14

jul11

Tortura em nome da ciência (Parte 58)

Essa vem do Terra: cientistas do Departamento de Vacinas e Diagnósticos da Novartis e da Universidade de Florença (Itália) causaram meningite, que é uma doença grave que pode danificar o cérebro e matar, em ratos, usando várias cepas dos meningococos B.

54 imunógenos diferentes foram testados em ratos, que foram infectados em seguida com os meningococos. Fases posteriores selecionaram os melhores imunógenos até chegarem num tipo melhor que prevenia cerca de 300 cepas de meningococos B.

Não foi divulgado na notícia qualquer número relacionado à eficácia da vacina – em quantos porcento das vítimas dos cientistas a meningite foi contida em todas as suas cepas, em quantos porcento a vacina falhou e ocasionou a morte dos animais, quantos animais foram explorados e quantos foram mortos pela doença etc. Mas a ideia que temos é que, dada a quantidade de cepas de meningococos B usadas, muitos foram os animais explorados e infectados com a meningite, e também numerosos foram os que morreram com a doença, uma vez que alguns imunogênicos funcionaram menos que outros.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo