08

out10

Notícias que não deveriam ser divulgadas (Parte 3)

Vai fazer churrasco no feriadão? Aprenda a calcular a quantidade de carne (fonte: Diariodepernambuco.com.br)

Na hora de fazer aquele churrasquinho, uma dúvida preocupa o organizador do evento: comprar pouco e correr o risco de faltar comida no meio da festa ou comprar muito e deixar a sobra estragar posteriormente. Aprenda a calcular o consumo de carne por pessoa na medida certa.

Calcule 400 g por pessoa (no caso de adultos), é a conta certa para nunca faltar. Mas esse cálculo depende muito do que você pensa servir. Quando é a carne com foco especial, esse cálculo funciona bem. Porém, se houver um bufê de saladas, as pessoas terão menos apetite para as carnes.

Sendo mais prático, se você fizer, por exemplo, linguiça fresca, costela de porco e uma carne de boi, a conta por pessoa será a seguinte: 100 g de linguiça, 200 g de costela de porco (seria 100 g, mas, como metade é osso, calcule o dobro) e 200 g de picanha (por exemplo). Total: 400 g entre linguiça e outras carnes.

Seria ótimo se lançassem o método Calcule quantos animais foram mortos para o seu churrasco, que contaria inclusive quantos animais foram mortos para cada pessoa participante do churrasco.

Infelizmente o churrasco é um dos grandes eventos confraternais de nossa sociedade. Ignora-se (ou até exalta-se, no caso de gente reacionária irritada com o crescimento e a divulgação do vegetarianismo) o verdadeiro massacre que há por trás de uma inocente churrascada de feriadão.

E o segundo pior (o pior é sempre a morte dos animais) é o fato de que muitos vegetarianos se veem obrigados a participar desses eventos, sob pena de isolamento social. Para quem tem dificuldades de socialização por causa de seu hábito de consumo, é uma pressão enorme para que a pessoa participe, mesmo sem comer carne.

E a mídia ainda incita esse consumo eticamente cego, como se fosse algo tão inocente quanto brincar com um cachorrinho.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo