05

ago10

Caranguejo gigante Crabzilla é prisioneiro de aquário

Batizado de Crabzilla, caranguejo de 4 metros é levado a aquário na Holanda

Nesta terça-feira, o caranguejo Crabzilla foi levado à sua nova casa [sic], no Aquário de Sheveningen, em Haia, na Holanda.

Crabzilla foi capturado no oceano Pacífico, em 2009, tem cerca de 40 anos e mede quatro metros de comprimento, aproximadamente. É o maior caranguejo já exposto ao público europeu.

Não é preciso muito esforço para percebermos que a verdadeira casa de Crabzilla é o Oceano Pacífico, onde ele foi sequestrado para virar uma atração de um aquário que lhe está sendo uma prisão perpétua.

Esse caso é daqueles em que os aquários e zoológicos, longe de representar qualquer papel relevante em termos de educação ambiental verdadeira ou conservação de espécies ameaçadas (leia-se animais que não poderiam ser devolvidos à natureza por deficiências ou problemas irreversíveis), são nada além de cativeiros construídos para ganhar dinheiro sobre a exposição de animais exóticos mantidos presos, privados de liberdade, sequestrados de seu habitat natural. São lugares onde os animais raptados são expostos, muitas vezes sob condições estressantes, a pessoas curiosas, que saem desses estabelecimentos naturalizando a exploração de animais selvagens, achando que é aceitável retirar animais de seus verdadeiros lares para expô-los como objetos de museu – transformar seres livres em escravos de entretenimento, que “existem para servir os seres humanos”.

O respeito coletivo aos direitos animais terá que passar pela extinção dos zoológicos e aquários e por sua substituição por santuários de refúgio de animais incapacitados de voltar à natureza. Neles seu valor intrínseco de seres interessados em viver libertos e sem sofrimento seria respeitado, não sendo eles mais tratados como peças de exibição, fontes de lucro.

imagrs

2 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Samory Pereira Santos

agosto 6 2010 Responder

Rayssa,

Em outubro do ano passado eu fui ao Zoológico de Salvador, o Zoo referência do Norte-Nordeste, e encontrei uns 6 animais fazendo isso que você tá falando. Alguns comendo suas próprias fezes, etc. Depois me chamam para ir a Zoopenintenciária “ver bicho”.

rayssa gon

agosto 6 2010 Responder

tbm nunca curti zoologicos não.

lembro que da unica vez que fui, tinha uma jaguatirica completamente insana. ela ficava correndo de um lado pro outro da jaula. me traumatizou pro resto da vida. é a primeira imagem que me aparecesse quando ouço a palavra zoologico. :S

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo