26

maio11

Tsavkko: o governo entrega o ouro – Código Florestal e kit anti-homofobia

Eu falei que traria algo refletindo minha opinião e decepção sobre a aprovação do Código (Anti)Florestal a qual aconteceu no fim de noite de anteontem.

Na verdade nem precisei escrever, porque o irmão de consciência Raphael Tsavkko escreveu aquilo que já reflete minha posição. Aliás, ele atacou dois retrocessos dessa semana: o Código (Anti)Florestal e a suspensão, ordenada por Dilma, do kit educativo anti-homofobia (pejorativamente chamada pelos reacionários de “kit gay”).

Abaixo o trecho inicial do artigo de Tsavkko. O texto completo está no blog dele porque não quero remover parte da audiência do recomendadíssimo Blog do Tsavkko: The Angry Brazilian.

 

O governo entrega o ouro: #CódigoFlorestal e Kit Anti-Homofobia

Um argumento comumente usado por Aldo Rebelo, “Comunistas-Ruralistas” e até mesmo por muitos petistas é a de que ONGs estrangeiras, como o Greenpeace estariam à serviço do imperialismo mundial na luta contra o Código Florestal.

É a típica tática do medo, e totalmente falsa.

O Imperialismo das ONG’s ambientais

O fato de ongs estrangeiras reconhecidas prestarem seu apoio aos ambientalistas brasileiros e lutarem contra o código florestal não reflete nada além da característica mais comum da globalização, a da internacionalização da luta pelas causas ambientais (não só ambientais, claro).

O mais engraçado de quem critica a presença dessas organizações estrangeiras é que não só esquecem que muitas organizações brasileiras estão lutando pela mesma causa – dentre elas o MST – como muitos dos que criticam esta “intervenção” recebem financiamento de campanha de ongs igualmente estrangeiras!

Aldo Rebelo e o PCdoB tiveram campanha financiada peloMcdonalds, pela Coca-Cola, pelo Bradesco! Mas o Greenpeace é imperialista, a Coca-Cola é amiga, o Bradesco é o amigão dos pobres!

E sempre que questionados porque não ouvem o MST , a Via Campesina, a CPT, que se opõem ao Código Florestal, desconversam. Só sabem repetir a ladainha sobre ongs estrangeiras. Ou MENTIR sobre o projeto, agora aprovado.

Outro ponto interessante é o de apontar, por exemplo, que a Holanda, sede do Greenpeace, não tem código florestal, reserva legal e, em geral, mal possui florestas… Oras, em primeiro lugar “esquecem” da história do país, da exploração das matas por séculos, quiçá milênios, da degradação causada pela revolução industrial, pelas navegações, guerras…

E “esquecem” da própria realidade histórica do país, que criou terra para poder comportar sua população. A Holanda desafiou o mar para existir. É uma realidade totalmente alheia à nossa. Os caras criaram terra, caramba!

O Brasil possui matas que não acabam mais, uma biodiversidade única, e até o momento protegemos (ou protegíamos) essas matas, por ter a consciência de que se a Holanda, os EUA ou qualquer outro país destruiu sua biodiversidade não deveríamos seguir pelo mesmo caminho. Somos exemplo, exceção, e Aldo Rebelo e os ruralistas queríamos que fôssemos a regra.

Texto completo aqui: http://www.tsavkko.com.br/2011/05/o-governo-entrega-o-ouro.html

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo