14

maio11

Elefantes de Água para Elefantes sofreram maus tratos

Lembram-se daquela reportagem totalmente pró-exploração animal que o Fantástico/Globo trouxe umas semanas atrás sobre a elefanta Tai, que foi obrigada a participar do filme Água para Elefantes?

Pois bem, não tardaria para vermos que toda aquela “inteligência” da elefanta tem um lado escuro muito perverso. A ficha cairia, inexoravelmente. Confiram a denúncia reproduzida no Vista-se por Cesar Corregiari.

Vídeo mostra elefantes do filme “Água para Elefantes” sendo espancados durante treinamento
por Cesar Corregiari

Recebi esta notícia através do grupo Veganismo e agradeço ao Rodrigo Martins e a Lilian Garrafa por divulgarem.Vídeo lançado recentemente pela Animal Defenders International mostra a elefanta que aparece lado a lado de Reese Witherspoon e Robert Pattinson no novo filme ‘Água para Elefantes’, sendo espancada e eletrocutada durante os treinos.

Água para Elefantes é um drama romântico acontecido nos anos 30 em um circo com animais nos EUA, estrelando Reese Witherspoon e Robert Pattinson. O filme está sendo lançado em todo o mundo neste mês, em Londres na última terça. Entretanto, a grande estrela do filme é a elefanta asiática de 42 anos chamada Tai, que interpretou Rosie. O animal foi fornecido por uma empresa que cede animais para desempenhar performances – Have Trunk Will Travel – da Califórnia.

No filme, Rosie, interpretada por Tai, é brutalmente atacada pelo proprietário do circo que espanca a elefanta com um gancho de metal. Mas os produtores, estrelas e treinadores não viram que Tai estava sofrendo dores e estresse, apenas viram um treinamento com reforço positivo, marshmallows e gentileza.
Gary Johnson, o fundador do Have Trunk Will Travel, alegou: “Tai nunca foi maltratada de forma nenhuma”.

A Sociedade American Humane observou o animal durante as filmagens e disse: “Estamos aqui observando a preparação para o filme Água para Elefantes para ter certeza de que todos os passos, não apenas durante as filmagens, estejam sendo preparados de acordo com o bem-estar desses animais; todos esses animais estão sendo tratados de maneira justa e humana durante todo o curso de seus treinamentos”.

Entretanto, o vídeo chocante filmado no Have Trunk Will Travel em 2005, foi colocado na internet hoje pela Animal Defenders International (ADI) depois da estreia em Londres, contando uma história totalmente diferente:
•    Elefantes incluindo o Tai ganhando choques elétricos repetidas vezes com armas de choques.
•    Elefantes sendo espancados no corpo e pernas com ganchos de metais.
•    Um bebe elefante é espancado nos lábios e chora.
Jan Creamer, a chefe executiva da ADI, diz: “Nós estamos desconfortáveis com a mensagem do filme, quanto mais vimos as repetidas declarações de que estes elefantes eram tratados com amor e afeição e nunca tinham sido abusados, nós compreendemos que a verdade tinha que ser revelada. O público, as estrelas e os produtores do filme foram enganados. Esta pobre elefanta foi treinada para fazer os truques vistos no filme por meio de muitos choques elétricos”.

Kari Johnson, outra fundadora do Have Trunk Will Travel, declarou previamente: “Have Trunk Will Travel nunca publicou um adesão escrita, nem foi aprovado o uso de aparelhos elétricos para disciplinar ou controlar os elefantes, com exceção nas situações onde elefantes ou humanos estão em risco”.
Gary Johnson e o treinador Joanne Smith aparecem no vídeo dando choques elétricos nos elefantes.
ADI está mandando cópias do DVD para os atores e produtores do filme.
Jan acrescenta: “Eu acredito que Reese Witherspoon e Robert Pattinson ficarão horrorizados em saber ao que Tai foi submetida.”
ADI também contatou a American Humane, lhes encorajando a reavaliar o uso de animais em filmes e a declaração sendo feita por eles, que efetivamente apoia o uso de animais em performances.
Jan diz: “Como foi mostrado, o treino real acontece escondido, mas o vídeo mostra um pouco da realidade; esses elefantes aprendem esses truques vistos no filme por meio de choques elétricos. O sofrimento dos animais nunca é romântico ou divertido. As pessoas precisam pensar muito cuidadosamente antes de assistir a filmes com performances de animais, especialmente animais selvagens como elefantes. Nossa mensagem é: se você se preocupa com animais, não vá assistir a filmes em que aparecem animais fazendo performances”.
No mês passado, Anne, a última elefanta de circo britânico, foi removida do Bobby Roberts Circus depois de uma filmagem da ADI que mostrou o terrível abuso sofrido por uma elefanta idosa. Esta foi uma das várias investigações feitas pela ADI do abuso sistemático sofrido pelos animais de circo, mais recentemente a surra de elefantes no Great British Circus em 2009. Anne também foi alugada para trabalhar na televisão.

Confiram as cenas no vídeo: http://vimeo.com/23404112

Revoltante, além do boicote massivo ao filme, os responsáveis deveriam ser punidos.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo