09

jun11

Portal paranaense remove reportagem antivegetariana depois de protestos dos vegetarianos

Na tarde de hoje, a reportagem do HNews (portal maringaense filiado ao jornal local Hoje Notícias) intitulada “Por uma alimentação saudável, ou nem tanto” (link original: http://www.hnews.com.br/2011/06/por-uma-alimentacao-mais-saudavel-ou-nem-tanto/), que atacava o vegetarianismo usando de diversos erros e vícios jornalísticos, foi retirada do ar depois de protestos de vegetarianos indignados.

Desde o final da tarde de ontem, quando o artigo veio ao conhecimento de vegetarianos de todo o Brasil por postagem no Twitter e recebeu daqui do Consciencia.blog.br um artigo criticando os diversos erros e vícios tanto da reportagem quanto da nutricionista que foi entrevistada pelo portal, diversos vegs comentaram na agora apagada página criticando e repudiando a propagação de desinformação promovida por tal matéria.

Dentre as informações erradas repassadas na página, destaca-se o de que haveria vegetarianos que comem carne branca (aves e peixes). Havia também contradições grosseiras, como a que conflitava o suposto déficit nutricional do vegetarianismo (“Não tem ferro, cálcio, proteína e o principal que é a vitamina B12”, dizia a nutricionista entrevistada) e a existência de vegetais provedores de ferro (“Para repor o ferro, o feijão, ervilha, lentilha são boas fontes”) e proteínas (“A soja tem muita proteína”) – com o agravante de que foi a própria nutricionista que entrou em contradição.

Chamava atenção também a indução ao erro em relação ao tratamento da anemia ferropriva. Uma moça que afirmou ter sido vegetariana entre os 19 e 21 anos afirmava que voltou a comer carne depois de um exame de sangue que teria acusado baixa de ferro no sangue e esse tipo de anemia, o que levava à compreensão que simplesmente o consumo de carne, mesmo sem medicação, poderia tratar a doença. Isso foi criticado no artigo escrito aqui no blog.

O HNews ainda censurou grande parte dos comentários, senão todos, vindos dos vegetarianos indignados que ali protestaram. Mas a reportagem não resistiu à chegada de mais e mais comentários – na verdade uma quantidade desconhecida – e foi tirada do ar.

Pela primeira vez, pelo menos até onde sei, um veículo de imprensa retirou de circulação um artigo antivegetariano. Foi a primeira vitória da população vegetariana e vegana brasileira contra a desinformação midiática que ainda espalha tantos mitos e erros sobre a alimentação sem animais e mantém muitas pessoas relutantes em abandonar permanentemente o consumo de carne.

imagrs

3 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Jessica Meireles

junho 9 2011 Responder

Fiquei sabendo da reportagem através do seu tweet e fiz questão de comentar, não vi se o meu comentário foi publicado, mas destaquei os erros que vi. Obrigada pelas denúncias diárias! E parabéns aos veg(etari)anos!

    Robson Fernando de Souza

    junho 9 2011 Responder

    Jessica, tenho quase certeza de que teu coment foi censurado lá também. Mas o que importa é que tiveram que ler um monte de comentários nossos de protesto.

    De nadinha =)

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo