18

ago11

Caso “Profeta da Nação”: RedeTV! e Igreja Int. da Graça de Deus processadas

Há alguns meses um vídeo, divulgado como denúncia por ateus como Sottomaior, eu e Yuri Grecco, mostrava o programa “Profeta da Nação”, em que um pastor de nome João Batista criminosamente disparava ofensas explícitas contra quem não acredita em Deus. Nossa incitação à denúncia judicial teve resultado, e agora o Ministério Público Federal moveu, em São Paulo, uma ação civil pública intimando a RedeTV! e a Igreja Internacional da Graça de Deus a se retratarem perante os ateus, claramente caluniados, difamados e injuriados pela declaração de ódio da parte do pastor.

Paulopes fala:

O procurador Jefferson Aparecido Dias, dos Direitos do Cidadão, disse que pediu a Justiça o dobro de tempo que o religioso usou nas ofensas para que se desculpe com quem não acredita em Deus.

Ele afirmou que a emissora e a igreja desrespeitaram a Constituição segundo a qual o Estado brasileiro é laico e que a todos está assegurada a liberdade de crença.

Até agora, a Rede TV! e a igreja não se manifestaram sobre a decisão do Ministério Público. Eles deverão aguardar a decisão da Justiça.

A mobilização dos ateus contra José Luiz Datena e o “Profeta da Nação” torna-se um marco histórico do deslanche da luta pública dos ateus contra o preconceito, contra o ódio, contra a discriminação vinda de religiosos que não aceitam a existência de pessoas que não creem no seu deus nem em nenhum outro.

Vislumbro com sorriso no rosto um futuro próximo em que os ateus começarão a ver como ponto em comum entre si o status de alvo de preconceitos diversos e impunes e se integrarão em associações de combate ao preconceito – como a ATEA e muitas outras que poderão surgir -, e a luta contra a ateofobia terá tanta notoriedade quanto a ascendente militância contra a homofobia.

imagrs

4 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Daniele

fevereiro 29 2012 Responder

Pregação ofensiva apagada. Aqui não é lugar pra quem apoia um criminoso de ódio e faz pregações ofendendo quem não crê nos dogmas cristãos.

RFS

    raphael mendes

    abril 21 2012 Responder

    existem dois caminhos um é o de Deus, quem não está nele, está no outro.

      Robson Fernando de Souza

      abril 22 2012 Responder

      O outro caminho é o da liberdade de crença e descrença. E desfruto muito bem dele.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo