16

jun10

Zoológicos e as tragédias causadas pela exploração animal

Tigres matam pai e ferem filho em zoológico chinês

Um grupo de tigres matou um homem e feriu seu filho em um zoológico na cidade de Xian, região central da China, disse um funcionário do parque nesta segunda-feira.

Segundo afirmou Jiao Congling à agência estatal de notícias da China, Xinhua, os cinco tigres do zoo Qinling atacaram os dois por volta das 13h20 do domingo, hora local (2h20 de sábado em Brasília).

O pai, de 45 anos, estaria levando o filho, de 17, ao parque para comemorar a aprovação dele no exame nacional para ingressar numa universidade.

O homem morreu no local após ser mordido na cabeça e no pescoço. Seu filho ficou apenas levemente ferido.

“O portão para a área dos tigres estava aberto, então entramos. Mas então os tigres nos atacaram”, afirmou o jovem, identificado apenas como Zhang.

Uma investigação preliminar indicou que um funcionário do parque esqueceu de fechar o portão.

O porta-voz do zoológico, porém, afirmou o local estava sinalizado com avisos pedindo aos visitantes para que não entrassem na área dos tigres.

O gerente do zoológico foi preso provisoriamente durante as investigações sobre o incidente.

Se zoológicos não existissem e, ao invés, existissem santuários de conservação da fauna, essa tragédia não teria acontecido. Não esperemos coisa boa de lugares que aprisionam animais e os expõem como se fossem peças de museu.

Fora o aprisionamento, a exploração de animais em zoológicos é sutil demais para que o senso comum lhe tome conhecimento. Precisamos enxergar que, sendo a intenção conservacionista deles apenas muito recente — e inadequada –, a finalidade maior dos zoológicos é a exposição de animais como objetos exóticos, tendo as jaulas a função de vitrines.

Leia mais sobre como os zoológicos infringem os direitos animais e, depois de refletir, decida pelo boicote definitivo a esse tipo de estabelecimento.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo