21

jun10

Frase da semana (21-27/06)

“Cada coisa desse tipo que vejo tenho mais vontade de fazer outra faculdade.Sou licenciada em biologia mas me arrependo muito por ter feito uma licenciatura.Trabalho os tres expedientes para conseguir uma faixa salarial de 2 mil reais como professora.Estou morrendo,me desgastando…pra mim é quase um martirio ir forçar a barra com aquelas criaturas que nao tem respeito nenhum por mim.Tenho nojo.Eu so tenho 27 anos porra!!!naum tenho filhos e ODEIO SER PROFESSORA COM TODAS AS MINHA FORÇAS…e o sistema educacional, eu nem preciso falar né? um fiasco!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!eu tenho fé que um dia professor va entrar em extinção!!!ninguem merece naum…sinceramente ainda tem doido que gosta dessa vida de semi escravidao!!!” Professora revoltada (e arrependida) comentando no Arauto da Consciência, expondo o calvário que é ser professor/a da educação básica no Brasil

O desabafo da mestre escancara a forma como o Brasil trata a profissão que considero a mais nobre da sociedade ocidental: com desrespeito, com ridicularização moral e salarial, com desprezo, com violência moral, psicológica e até física.

Cada pessoa deveria reservar, por um mínimo de cidadania, um momento para sentir a vergonha, o remorso de pertencer a uma sociedade que trata seus/suas mestres quase pior que bandid@s, a tal ponto que professoræs como a autora do comentário acima abandonam o amor à profissão, o orgulho de pertencer a uma classe profissional cuja função maior é formar cidadã/o/s, pensadoræs e cientistas (mais que entregar pessoas capacitadas para o mercado de trabalho, eticamente falando) e passam a sentir ódio e arrependimento por ter escolhido seguir tal profissão, tamanhos são os problemas e inconvenientes que nosso país impõe para quem tenta ensinar.

P.S: A burrice e malignidade que motivam este post estar rotulado na categoria de mesmo nome são não da professora revoltada, mas do Brasil que maltrata seus/suas professoræs.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo