25

jun10

Animais sofrem com Copa do Mundo: venda de carne cresce muito

Venda de carne cresce 20% na véspera de jogo do Brasil

Os jogos da Copa do Mundo têm antecipado os finais de semana de muitos torcedores, que transferem o tradicional churrasco de sábado para o meio da semana nos dias das partidas da seleção brasileira. É o que mostra levantamento divulgado hoje pelo frigorífico Quatro Marcos. Entre os dias 13 e 15 de junho, horas antes da estreia do Brasil na Copa contra a Coreia do Norte, a venda de carne cresceu 20% no varejo em relação ao mesmo intervalo do ano passado. No atacado, o resultado foi ainda maior, de 25% em relação ao mesmo período de 2009.

O frigorífico realizou ainda pesquisa com seus clientes e constatou que a alta deve-se realmente aos jogos da seleção. “Os torcedores preferem o churrasco a outras receitas, devido ao número de pessoas reunidas em um mesmo local“, avalia a empresa. Pesquisa realizada pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e divulgada na semana passada indicava que os brasileiros pretendem gastar cerca de R$ 181,00 com a Copa do Mundo. Deste total, o gasto com comida corresponde a 20%, sendo 9% com ingredientes para refeições, 7% com petiscos e guloseimas e 4% com bares e restaurantes. Se a seleção brasileira for para a final do mundial, o desembolso deverá subir para R$ 357,00.

Para a população onívora e o agrocriminegócio, é uma notícia não só boa como literalmente deliciosa. Mas, para os animais que vêm à existência em maior número para sofrer com todas as privações de direitos possíveis e têm sua vida encerrada de forma cruel e precoce, é um fato infernal.

Pouco vai adiantar eu trazer aqui um desabafo de vegetariano sobre como a população está se alienando de qualquer preocupação com a vida animal como merecedora de direitos, já que a única resposta esperada dessa mesma turma que compra carne a mais antes dos jogos da Copa é o velho apelo troll à creofilia. Mas posso dizer que percebo no apego brasileiro ao churrasco em detrimento do respeito aos animais que foram mortos por essa causa um tema conveniente para um competente estudo sociológico.

É uma pena, porém, que eu esteja às vésperas de trancar Ciências Sociais para tentar o mestrado em Meio Ambiente no fim do ano. Mas, sendo a volta às CS um plano para o futuro depois desse mestrado, a pesquisa ficará como algo guardado para ser concretizado.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo