05

ago10

Vídeo provoca ateofobia de Datena: a solidariedade de cães e a tranquilidade da Suécia

O vídeo abaixo é uma ótima provocação, um tapa-na-cara a quem, como Seu Datena, insiste que a maldade é condicionada à ausência de “Deus no coração”.

O próprio Datena mostra, na primeira parte do vídeo, um cachorro tentando acudir um amigo de sua mesma espécie, manifestando esperança de que ele ainda esteja vivo, e sofrendo por não conseguir reanimar o amigo, que já havia falecido. A segunda parte mostra um policial dançando eletropop na Suécia, e a população rindo e se divertindo com a cena – no Brasil a dança dele seria vista com indignação e ele seria denunciado e exonerado ou rebaixado para alguma função burocrática caso fosse pego dançando eletropop em serviço, já que um rápido vacilo pode significar uma pessoa assaltada.

Animais não-humanos, pelo menos até onde se sabe, não cultivam em suas mentes sequer a ideia de deus, de divindade, de ter “um deus no coração”. E isso não os impede de manifestar sentimentos e habilidades sociais que muitos seres humanos acham que só existem na espécie humana. E a Suécia, país onde 85% da população não crê em divindades [fonte: Zuckerman, Phil (2007). Martin, Michael T. ed. The Cambridge companion to atheism. Cambridge, England: Cambridge University Press. p. 56. – apud Wikipedia em inglês], tem uma taxa baixíssima de violência urbana, que “mataria de fome” apresentadoræs sensacionalistas que vivem da  existência da alta criminalidade para terem seus programas.

Assistam ao vídeo e contemplem uma comprovação da ignorância* de Datena de 27 de julho passado. (Curioso que ele não citou Deus quando falou do cachorro da cena.)

*Me permito considerar essa “ignorância” como algo objetivo, mais que um juízo de valor meu, já que a ignorância no caso representa tanto o desconhecimento de Datena – mais sua recusa de procurar conhecimento – sobre a (falseabilidade da) relação entre religião e moralidade como seu preconceito contra ateus, considerado uma estupidez.

imagrs

1 comentário(s). Venha deixar o seu também.

lucinda

setembro 16 2010 Responder

Comentário editado por ser ofensivo aos ateus. Não, não seguimos a entidade maligna de sua religião. Não vou aceitar por aqui comentários que insinuem direta ou indiretamente que eu e todos os demais ateus somos pessoas do mal, seguidoras do seu satanás.

Grato,
RF

P.S: Recomendo você a aprender ortografia, seu comentário estava sofrível.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo