31

dez10

Feliz 2011 aos leitores e leitoras do Arauto da Consciência

Post agendado para ser publicado em 31/12 à 00:55

O ano de 2010, em que me mudei do Consciência Efervescente para o Arauto da Consciência, com um layout e sistemas de gerenciamento e comentários melhores, foi um ano interessante para quem busca a conscientização.

Houve em minha vida pessoal alguns reveses que compromete(ra)m por tempo indeterminado meu potencial de lutar por um mundo melhor – fui maltratado pelas lideranças de duas entidades relacionadas a direitos dos animais, por tentativas mal-interpretadas de ajudar os grupos, e expulso moral ou literalmente de ambas (por ética não cito os nomes ou siglas das entidades). Mas isso não atrapalhou a função do Arauto de trazer uma visão de mundo livre de velhos preconceitos e dogmas.

Algo que chamou bastante a atenção, atraindo inclusive um número recorde de visitantes para cá, foi o ataque de ódio e preconceito de José Luiz Datena contra nós ateus – e dali em diante passei a falar por aqui do preconceito sofrido por essa categoria que é tão malvista por não acreditar no deus das sociedades cristãs e muçulmanas.

O segundo grande fato foi a ameaça de desmatamento do entorno do Porto de Suape, algo que foi alvo de muitos protestos aqui no blog, mas infelizmente não encontrou eco na fraca blogosfera pernambucana – exceto pelos posts que eu mesmo enviei ao blog Acerto de Contas.

O terceiro grande fato foi o protesto contra o aumento nos salários dos poderes Legislativo e Executivo. Postei as fotos que tirei, e está havendo a polêmica sobre o rapaz que quebrou o vidro do ônibus – quem se justifica melhor, o rapaz, por quase ter sido atropelado e assim se defendido com o soco no vidro, ou a polícia, que foi cumprir a lei que pune o dano ao patrimônio público?

Outro fato que destaco aqui foi a guinada na temática e estilo de escrita do blog, que abandonou a velha posição de crítica cética às religiões, centrou-se mais no quarteto direitos animais-veg(etarianismo)-meio ambiente-humanidades – estando incluído em humanidades temas como feminismo, preconceito contra ateus e antimilitarismo – e diminuiu muito a carga de juízo de valor e  os excessos de subjetividade nos posts desde agosto.

Para 2011 ponho metas tímidas, já que tranquei a universidade por tempo indeterminado e me faltam credenciais acadêmicas e literárias para entrar mais fundo nos temas que aqui abordo. Mas creio que o blog irá continuar progredindo e evoluindo, com um estilo de escrita mais e mais eficiente na conscientização e um número crescente de visitas e comentários decentes.

Então desejo a vocês leitoræs um Feliz 2011, que seja um ano de mais lutas e vitórias.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo