18

mar11

Hebe tem pena dos ateus. E Dilma Rousserra consente

Segue denúncia do blog Ateus Atentos:

A afirmação de Hebe deixa claro que ela é incapaz de reconhecer sequer a existência da diversidade religiosa para além do seu próprio monoteísmo. Se ela não consegue conviver com o fato de que existem outros monoteísmos, além do politeísmo, animismo e outras formas de teísmo, isso é um sintoma grave do profundo culturocentrismo religioso em que ela vive, assim como tantos outros religiosos.

Mas isso em si não é crime. Assim como não é crime sua argumentação esdrúxula de que “deus é um só”, um non sequitur. O importante é o fato de que ela tem “pena” de todos aqueles que não compartilham sua visão. Ora tem-se pena dos coitados, dos desvalidos – enfim, dos [vistos como] inferiores. Como sempre, a comparação do ateísmo com outros grupos pode ser esclarecedora.

Se uma pessoa diz que “tem pena” dos negros ou dos homossexuais, por exemplo, isso pode significar uma de duas coisas. Uma possibilidade é que ela tem pena porque reconhece as dificuldades inerentes a essas condições em uma sociedade discriminadora. Trata-se de alguém que se condói do sofrimento alheio causado pelos preconceituosos. É uma posição nobre que merece ser elogiada.

Outra possibilidade é a oposta: o indivíduo que tem pena de negros ou homossexuais porque eles são inerentemente dignos de pena. Não por serem oprimidos, humilhados, vilipendiados ou ridicularizados, mas por serem inferiores, menores, por lhes faltar algo que todos os outros têm.

O contexto deixa claro que esse é o sentido da pena de Hebe: quem não acredita em deus é de alguma maneira inferior, ou algo de fundamental lhe falta, de tal maneira que merece pena. O que fazer? PROTESTE!

Os canais são os seguintes:

Email da produção
Área de comentários do vídeo
Mande sua crítica ou dúvida para a RedeTV

E acrescento:o pior de tudo é que a entrevistada, nada menos que a presidenta Dilma Rousseff, em quem muitos ateus votaram depois de ter se decepcionado com o antiateísmo e o antilaicismo pró-homofobia religiosa de José Serra, consentiu a “pena” preconceituosa de Hebe, soltando ainda uma frase para lá de presunçosa de Guimarães Rosa, segundo a qual “Deus existe, mesmo quando não se acredita nele”, para confirmar sua concordância tácita com a postura da apresentadora.

Hebe não vale nada para muitos d@s ateus, assim como a grande maioria dos apresentadores de programas “bregas” de TV. Mas o que importa aí não é que tenha partido da pessoa específica de Hebe, mas sim que partiu de uma pessoa que, queiramos ou não, forma opiniões e cativa milhões de telespectadores, além do nada menos (e bem mais) importante fato de que a presidenta, que deveria resguardar os direitos de todos os brasileiros, incluindo dos ateus, concordou tacitamente que não acreditar em deus é motivo de pena, de dó, de lamento.

Para quem votou em Dilma em represália aos (linkados acima) ataques de José Serra contra os ateus e o Estado Laico, esse foi um grande revés, um grande baque, uma decepção épica. De qualquer forma elegemos uma Serra de saias, que também discursa contra os interesses, os direitos e a dignidade dos ateus.

imagrs

10 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Wellington Silva

junho 29 2014 Responder

Uma simples opinião de um simples ateu. Eu acho que a Presidenta deu uma resposta politica.

Rafael

março 4 2012 Responder

“Deus é um só em qualquer religião”. Ôôôô mulher mal informada! Dá pena dela, sinceramente.

Sofia D.

novembro 14 2011 Responder

Concordo quando dizem que é, claramente, preconceito, quando a Hebe diz ter pena dos ateus. Mas sou obrigada a discordar quando dizem que sua afirmação de que “deus é um só” significa intolerância religiosa. Primeiramente, porque a afirmação tem mais de uma interpretação possível. Mas, principalmente, eu entendo que sua intenção era dizer que – não importa se é Allah, Krishna, Yaweh, Pã, Jesus, Universo, Deusa ou Mãe Natureza – todas essas representações se referem a um mesmo tipo de força criadora e coordenadora do universo, do planeta e de nossas vidas, não importando os detalhes.

Não vejo o ato dela como intolerância, mas como o oposto: tolerância.

    Robson Fernando de Souza

    novembro 14 2011 Responder

    Tolerância de Hebe apenas para religiosos. Aos ateus, a pena e o julgamento como “coitados”.

Toddy

abril 21 2011 Responder

A Hebe tem pena dos ateus e os ateus tem pena da Hebe.

Mas que mundo estranho nao?

Roberto Axe

abril 13 2011 Responder

Hebe tem pena dos ateus assim como um aleijado tem pena dos dançarinos! – dá para entender… – Era só o que faltava! A Sra. Hebe ‘com pena’ de ateus!

?

março 18 2011 Responder

Sinto muito, mas moralmente não posso aprovar seu comentário, que faz referência ao câncer (que ambas sofreram no passado). Esse assunto é forte demais pra ser comentado dessa maneira, a qual poderia dar brechas a problemas judiciais.

Grato,
RF

Ateísta CapiXaba Netto

março 18 2011 Responder

É porque nós Ateístas não assistimos a Porcaria de seu programa que é “uma gracinha” de Imbecilidade e Atraso Social por isto esta como o Datena falou esta merda.
Não considero lamentável porque esta criatura sempre significou para mim o que de pior sempre existiu na tv e só está na RedeTV para alavancar alguma audiência mas quando o Campeonato de Futebol começar á ser exibido esta roda.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo