10

jun11

Empresa australiana propõe promover o massacre generalizado de camelos como forma de conter efeito estufa

Esse ponto, ao meu ver, provavelmente é menos uma polêmica do que um objeto de repúdio quase generalizado, uma vez que mesmo muitos onívoros irão discordar completamente e se revoltar, mas vale colocar aqui para mostrar como certos seres humanos enxergam os animais não humanos – como estorvos inúteis ou nocivos ou como pedaços vivos de carne.

A empresa australiana Northwest Carbon apresentou o que a Folha.com insensivelmente chama de “proposta inovadora”: usar helicópteros para promover um massacre de proporções gigantescas, assassinando toda a população de camelos selvagens da Austrália (1,2 milhões), manchando o Outback de sangue. O pretexto é conter o efeito-estufa, uma vez que cada camelo emite, por meio das fezes e flatulências, 45 quilos de metano por ano, correspondentes a 945kg de CO2-equivalentes.

Esse é o pretexto, mas é bem visível um fundo de interesse econômico: a empresa zoonazista quer o massacre para, segundo a Folha, “depois processar sua carne para elaborar alimentos para animais de fazenda ou domésticos”. Um caso excepcional fora da pecuária em que sangue e dinheiro correm no mesmo rio.

Mark Dreyfus, o secretário legislativo sobre Mudança Climática da capital australiana Camberra, diz segundo a Folha que “esta proposta está sendo avaliada pelo governo de Camberra, como parte de seu projeto para a redução de gases poluentes no setor agrícola”. Ou seja, também para ele os camelos são estorvos ambientais – estorvos cujos corpos, porém, valerão uma nota preta.

É de se perceber que, implicitamente, a Folha acaba argumentando a favor do possível zoogenocídio, uma vez que dá alguns argumentos que fazem o leitor realmente acreditar que os camelos não são seres sencientes, mas meros encostos que devem ser eliminados:

Os camelos não são só um dos maiores emissores de dióxido de carbono na Austrália, mas também causam prejuízos anuais às colheitas avaliados em mais de US$ 10 milhões.

No entanto, esse número “não inclui o custo ao meio ambiente” e o dano produzido por eles é maior “em períodos secos quando se juntam em hordas”, disse Jan Ferguson, diretora do Ninti One, organismo responsável pelo Projeto para o Controle de Camelos Selvagens na Austrália.

Os camelos, cuja população se duplica a cada nove anos, têm um instinto de sobrevivência tão desenvolvido que podem beber até 200 litros de água em três minutos e percorrer 70 km ao dia.

Sem falar que nenhum ponto contrário à matança é citado na notícia. Nem um “ah” de defensores dos direitos animais. Sequer bem-estaristas foram entrevistados.

Mais abaixo, nos últimos parágrafos, o portal explica como os camelos foram introduzidos na Austrália com o fim de serem explorados para o transporte de pessoas e cargas no Outback:

A Austrália recebeu seu primeiro camelo em 1840, um exemplar procedente das Ilhas Canárias, e depois os colonos britânicos começaram a importá-los de Índia e Paquistão.

Inicialmente foram utilizados para explorar a vasta região desértica do centro do país, já que as animais podem carregar até 800 kg.

Foi assim até o século 20, quando sua função passou a trens e veículos. Nessa época, milhares foram libertados e, desde então, se reproduzem sem controle.

Procedimentos zoogenocidas são muito comuns na pecuária, na qual massacres de milhares ou milhões de animais são considerados “necessários” para evitar a propagação de doenças originadas nas granjas e fazendas, como a gripe aviária e o mal da vaca louca. Mas pouco se viu no que se refere ao extermínio de populações selvagens, exceto animais pequenos como ratos e insetos-praga.

Se experimentarmos perguntar a alguém dessa empresa por que não assassinam em massa também seres humanos, causadores muito piores do efeito-estufa e da exaustão dos recursos naturais, esse alguém irá nos chamar de loucos, insanos, criminosos. Ao mesmo tempo em que advogam em favor do massacre de camelos. Simplesmente porque acham, no fundo de sua (a)ética distorcida, que os camelos são seres inferiores aos humanos. Que será “necessário” eles morrerem para salvar a humanidade de catástrofes de ordem climática. Assim como o nazismo se baseou em eugenia e racismo, sua versão não humana preconizada pela empresa em questão é justificada pelo especismo, por achar que o ser humano é uma espécie superior a todos os demais seres sencientes.

Na Folha.com, até o presente momento, todos os comentaristas repudiaram a proposta, um exemplo de que é provável que a maioria dos humanos australianos vá rejeitar o pretendido zoogenocídio, boa parte vá protestar nas ruas e na internet contra o nazismo não humano da Northwest Carbon e a empresa acabe desistindo da doentia pretensão.

Você mesm@ pode protestar enviando um e-mail à Northwest Carbon exigindo que desistam desse plano que poderá jorrar sangue de centenas de milhares de seres inocentes, cujo único “crime” cometido foi/é viver, no Outback australiano.

imagrs

5 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Bárbara de Almeida

junho 11 2011 Responder

Isso é, simplesmente, um absurdo! Sem maiores comentários, estou chocada com tamanha insensibilidade :O

    luciana reusing

    junho 14 2011 Responder

    hahah..muita piada…e das mais baixas..inferioridade?! inferioridade é o ser humano achar que matando esse bichos vão salvar uma hamunidade que se condena a todo dia..andem de bicicleta..plantem mais árvores..não usem seus aerosóis..eduquem seus filhos a comerem menos..e a pensar mais…afinal todo mundo produz gás metano e contibrui todos os dias para o aumento do efeito estufa..o bode espiatório são os camelos..hahah que triste destino não!! cuidem é capaz de vc “peidar” e dizimado!

Fabio Alberti

junho 11 2011 Responder

Eu li a “reportagem” da Folha e é isso mesmo, uma bostinha de texto sem noção. Já vi reportagens sobre a DANÇA DO CRÉU muito mais bem elaboradas. Uma notícia dessas, um absurdo total, que eu ainda acho que é uma grande piada babaca, uma noticia dessas não se escreve dessa maneira BUROCRÁTICA afeeee. Agora, como assim, detonar a população de bichos?? DIZIMAR CAMELOS??? E os fracassados ainda acham uma IDEIA INOVADORA????? Ahhh isso deve ser algum golpe de marketing infantil dessa empresinha de merda ae… Vou gostar de ver as fotos dos BIG ASS HOLES que comandam essa empresa bunda ae, essa NORTHMESS… FUCKING MOTHERFUCKA NORTHWEST MADAFUCKARBON… As caras deles nas fotos sendo esculachadas mundo afora, das mais diferentes formas hehe… Esses filhos da p* vao virar o papel higienico do mundo. Filhos da put@… Agora tão tirando serial killer da porr@ do CORREDOR DA MORTE e dando emprego pra eles na NORTHMESS CARBON da australia

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo