04

jun11

Protesto dos bombeiros do RJ: o que o militar que reivindica dignidade merece?

Bombeiros do Rio podem ser condenados a 12 anos de reclusão

Os líderes da invasão ao quartel central do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro podem ser condenados a até 12 anos de reclusão, de acordo com código penal militar.

Segundo a Secretaria de Segurança, porém, ainda não é possível dizer qual a punição que será aplicada aos bombeiros detidos, pois a corregedoria precisa avaliar caso a caso. A previsão é de que os crimes sejam tipificados até segunda-feira.

Se enquadrados por motim, o artigo 149 do código penal militar prevê pena de 4 a 8 anos de reclusão, com aumento de um terço para os líderes.

[modo Hariovaldo Almeida Prado on]

Alvíssaras à sagrada lei penal militar da época da Democracia Militar, que protege com afinco os nobres direitos dos militares de aceitar em silêncio sua remuneração por mais baixa que seja, obedecer aos superiores sem questionar, suprimir a faculdade racional do pensamento crítico, calar a boca e engolir todos os sapos possíveis e impossíveis. Porque, afinal, militar não é civil para merecer direitos, liberdade e prerrogativas democráticas. É militar, é propriedade do Estado, é um ser submisso regido por lei datada da época do AI-5, zênite glorioso da democracia brasileira.

[modo Hariovaldo Almeida Prado off]

imagrs

1 comentário(s). Venha deixar o seu também.

porti

junho 4 2011 Responder

Isso tudo poq aquele que deveria representar o povo se negou sequer a recebe-los, os bombeiros estavam a 2 meses esperando ate q se desesperaram. Agora eu pergunto:
500 Bombas presos hj e quantos políticos safados foram presos hj?

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo