na Malhação tá cheia de vegetarianos…

***********************************************************************

Que proposta idiota. Esse vereador não tem mais com o que se preocupar?
Acredito que esse vereador não sabe que grande parte da economia gaucha é voltada a produção de carne…
Na serra gaúcha ocorre o efeito contrario ao desmatamento. Quando criança praticamente não de via matas, todo pedaço de terra era utilizado para a agricultura, hoje temos só mato. As pessoas estão desistindo da agropecuária e optando por viver nas cidades…
Vamos criar um pouco mais de exodo rural???

***********************************************************************

bom, para inicio de conversa, acho esse projeto ridículo, pois tenho certeza que a maior causa do desmatamento não é o consumo de carne, mas sim o descaso dos políticos, que nao fiscalizam as terras, que podem ou não ser desmatadas. Além do mais, meus caros, essa medida totalmente modista, não ira alterar o desmatamento, pois o descaso dos politicos continuará o mesmo, e sinceramente torço para que uma medida absurda como essa não seja aprovada, mas como vivemos no Brasil onde os políticos não tem seriedade nenhuma, não duvido que seja aprovada.

Caso haja a aprovação, procurarei um restaurante que não opte por um cardápio vegetariano.

Só para salientar, não tenho nada contra os vegetarianos, mas os restaurantes tem buffet de saladas, se não quiserem comer carne, simplesmente não comam.

***********************************************************************

Isso, quem sabe comendo plantinhas a gente acabe com a fome no mundo… esse papo de que o Agronegócio é o grande vilão do planeta é um absurdo! Não fosse o agronegócio, o Brasil não seria o grande player global que é hoje. A balança comercial brasileira terminou 2009 no azul EXCLUSIVAMENTE por causa do agronegócio, e isso obviamente inclui a pecuária.

Isso significa que é esse o setor que mais contribui para que a sociedade brasileira tenha uma vida melhor, com comida, habitação, emprego, etc, etc.

No meu mundo não há espaço para ideologias que cegam a realidade. O Aquecimento Global hoje é praticamente uma ceita…

Eu votaria num projeto para criar as Segundas-feiras Sem Idéias Tolas…

***********************************************************************

Ops….quis dizer SEITA…

***********************************************************************

Proponho aos políticos que criem a “SEMANA SEM CORRUPÇÃO NA POLÍTICA”. Uma semana inteira. Será que conseguem?

***********************************************************************

Regulamentar dias pra comer, isso nem os nazista faziam. A MEDIDA É OPRESSORA, INCONSTITUCIONAL E UMA COMPLETA IDIOTICE, ALÉM DE PROPRICIAR DOENÇAS POR ENFREQUECIMENTO DO SISTEMA IMUNOLÓGICO……. SE TU NÃO AGUENTA COMER COSTELA É PQ TU TEM ALGUM PROBLEMA, FALTA DE LAÇO NA MAIRIA DAS VEZES.

PROBLEMA AMBIENTAL SE RESOLVE COM TREM NO LUGAR DE CAMINHAO,, TRANSPORTE PUBLICO NO LUGAR DE CARRO.

FILHO DUMA PUTA… VAI ENFIA A CENOURA NO CU SEU BOSTA!

***********************************************************************

Que tal 6 meses sem politicos ( e eles sem salário). Por que estes fantoches dos interesses internacionais não vão fazer outra coisa. Que tal comer pasto. Burros gostam de pasto. Tudo oque o Brasil produz faz mal ao mundo. Por que os outros paises não deixam de plantar e deixam as florestas cresçer?

***********************************************************************

Uma matéria tão curta com tantos erros! O CO² não é responsável pelo aquecimento global. INclusive, atualmente, a terra está em fase de resfriamento, e isso é devido ao sol, e nada poderemos fazer. A nova religião mundial global é o ambientalismo extremista, e quem não está alinhado com essa ideologia é demonizado. Não aguento mais tanta hipocrisia. Cada um é livre para comer o que quiser. LIBERDADE é fundamental. Só assim se constrói uma grande nação.

***********************************************************************

Vou te contar uma coisa. Esses políticos não tem nada o que fazer. Propor uma iniciativa dessas no Rio Grande do Sul…Vou anotar o nome desse vereador e verificar quais os projetos que ele já apresentou e aprovou no seu mandato.

***********************************************************************

não me parece preocupação… não há seriedade em uma proposta como essa. Me parece mais uma jogada “marketeira”, para receber apoio de uma seita de pessoas que tentam criar, de uma opinião pessoal, um axioma. Que as pessoas tenham suas crenças e seus gostos, tudo certo! Mas que tentem convencer os outros, disso… acho absurdo. Quem quer comer carne, que coma! Quem não quer, não coma!

Por que proibir?

Como já expus, no comentário acima, os problemas de aquecimento global, exigem outras soluções mais prementes. Por que criar uma lei? Existem restaurantes vegetarianos e churrascarias, qual a explicação para expandir a todos essa medida.

Acabem com o consumo de carne, mas o problema da emissão dos gases estufa continuará. O problema é discernir quem se preocupa de fato e tenta encontrar soluções inteligentes, e quem apenas aproveita o problema para inserir ideias oportunistas: Greenpeaces, vegetarianos oportunistas, vendedores de condomínios ecológicos, “bancos ecológicos” que poupam seu dinheiro e investem em natureza.

Além de políticos sérios, precisamos de eleitores sérios. Atualmente, todos são vegetarianos, todos fazem ioga, todos gostam de física quântica, todos tem consciência ambiental. Isso são as saídas para a classe média curar seu vazio existencial.

***********************************************************************

Não adianta mesmo. Com tanta gente “MORRENDO DE FOME”, vem esse vereador gastar o “NOSSO” dinheiro com um projeto desses.
É não ter o que fazer…. Acho que no “MUNDINHO” dele, não deve existir miséria, violência contra a mulher, contra as crianças, idosos, etc.
Sugiro um projeto no qual os vereadores que “INVENTAREM” projetos imbecis como esse, tenham o seu salário doado para entidades assistênciais…
E por falar em ofensas ( post do sr. Antônio), ofença é a roubalheira que vemos “TODOS OS DIAS” na tv. Ex: Dinheiro na cueca.
” E VIVA O BRASIL, PAIS DO FUTEBOL E CARNAVAL”

***********************************************************************

Ora convenhamos Vereador num Estado maior produtor de rebanho acredito eu, não comer carne na segunda-feira beira a uma piada de mau gosto, se compararmos o preço da carne nos supermercados que estão acima do ponderável do orçamento do povo, fico a perguntar quem sabe cada cidadão doe a carne de segunda-feira para a população que está passando e morrendo de fome em Porto Alegre ou será que isto não é uma realidade.Não vejo nada de construtivo nisso, aliás seria interessante uma investigação para se saber como age o monopólio da pecuária no RS, vive de incentivos, produz para exportar, ganha benefícios de parte do Gov.RS e o cidadão só assiste a tudo isso sem entender, como o preço da carne está acima da inflação ou seja uma exploração total. Algo muito estranho está em tudo isso, mas infelizmente não vejo de parte do Parlamento Gaúcho nenhuma manifestação em favor do povo.

***********************************************************************

Esse pessoal do PP podia inovar mesmo era apresentando a proposta da “semana sem desvios na saúcde da prefeitura de porto alegre”, ou o “dia sem roubalheira no detran”, ou ainda o “dia de seguir a lei de licitações”, ou ainda a “novena contra a cara de pau no governo Yeda”. Seria proveitoso para os cofres públicos e ainda daria para melhorar a saúde da população muito mais que mil toneladas de peitinho de frango grelhado.

***********************************************************************

também poderiam propor a criação da sexta-feira sem salada e outros vegetais. neste dia residências, restaurantes e demais estabelecimentos que comercializam gêneros alimentícios serão convidados a optar por refeições exclusivamente a base de carnes. Legal, né? aposto que vegetarianos em geral iam achar isso o fim da picada. uma opressão. um ataque aos seus direitos de escolha de quando e o que comer. quando é no dos outros é refresco…
tem cada uma. e quando é que vão propor que paguemos uma taxa pelo ar que respiramos? alguém sugere isso pra algum desses seres que não tem mais nada que fazer com o dinheiro público.

***********************************************************************

interesante se o nobre vareador criase a semana,sem roubo,nepotismo,trabalho em prol dos que votaram nele,sr.beto moech o senhor não tem o que fezer? então que vá trabalhar vagabundo,sem vergonha,está ganhando p/ que? tu não tem a menor vergonha na cara? nós [não vcs] trabalhadores lutamos pq no minino tenha o arroz e o feijão,pq carne já é artigo de luxo,me diga, nobre vagabundo,digo vereador,não seria melhor que tu criasse a semana sem impostos,no minimo o senhor é,ou tem amigos hortifrutigrangeiros? tu quer puxar a brasa [essa é boa]para o lado de quem tu tá gastando o dinheiro publico pq,foi eleito pq,p,criar leis totalmente inuteis,ora se não tem o que fazer eu te digo VAI TRABALHAR VAGABUUUUUUUUUNDOOOOOOOOO!

***********************************************************************

Vocês não tão entendendo, o vereador tem mais projetos. Além da Segunda sem carne, ele apresentará a terça sem arroz, a quarta sem feijão, a quinta sem fruta, a sexta sem verdura e o sábado do jejum. No domingo, como estamos no RS, o churrasco é liberado. kkkkkk
Em que cidade esse vereador vive? Na cidade de Porto Alegre, com problemas muito maiores para resolver é certo q não!

***********************************************************************

QUE TAL A SEGUNDA FEIRA DE TRABALHO P/ OS “NOBRES” OU A SEMANA,TALVEZ MELHOR,O ANO? O SR .ANTONIO DEVE SER PARENTE OU AMIGO,PARA SE CONFORMAR COM UMA LEI DESSAS,SERÁ QUE EU NÃO COMENDO CARNE TODA SEGUNDA VAI DIMINUIR A TAL DE EMISSÃO DE CO2?O SR NÃO FICARIA + FELIZ SE O “NOBRE” SEM VERGONHA TENTESSE CRIAR LEIS QUE AJUDASSEM O POVO,OU UMA LEI QUE CONGELASSEM O SALARIO DELES? OU MELHOR DIMINUISSEM AS FÉRIAS? QUEM SABE TOMASSEM VERGONHA NA CARA,EU POSSO NÃO COMER CARNE,E AS INDISTRIAS VÃO PARAR NA SEGUNDA TBM,É POR ISSO QUE O BRASIL NÃO VAI P/FRENTE.

***********************************************************************

“(…) já adotada pelo governo de metrópoles como São Paulo (…)”. Priscila, isto não está totalmente correto. A SVB (Sociedade Vegetariana Brasileira) faz campanha, eventos e recebe apoio do secretaria do verde e meio ambiente de São Paulo. Nos moldes do que quer o Beto Moesch (projeto de lei), isto não existe. Portanto, não há projeto de lei para a “segunda sem carne” aprovado e publicado em SP. Logo, é coisa de biruta achar que se pode transformar uma campanha sugestiva em algo tão invasivo como quer o vereador. Se aprovada a lei, torço que vire folclore e motivo de piada. “Joguem fora os bifes e as almôndegas! Os tiras estão chegando!”.

***********************************************************************

Se cada vereador se ocupasse do seu trabalho, e, não ficasse inventando “moda”, talvez a cidade não fosse tão ruim como é.

imagrs

4 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Tes Saloniki

março 5 2010 Responder

Nesse momento eu realmente me questiono se a carne não possui alguma substância neurotóxica… Ou, em uma perspectiva científica, o portador de um cérebro desprivilegiado é que sempre defende esse tipo de selvageria?

TES

    Robson Fernando

    março 5 2010 Responder

    Como eu disse numa comunidade do Orkut: O Ministério da Saúde adverte: comer carne pode transformar pessoas em orcs da mais baixa categoria.

Samory Pereira Santos

março 5 2010 Responder

Olhe que foi só segunda sem carne. Se fosse segunda vegetariana ia ser o escândalo de todos os tempos. Ou incentivo ao vegetarianismo ano todo, todos os dias… aí meu caro, eu não quero nem imaginar a situação.

    Robson Fernando

    março 5 2010 Responder

    Como diz Mução, “pense num muído” que ia ser.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo