09

jul11

Resposta a vídeo intitulado “Deixe de ser vegetariano, consuma produtos de origem animal”

O vídeo acima tenta incentivar o consumo de carne (especificamente a vermelha) usando de argumentos bem fraquinhos. É difícil crer que alguém vai voltar a consumir carne graças a ele.

Mas para debelar essa atrapalhação que o vídeo tenta fazer na conscientização coletiva pró-veg(etari)anismo, vale respondê-lo com algumas refutações e questionamentos. Abaixo minhas respostas correspondentes a cada trecho do vídeo.

0:15-0:36 – Situações lamentáveis precisam ser expostas porque a pecuária e pesca, tanto intrinsecamente como em seus métodos, são 100% lamentáveis.

0:37-0:58 – Servem documentários de defesa animal, vídeos de câmera-escondida de granjas, fazendas e matadouros e conhecimentos básicos de zootecnia e zoologia rural pra se ter o contato bastante com a pecuária e seus métodos? Serve também ser contra a exploração animal em sua essência?

0:59-1:24 –
1. O Brasil foi uma colônia relativamente próspera pra Portugal graças a mais de 350 anos de trabalho escravo humano. O escravo foi o motor da economia brasileira por todo aquele tempo. Deveríamos manter a escravidão humana por isso?
2. Essa contribuição econômica vinda do agronegócio, que o vídeo glorifica, é calcada na desigualdade social extrema (latifundiários X pequenos camponeses, sem-terra, peões e boias-frias), na exploração trabalhista, em desmatamento intensivo e, em última análise, no império do medo que inúmeros latifundiários, políticos ou não, impõem em suas localidades.

1:25-1:30 – Mas não são os únicos alimentos que contêm tais nutrientes.

1:31-1:37 – Em compensação, contém colesterol, gordura saturada em alta quantidade e carcinógenos que são ativados ao assá-la ou fritá-la, substâncias essa cuja ingestão podemos evitar com o vegetarianismo. O ferro, por sua vez, existe até no feijão nosso de cada dia.

1:38-1:47 – O ferro, por sua vez, existe até no feijão nosso de cada dia. [2]

1:47-2:03 – Nada que o vegetarianismo estrito não proveja.

2:04-2:15 – Bem-estarismo não importa para os vegetarianos pelos animais. O que lhes importa de fato é que a escravidão animal seja abolida. Forçar um escravo a trabalhar sem chicotadas não é mais ético do que forçá-lo com chicotadas.

2:16-2:25 – Ninguém precisa de carne pra ter vida saudável e disposição, pelo contrário. Largar a carne é um dos fatores que melhoram nossa saúde.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo