25

jul10

Planeta Bizarro do G1 (Globo.com) trata sofrimento animal como curiosidade

Por diversas vezes no Consciência Efervescente denunciei ao leitorado o fato de o G1, portal de notícias da Globo.com, não levar a sério eventos que envolvem sofrimento animal, crueldade contra bichos e até morte de animais. Sua seção Planeta Bizarro, a despeito de todas as minhas denúncias e reclamações, continua sendo o lugar reservado para transformar o bizarro-mau em bizarro-curioso.

Fui inspirado a voltar a protestar via blog contra essa atitude depois que vi que foi publicada ontem essa notícia lá:

Vegan tatuado é acusado de incêndio que destruiu fábrica de lã de ovelha

Não envolveu diretamente sofrimento animal e crueldade agressora, mas praticamente caçoou do veganismo, exibindo-o como nada mais que uma dieta (quando quem sabe o que é veganismo sabe que ele vai muito além da dieta vegetariana-completa) adotada por gente esquisita tatuada e tendente ao terrorismo e ignorando a sua motivação ética.

Como vegano que sou, ainda que não tatuado nem praticante das chamadas ações diretas nem vegano apenas de dieta, denuncio aquele que é mais uma demonstração de como há na mídia brasileira, ainda que esta esteja em evolução ética no que tange a abordar notícias sobre animais, pessoas que teimam em continuar tratando com gozo as adversidades que promovem exploração e/ou causam sofrimento em animais não-humanos.

Abaixo uma lista das 25 mais recentes notícias bizarras-ruins transformadas pelo PB/G1 em bizarras-curiosas, desde 16 de junho passado:

Urso é flagrado com cabeça entalada em frasco de plástico no Canadá

Cadela é confundida com coiote e acaba solta na natureza nos EUA

Polícia encontra burro forçado a voar de parapente

Donos usam cães para pedir esmola nas Filipinas

Coelho ‘dentuço’ passa por cirurgia para corrigir problema

Para atrair turistas, burro salta de paraquedas na Rússia

Mundial de corrida de caracol define novo campeão

Americano iguala recorde ao pescar peixe de quase 40 quilos

Taiwan promove competição de bichos de estimação pintados

Cão sobrevive após levar seis tiros nos EUA

Artista cria retrato com 200 mil formigas mortas

Esquecido em carro, cão toca buzina para pedir ajuda

Gato persegue esquilo e acaba entalando a cabeça em cano

Gato cai no bueiro e companhia de esgoto é chamada para resgate

Vaca dá ‘olé’ em 11 homens durante fuga no Canadá

Empresa americana lança vodca de salmão defumado

Ex-policial procura mulher para fazer sexo com seu cachorro

Atum vermelho de 445 kg é vendido por mais de R$ 65 mil no Japão

Aranhas são fritas e oferecidas como petisco no Camboja

Camundongos de praia dominam arte do surfe na Austrália

Cachorra fujona escapa de voo e pula na água nos Estados Unidos

Restaurante aproveita Copa e oferece hambúrguer com carne de leão

Americana se encrenca ao despachar gato pela caixa do correio

Cachorro levado por ventania reencontra a dona na Hungria

Cachorra sobrevive a cirurgia depois de engolir 5 gatos de cerâmica

Se fossem crianças nessas situações de sofrimento e aflição (p. ex., entaladas em potes, postas à força em paraquedas, engolindo objetos), não teriam publicado nada disso, uma vez que há questões éticas para se caçoar online de seres humanos para quem compõe a redação do PB/G1. Mas, como são “apenas animais”, tratar suas aflições, medos e sofrimentos é livremente visto como algo digno da seção de curiosidades.

Sei que é inútil pedir boicote ao G1 ou que os seus links não sejam divulgados para “não alimentar o troll”, já que o G1 é um portal de enorme audiência. Mas fica o aviso: esse site, que ridiculariza as adversidades pelas quais animais passam, não é ético, merece receber protestos d@s leitoræs.

Por bastante tempo insisti para que, assim como grande parte dos grandes portais de notícias brasileiros, criassem uma seção apenas para animais não-humanos, onde as notícias não polêmicas e as ruins como as listadas acima seriam publicadas, para que passem a demonstrar ter uma visão minimamente decente da vida animal. Mas não me ouviram – afinal, para elæs eu era só um indivíduo tolo, zé-ninguém metido a salvador do mundo, querendo peitar uma gigante colossal como as Organizações Globo.

Bem que protestos de mais e mais pessoas, leitoræs comprometid@s em ao menos respeitar os animais, poderiam fazer a diferença que eu sozinho não fiz.

imagrs

1 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo