29

abr11

A tal da sustentabilidade dos onívoros

Artigo muito bom de Aline Bazolli, publicado no Vista-se, sobre as propostas de sustentabilidade que ignoram o pesadíssimo impacto ambiental do consumo de carne.

 

A famosa SUSTENTABILIDADE
por Aline Bazolli, para o Vista-se

Com certeza todos já ouviram essa palavra pelo menos uma vez, já que muitos estão percebendo que o planeta está gritando SOCORRO. O termo “sustentável” provém do latim sustentare (sustentar; defender; favorecer, apoiar; conservar, cuidar). Segundo o Relatório de Brundtland (1987), o uso sustentável dos recursos naturais deve “suprir as necessidades da geração presente sem afetar a possibilidade das gerações futuras de suprir as suas”.

A sustentablidade é algo incrível, e o homem em fim começa a perceber que está de fato destruindo o planeta TERRA, porque se tivessem facilidade de acesso, já teria destruído os recursos de outros planetas do sistema solar, tamanha a ganância dos seres-humanos.

Todas as ações são dignas e muito bem vindas: reciclagem, fechar a torneira quando se está escovando os dentes, não demorar muito no banho, desligar os aparelhos da tomada que ficam em “standy-by”, deixar de usar o veículo automotor, economizar no uso de folhas de papel, entre outros.

Mas por que não falar das mais sérias causas de destruição do planeta O CONSUMO DE CARNE?

Sim, jamais li um artigo que fizesse o elo entre SUSTENTABILIDADE e CONSUMO DE CARNE no mundo dos carnívoros. Campanhas e campanhas, mais campanhas, citar o consumo de carne? Não.

“Destrói o planeta … Meio ambiente… É umas das principais causas da fome no mundo … Consome-se 15 mil litros de água para 1 Kg de carne … É perverso e torturante com os animais… Os gados emitem mais gases de efeito estufa que toda frota de veículos automotores do mundo, sendo também responsável pela devastação de florestas inteiras “. Quem se importa? Vamos todos fechar os olhos para esse “pequeno” detalhe chamado consumo de carne, afinal o importante é a ilusão de todos estarem sendo “sustentáveis”.

E continuar com as campanhas menos eficazes “Feche sua torneira enquanto escova os dentes” com isso você economizará 79 litros de água. Enquanto um vegano poderia deixar seu chuveiro ligado 24 horas por dia, 365 dias por ano, somente assim se igualando a um carnívoro.

E assim continua essa nova sociedade “sustentável” num mundo de hipocrisia, aparência e ilusões…

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo