08

mar11

Machismo, presente mesmo em algumas homenagens carinhosas

Aviso: este post será considerado radical por muita gente. Leia-o por sua conta e risco.

Vi hoje, neste Dia Internacional da Mulher, uma imagem que tenta ser uma homenagem carinhosa às mulheres, mas acaba se tornando a expressão de uma visão machista da humanidade. Refletindo sobre ela, percebi que o machismo não precisa desencadear violência e grosseria para ser machismo. Mesmo cartões românticos ingênuos e mal analisados refletem uma visão androcêntrica dos seres humanos. Basta que venha expresso como um vício de pensamento, em vez de como um comportamento patente.

Nessa imagem que pretende demonstrar carinho do homem para com a mulher, percebo que há um lampejo androcêntrico. A mulher seria um “presente da natureza”. Presente para quem? Para os homens!

Ou seja, a mulher teria sido, na imaginação ao mesmo tempo carinhosa e machista do criador da imagem, um presente divino ou natural para dar prazer aos homens. Mesmo que elas sejam retribuídas com carinho e amor como a imagem demonstra, está patente que elas teriam vindo ao mundo apenas como um presente para deleite masculino. É como se elas não tivessem um fim em si mesmas, mas sim o fim de agraciá-los tal como um presente belo.

Se fosse uma imagem de Dia d@s Namorad@s, não haveria esse machismo sutil, visto que a homenagem é para uma pessoa específica, não para uma categoria de gênero inteira. Nesse caso, a namorada ou o namorado realmente pode ser encarad@ liricamente como um “presente da natureza”, não tendo elæ nascido apenas para “presentear” @ parceir@, mas chegado positivamente à vida da pessoa por influência do destino, da divindade ou da Mãe Natureza, para fazê-la mais feliz – e vice-versa. Algo que não poderia ser generalizado a um dos gêneros da espécie humana, o qual acabaria pintado como tendo surgido sem valor intrínseco e apenas com a função extrínseca de um presente ao outro gênero.

Portanto, fica a mensagem: aos homens que querem homenagear as mulheres neste dia, pensem melhor na homenagem que querem dar. Mesmo uma declaração carinhosa pode acabar sendo uma demonstração, ainda que não intencional, de androcentrismo e de machismo. A mulher, se for feminista, vai perceber o vício de pensamento na imagem e ficar um pouco chateada, mas, por educação, não vai dirigir queixa a você (exceto se tiver temperamento forte e for durona).

imagrs

3 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Priscilla

abril 30 2015 Responder

Não vejo machismo, até porque o presente pode ser a rosa e não a Mulher!! Mas mesmo que fosse para mulher o termo presente, não a torna inferior , nem menor… Tendo em vista que a natureza não é uma fábrica, o que não qualificaria a mulher como produto !!!

Júnior

maio 3 2011 Responder

Comentário ofensivo apagado. Se é pra dizer que eu “tenho problema” porque denuncio casos de machismo sutil, melhor seria deixar tal opinião guardada pra si.

RFS

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo