19

abr11

Malhação aborda o serviço militar obrigatório

Sou crítico mordaz da Rede Globo, autoridade máxima no quesito de jornalismo manipulativo e atendimento de interesses político-econômicos privados, mas vale elogiar um ponto positivo nela.

A tão criticada novelinha Malhação vem abordando algo que há pouco foi descrito aqui: o serviço militar obrigatório. Feliz coincidência ter descoberto isso no Dia do Exército e pouco depois de ter escrito o artigo O problema do serviço militar obrigatório.

Na verdade Malhação tem o mérito de, desde a época da “saga” Múltipla Escolha, abordar periodicamente problemas que a juventude precisa conhecer – AIDS, homofobia, acessibilidade, guarda de filh@s etc. E a questão do serviço militar é a pauta do momento.

O personagem Maicon vem sofrendo as pressões e angústias típicas de quem está na idade do alistamento militar e prestes a se tornar propriedade temporária do lado fascista e militarista do Estado brasileiro.

Você pode acompanhar o drama de Maicon pela procura de vídeos da Globo.com:

http://video.globo.com/Videos/Busca/0,,7959,00.html?b=maicon

Não recomendo que veja pela TV e dê audiência para a emissora que menos merece audiência. Prefira a página de vídeos acima.

Talvez Malhação enfeite um tantinho a questão e não o exponha com a seriedade ideal, mas não deixa de abordar de forma pertinente o sofrimento de quem está sendo obrigado a servir a contragosto as Forças Armadas, empunhando instrumentos de matança e sendo tratado como marionete irracional movida a gritos, esporros, ameaças e normas draconianas.

Alguns vídeos interessantes sobre a saga (o começo?) do personagem do fatídico serviço militar obrigatório:

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo