23

maio10

Frase da semana (23-29/05)

“Os direitos animais devem ser tão legítimos quanto os direitos humanos e se estender a todos os animais, não somente aos cetáceos.  A vida e a liberdade são direitos intrínsecos a todos os animais. A inteligência não deve servir de ponto de partida para legitimar direitos ou não. Não nos esqueçamos de que muitos seres humanos não se enquadram em níveis de racionalidade plena (exemplo: recém-nascidos, crianças, comatosos, portadores de certos tipos de enfermidade e problemas de ordem neurológica ou cognitiva), e nem por isso são desrespeitados em seu direito à vida. O mesmo peso e a mesma medida ética devem ser aplicados aos animais. Defender os animais pelo seu valor intrínseco é mais digno, é reconhecer que a ética plena não possui fronteiras e que a verdadeira justiça não discrimina seus beneficiários.” Nota da redação da ANDA sobre notícia em que especialistas em filosofia, direito, ética e meio ambiente pediram que cetáceos (golfinhos, baleias e outros) sejam reconhecidos como merecedores dos direitos à vida e à liberdade

Leia a notícia, a nota da redação e reflita. Não preciso falar nada mais no momento, só peço que você mesm@ leia tudo.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo