09

jun10

Ministério Público Federal lança campanha contra carne de desmatamento, e Band toma as dores dos ruralistas

Acabei de ver um vídeo que consegue ao mesmo tempo ser lamentável e fazer @s vegetarian@s pelos animais babarem.

Com o título que a Band botou no vídeo (não só a propaganda do MPF, mas ela mais o editorial) é “MPF lança campanha que criminaliza a pecuária brasileira”, não há aquelæ defensor/a dos direitos animais que não babe antes de saber do que o vídeo se trata. A ingênua impressão inicial que se passa é que o MPF finalmente aderiu à luta abolicionista para criminalizar a exploração animal pela pecuária. Mas, é claro, não é isso. É apenas uma campanha pelo consumo de carne bovina não vinda de desmatamentos ilegais. Absolutamente nada a ver com direitos animais ou com uma suposta repressão à pecuária bovina dita “sustentável”.

Vejam o vídeo veiculado pela Band:

No final, a Band comete a presepada de ser a porta-voz de uma das bancadas políticas mais malignas do Brasil e ataca a campanha do MPF, acusando-a de “tentar criminalizar a pecuária brasileira” e babando o ovo do setor bovinocultor, destacando sua geração de empregos e o abastecimento do prato da população brasileira e mundial e ignorando completamente, como era de se esperar, os animais que são tratados como propriedade e mercadorias, explorados e mortos aos milhões todos os anos e os milhões de hectares de ecossistemas, em especial da Amazônia e do Cerrado, que essa mesma pecuária destruiu nos últimos séculos.

E não fez isso transmitindo como notícia alguma manifestação da bancada ruralista ou veiculando algum informe publicitário de algum/a parlamentar da mesma, mas pronunciando tudo num editorial, mostrando com quem a Band e$tá mancomunada.

Que vergonha, Band. Eu já tinha ouvido falar que vocês eram padrinhos da bancada da destruição, mas agora foi que eu tive a ideia nítida disso. Defendem os interesses dessa bancada absurda tanto como a Veja defende os interesses da direita brasileira.

Para sua infelicidade, o MPF é sério demais para ceder aos prote$tos dessa emissora e parar sua campanha de alertar à população (onívora) brasileira sobre a procedência antiambiental de grande parte da carne bovina que é produzida em território nacional. Pelo menos creio eu.

Só falta agora a Band veicular um editorial defendendo, com toda a hipocrisia marcante dessa bancadinha, o desmonte do Código Florestal em prol da “produção agropecuária brasileira”.

P.S.: A campanha do MPF é apreciável sob o ponto de vista ambientalista naturalista, já que um boicote à carne vinda de desmatamentos por parte da população vai forçar os pecuaristas a pararem de desmatar. Mas lamento que, a anos-luz de defender o vegetarianismo como atitude cidadã pela preservação do meio ambiente, nada tenha a ver sequer com o “bem-estar” dos animais explorados, pregue que a carne “sustentável” (ou “carne legal”, como a campanha chama) é consumível e ignore por completo as questões éticas da produção de qualquer alimento de origem animal.

imagrs

12 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Ricardo

maio 22 2011 Responder

Esqueci de dizer que a Bandeirantes deve se dedicar a ser somente uma boa TV esportiva.

Ricardo

maio 22 2011 Responder

É obvio que o Grupo Bandeirantes defende sem o menor escrúpulo, por meio de seus jornalistas, a ideologia dos ruralistas. E neste ponto estamos falando dos grandes interesses dos ruralistas. O mais triste é saber de novo que uma concessão pública, como é a concessão de uma TV, vira arma NÃO DEMOCRÁTICA para satisfazer a ambição e o poder dos grandes interesses ruralistas. É curioso escutar a Bandeirantes falar de democracia quando as Teles (empresas de Telecomunicações) querem concorrer com eles na TV a cabo. Ai a Bandeirantes se transforma num “ícone” da democracia. Mas na hora de poupar o desmatamento e os abusos de anos dos ruralistas, a Bandeirantes, e os seus Jornalistas, perdem a bússola totalmente e se entregam à defesa, ABSOLUTAMENTE PARCIAL, dos interesses próprios. A Bandeirantes demonstra que não tem nível para ser Imprensa numa democracia. Mais um exemplo de uma espécie: Brasil for Export…

Marcelo Ferreira

novembro 17 2010 Responder

Devemos boicotar essa emissora e os produtos que patrocinam a mesma!!!

Sueli

junho 25 2010 Responder

Parabéns pela bandeira levantada pela Band.
Seria muito bom que os defensores do fim do consumo animal pegasse no pesado, levantando antes do nascer do sol para plantar seus próprios grãos, algumas ongs iriam critica-los tal como aos pecuaristas.
ACORDEM, POR ENQUANTO AINDA PODEMOS DIZER QUE OS SAPATOS SÃO NOSSOS.
VEJAM EM ALGUNS LIVROS DAS ESCOLAS NOS PAÍSES DENFESORES DO FIM DO DESMATAMENTO, JÁ NÃO HÁ AMAZONIA NO MAPA DO BRASIL, CREIO QUE ISSO É SÓ O COMEÇO.
VAMOS REALMENTE APRENDER A DEFENDER NOSSO PAÍS. AS ELEÇÕES ESTÃO AI É UM BOM COMEÇO.

    Robson Fernando

    junho 25 2010 Responder

    Sueli, três coisas:

    1. Leia o artigo A bancada ruralista deve ser expulsa de Brasília e entenderá por que eu e muito mais gente queremos que a corja ruralista seja varrida de Brasília pelo voto.
    2. Na maioria das fazendas (plantações) dos grandes ruralistas, não tem mais roceiros humildes manejando a terra com enxada e regador, mas sim muitas máquinas — tratores e dutos de irrigação. Onde ainda há roceiros, frequentemente são pessoas subjugadas ao trabalho escravo. E, pior, a maioria das fazendas são dedicadas à pecuária, na qual não há roceiros plantando grãos, mas sim peões a cavalo controlando o gado bovino.
    3. A estória da Amazônia internacionalizada em livros didáticos é lenda: http://www.quatrocantos.com/lendas/54_amazonia_finraf.htm

Marcio Franca

junho 11 2010 Responder

Comentário bloqueado por caráter ofensivo

hugo

junho 10 2010 Responder

Parabens a rede bandeirantes é muito facil ser brasileiro em Copacabana onde tudo está pronto as custas da exploração do meio ambiente… falar da Amazonia sem conhecer a verdadeira realidade local é pura falacia, quem vive e produz aqui sabe das dificuldades e sacrificius enfrentados. Fica meu repuldio aos pseudos ambientalistas alienados pelas historinhas da carochinha que escutam…

    JUSSARA

    junho 19 2010 Responder

    Parabens rede bandeirantes.,parabens pelo seu comentario Hugo,se o campo nao produz,como chega o alimento a mesa de milhoes de brasileiros ,nas cidades,que nao tem nocao das dificuldades e altos custos,que enfrentamos .Esta clara a intencao do video,nao e contra desmatamento ilegal coisa nenhuma! e contra os produtores rurais mesmo…

Carlos Roberto

junho 9 2010 Responder

O jornalismo da Rede Bandeirantes demonstra clara e novamente as cores da bandeira que defende. Ao criticar uma peça comercial que em nenhum momento cita genericamente a carne nacional, mas em específico a carne nacional ilegal, a emissora posiciona-se contra o legalismo na ânsia de proteger o agronegócio, do qual depende e que, se não é composto só de santos, tampouco de demônios. Há produtores que aceitam diminuir lucros e posses para garantir a sustentabilidade, mas a Band, ao colocar-se radicalmente contra uma campanha educativa, perde a oportunidade de lutar pela promoção do produto que é legal. Atira no próprio pé, dando a entender que só existe carne legal, logo o Ministério Público não poderia manifestar-se contra a carne ilegal, um xiismo (para usar uma conceituação ultra-direitista) que não só atenta contra sua própria história como também expõe as intenções políticas do agronegócio dominante e brinca com a inteligência do telespectador-consumidor.

    Paulo

    junho 9 2010 Responder

    Grande consciencia que tem esse site e as pessoas que o apoiam.
    Abram o olho povo Brasileiro, não estão vendo que estão tomando nosso Brasil, são tantas ongs que aque veem para dificultar nossos produtores de fazerem aquilo que mais sabem, produzir muito e com qualidade, e acontecendo isso, paises que dão subsidio para seus produtores, vão ter que dar mais subsidios ainda, é mais facil financiar essas ongs para que bloqueem nossa produção e nossos produtores, guerreiros, que merecem o respeito de todos nós, e que mais uma vez são massacrados, e mostrados como bandidos.
    ACORDA POVO BRASILEIRO, DAQUI UNS DIAS NEM OS SAPATOS QUE OS SENHORES USAM, SERÃO MAIS DE VOÇES.
    ACORDA

      Robson Fernando

      junho 9 2010 Responder

      Paulo, a iniciativa é do Ministério Público Federal, e não é baseada em achismos vazios de ongs inescrupulosas, mas em dados reais.

      E, a saber, o Arauto da Consciência é contra a pecuária, por mais “sustentável” e “geradora de emprego e renda” que ela seja,

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo