07

jul11

Marcha pelo Estado Laico, dia 21/08 em São Paulo (2ª chamada)

Este post é a segunda chamada para a Marcha pelo Estado Laico em São Paulo. A cada semana postarei mais chamadas, sendo posts idênticos a este.

Amig@s leitoræs, dia 21/08, em São Paulo capital, será a oportunidade de levantar ao Brasil uma voz pelo respeito à laicidade do Estado brasileiro, nesta época em que tantos políticos vêm violando essa laicidade para levar adiante iniciativas discriminatórias em nome da religião.

Como exemplos:
a) o PLC122/06 (Lei Anti-Homofobia) e o kit didático anti-homofobia, vêm sendo alvo de investidas de religiosos que põem homofóbicos dogmas cristãos como obstáculo a essas iniciativas que pretendem tanto dar direitos aos LGBT como conscientizar os adolescentes no que tange ao convívio pacífico e igualitário entre heterossexuais e homossexuais;

b) um juiz goiano que é pastor da Assembleia de Deus tentou impugnar a união civil de um casal conterrâneo por inspiração puramente religiosa;

c) Dilma Rousserra, por pressão chantagista da bancada evangélica, suspendeu com motivos nada técnicos a distribuição do kit didático anti-homofobia nas escolas brasileiras;

d) um deputado quer tornar obrigatória a ostentação de crucifixos católicos em todas as instituições de ensino, públicas ou privadas, do estado de São Paulo, com motivos de requinte ateofóbico;

e) a Câmara Municipal de Montes Claros/MG andou homenageando uma igreja por motivos nada ligados ao interesse social, com direito a manifestação de ateofobia por parte do vereador que idealizou a tal homenagem;

f) manifestações diretas ou indiretas hostis a ateus por parte de pessoas de altíssimo escalão da política brasileira (Dilma Rousserra, José Serra e Geraldo Alckmin);

g) o Brasil tem uma das legislações relativas a aborto mais atrasadas do planeta, em razão da pressão religiosa que emperra qualquer discussão política séria sobre o tema.

Leiam o texto abaixo que vem com mais detalhes sobre a necessidade de ela acontecer:

O Brasil é um Estado Laico, isso é, um Estado sem religião oficial, que não prega nenhuma religião, sendo esta de livre escolha de seus cidadãos. O termo laico remete-nos, obrigatoriamente, à idéia de neutralidade, indiferença.
O grande problema é que recentemente a religião tem interferido na política e em outras areas de uma forma assustadora. Recentemente o juíz de Goiás Jeronymo Pedro Villas Boas anulou uma união estável entre pessoas do mesmo sexo e disse que “agiu por deus”. Outro caso que chama a atenção também é um projeto de Lei criado pelo prefeito Eduardo Paes no qual torna o ensino religioso algo obrigatório em cerca de 1.063 escolas municipais da cidade do Rio de Janeiro, o que poderia fazer alunos de religiões minoritárias serem discriminados, já que possivelmente só iriam ministrar aulas de cristianismo.

Discussões sobre aborto, liberdade religiosa, união civil entre pessoas do mesmo sexo, descriminalização da maconha e etc deveriam, dentro desse contexto de laicidade, ser discutidos sem a argumentação embasada em escrituras religiosas.
Por isso convocamos pessoas de todas as religiões a manifestar o nosso desejo de um Estado Laico de fato. Judeus, Budistas, Umbandistas, Católicos, Evangélicos, Espíritas e pessoas de todas as outras religiões estão convocados, assim como ateus, agnósticos e pessoas que não tem religião. Por um Brasil Laico de fato.

A marcha está marcada para 21 de agosto, um domingo, a partir das 14h, em São Paulo capital, com concentração no Colégio Objetivo, na Avenida Paulista. Confirme aqui sua presença.

Assim como aconteceu como a(s) Marcha(s) das Vadias, promete ser a mãe de muitos outros protestos de igual temática por todas as capitais brasileiras.

imagrs

2 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Marcelo Gerald

julho 20 2011 Responder

Olá por favor coloque a data correta da marcha. Ela acontecerá dia 21 de agosto. Confira: http://marchaestadolaico.wordpress.com/ ou no Facebook

Bárbara de Almeida

julho 9 2011 Responder

Quando comentei sobre o assunto no face, veio uma garota que eu nem conhecia dizer que estava sendo “evangelicofóbica”… Bom saber que nem tudo está perdido Robson. Se eu morasse em SP, certeza que iria!

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo