24

mar10

O sangue dos matadouros suja a natureza com a barbárie humana

Rio Capibaribe banhado de sangue

O rio, quando não azul, está tingido de vermelho, em Santa Cruz do Capibaribe, a 194 quilômetros do Recife. O azul fica por conta das tinturarias de jeans. Já o vermelho, registrado por Alexandre Ramos, que desde 2007 desenvolve projetos na área de cultura e meio ambiente no Rio Capibaribe, fica a cargo dos matadouros. As fotos foram feitas no dia 19 deste mês.

Ou seja, as medidas adotadas para deter a poluição do Capibaribe não têm dado certo. Um alerta, na semana em que se comemora o Dia Mundial da Água, para o Ministério Público, a prefeitura e a Agência Pernambucana de Meio Ambiente (CPRH).

As fotos você vê no link acima.

Se você tiver estômago, olhe para as imagens e pense. Em que aquele sangue que escorre dos matadouros é diferente do sangue derramado em massacres humanos, fora a espécie? Por que é certo e ético derramar aquele sangue (ignore o fato de o sangue estar poluindo o rio) mas não o é alguém derramar o seu?

Até quando teremos que ver as mesmas pessoas que se horrorizam com florestas derrubadas ou grandes quantidades de cadáveres humanos caçoando de quem também se mortifica diante de cadáveres de animais e sangue não-humano derramado?

imagrs

3 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Mana Araújo

janeiro 21 2012 Responder

Parabéns pelo Blog. Tão jovem e tão consciente com a Vida. Pudessem os que fazem parte da Sociedade Protetora dos Animais fazerem jus ao nome que dão à sociedade e lutassem pela vida dos nossos irmãos inferiores. Um abraço.

    Robson Fernando de Souza

    janeiro 21 2012 Responder

    Obrigado, Mana, pela apreciação.

    Só que tenho que discordar de você quanto aos animais não humanos serem nossos irmãos “inferiores”. Eles são iguais a nós em termos morais, só são diferentes, não desiguais, em suas capacidades cerebrais.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo