13

jun11

Vista-se: Carne de frango com arsênio

Abaixo o trecho inicial da notícia alarmante do Vista-se sobre uma substância que esconderam dos consumidores por muito tempo.

O que tem na carne de frango?

Finalmente o FDA admite que a carne de frango contem arsênio causador de câncer
Depois de anos varrendo o problema para debaixo do tapete na esperança que ninguém notasse, o FDA finalmente admitiu que a carne de frango vendida nos EUA contém arsênio, uma substância química cancerígena que é fatal em doses elevadas. Mas a verdadeira história é de onde vem esse arsênio: Isso é adicionado à ração dos frangos de propósito! (é “fermento” para o crescimento dos galináceos).

Pior ainda, o FDA diz que a sua própria pesquisa mostra que o arsênio adicionado à ração acaba na carne do frango, onde é consumido pelos seres humanos. Assim, nos últimos sessenta anos, os consumidores americanos que comem frango convencional engoliram arsênio.

Até esse novo estudo, tanto a indústria de aves como o FDA negavam que o arsênio fornecido aos frangos permanecesse em sua carne. O conto de fadas contado para nós durante sessenta anos era a desculpa de que “o arsênio é excretado nas fezes das aves. “Não há base científica para fazer uma afirmação dessas… É só o que a indústria avícola queria que todos acreditassem”.

Mas agora a evidência é tão inegável que o fabricante do produto conhecido como Roxarsone de alimentação avícola decidiu retira–lo das prateleiras. E qual é o nome deste fabricante que colocou arsênio na alimentação de frango durante todos esses anos? Pfizer, é claro, – a mesma empresa que fabrica as vacinas contendo adjuvantes químicos que são injetados em crianças.

Leia aqui a notícia completa

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo