12

fev11

Blog feminino pernambucano incentiva o uso de couro que pode ser de filhotes

Ps1 de camurça!

Hoje foi um dia mais calmo pra mim em termos de NYFW! Como não recebi nenhum convite pro day 2 (nem pra desfile, nem backstage, nem standing…coitada de mim! kkk) e não tem tanto o que fazer na área de convivência do próprio Lincon Center, resolvi montar barraca com as meninas na porta do desfile externo do Jason Wu pra tentar clicar alguns looks legais!

Fotografei muita gente, mas uma tendencinha em especial me chamou a atenção: a bolsa PS1 da Proenza Schouler! Tá gente, eu bem sei que esse modelo de itbag já integra a nossa lista de desejos desde o ano passado, mas tô sentindo uma nova onda trend bem forte em torno da versão em camurça, a Suede Ps1!

Primeiro vi a prateleira da marca lá na Barney’s recheada só dessas bags e em grande variedade de cores, depois notei váááárias fashionistas e modelos super estilosas carregando as suas entre o desfile e outro. Agora tô ferrada…já quero uma pra mim! haha Pode ser a marrom ou a verde pistache tá Diego? #brinks

Aproveitanto o gancho, preciso comentar que a camurça realmente está em todo lugar por aqui! hehe Eu já tava desejando um Louboutin nesse material desde outubro passado e agora minha vontade só aumentou…ui! Praticamente TODAS as coleções de acessórios tem uma peça em “suede“, a maioria bem colorida!

* E vocês? O que acham da tendência?

Pela primeira vez entro em rota de colisão com um outro blog feito em Pernambuco – o Garotas Estúpidas. Considerando que a blogosfera pernambucana é fraca, sendo contados na mão os blogs independentes (não contando blogs vinculados diretamente à grande mídia) de reconhecimento pelo menos razoável (por enquanto o Arauto da Consciência ainda não faz parte dessa lista seleta, pois ainda patina abaixo da média de 400 visitas por dia), esse acontecimento torna-se algo que pode chamar a atenção entre @s blogueir@s do estado.

Para quem não sabe, a camurça é o couro de cabras, porcos, cervos, bezerros ou principalmente cordeiros. Sim, couro de filhotes bovinos ou principalmente pequenos ovinos.

Hoje é considerada pel@ brasileir@ médi@ a apoteose do absurdo a produção de objetos com couro de cães e gatos em países como a China – mais ainda com couro de filhotes desses animais. A confecção de casacos de pele, então, nem se fala – é protesto certo até por quem diz só gostar de cães e gatos. Mas quando se trata de animais “de produção”, situados à margem de qualquer consideração moral por parte d@ mesm@ brasileir@ médi@, vale a pena escravizar, violentar psicologicamente (roubando-os de suas mães), aprisionar e matar até seus filhotes mais bebês, como se vê muito na produção de vitela e carne de cordeiro superprecoce.

Fala-se muito pouco hoje o nome camurça entre @s defensoræs animais, mas se a população soubesse que esse couro é extraído muitas vezes do corpo de filhotes bovinos e ovinos, veríamos na população a mesma indignação que se vê quando se fala de vitela e foie gras.

O blog em questão vai na onda aética de se valorizar o uso do couro na moda e acaba, ao elogiar o uso de camurça, indo mais fundo do que quem exalta o uso do tradicional couro de bois adultos. Acaba fazendo, mesmo sem intenção, apologia à ceifa da vida de filhotes de vacas e ovelhas, ainda que considere abominável e criminosa a violência homicida contra crianças humanas e filhotes de cães e gatos.

Como conterrâneo da autora do Garotas Estúpidas, fica o meu apelo para que ela conheça a produção de couro, incluindo o de camurça, começando pelo tratamento dado aos bezerros e cordeiros que serão mortos por suas peles, pelo abate e esfola dos mesmos e pela poluente curtição da pele. Saber a verdade sobre a nada ética ou sustentável produção desse tipo de pele animal – aliás, de qualquer tipo de produto de origem animal – vai induzi-la a repensar posts como o  replicado acima.

æ
imagrs

1 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo