24

ago11

Quatro anos de vegetarianismo

Fonte do bolo vegano: http://asliceofwonderbread.blogspot.com/2011/05/friday-night-fiesta.html

Hoje é um dia um tanto especial. Hoje fazem exatos quatro anos que comi minhas primeiras refeições sem derivados de origem animal. Há quatro anos, em 24/08/2007, eu havia acordado vegetariano.

Não quero cantar qualquer superioridade, mas meu caso de vegetarianização estrita abrupta não é tão comum, uma vez que eu não passei pela fase lacto ou ovolactovegetariana, nem precisei de nutricionista para obter uma alimentação saudável e saborosa.

O ato de se tornar vegetariano é uma autêntica revolução pessoal, em que a convicção ética, incluído nela o respeito aos animais não humanos e ao meio ambiente consegue criar uma força de vontade tão poderosa que supera anos e anos de prazer gustativo viciado, tradição alimentar e apego comparável ao religioso aos mitos pró-creófilos e antivegetarianos que “justificam” a “necessidade” do consumo de carne. Em outras palavras, é como uma pessoa se libertando de uma denominação religiosa fanatizadora e aderindo ao livre pensamento.

É de se destacar aqui, porém, que, ao contrário do que nós tanto desejamos – transformar as pessoas e poder bater no peito dizendo que “consegui conscientizar e vegetarianizar N pessoas” -, a conscientização alimentar é algo que nasce de dentro para fora. No entanto, as ações educativas externas são fundamentais, porque infiltram na consciência do indivíduo e amolecem as resistências irracionais ao ato de refletir e autotransformar-se até o ponto em que o indivíduo decide quebrar a autorresistência com suas próprias “mãos”. Sem influências externas, é praticamente impossível uma mudança de atitude, uma vez que nesse caso não há oportunidade de confrontar suas próprias crenças e ideias com as trazidas por outrem.

O #odeiorodeio de ontem e hoje (farei artigo nos próximos dias sobre o twitaço e a reação #amorodeio) e essa reportagem me foram grandes presentes nesse veganiversário =)

A quem ainda acha que algum dia vou voltar a comer carne e outros derivados animais, fica a mensagem:

Meu veg(etari)anismo é um ser, não um estar. Regimes dietéticos são temporários, mas consciência é para toda a vida. Voltando a comer frutos de exploração animal (se bem que isso se tornar vontade minha é uma hipótese irreal), eu estaria traindo:
– os animais não humanos que são dados à luz para interesse alheio, roubados de suas mães, torturados com mutilações e queimaduras, confinados em cercados (ou granjas) e mortos violentamente;
– o meio ambiente, que tanto sofre com a monstruoso impacto ambiental da produção de alimentos de origem animal;
– todas as minhas amigas, amigos, colegas e leitoræs que compartilham comigo a consciência veg(etari)ana;
– e também a mim mesmo, por ter permitido que um prazer irracional e inconsequente derrotasse a ética, o respeito e a empatia que solidifiquei e transmiti ao longo de todos esses anos.

Gosto alimentar é temporário, mas convicção ética, consciência e empatia duram até mesmo depois de nossa morte. Portanto, quem ainda acredita que um dia vou retroceder em minha alimentação, desista de esperar.

imagrs

10 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Bianca

setembro 28 2011 Responder

Parabéns pelo texto, já estou no meu terceiro ano veg heeheh…só faltou uma coisa…a receite desse bolo aí =/

Vanessa

setembro 5 2011 Responder

Hoje é a primeira vez que leio seu blog, só acompanhava o twitter e o tumblr. Gostei muito do que você escreve, vou passar por aqui mais vezes =D

Gostei desse post porque eu também sempre comemoro meu aniversário de vegetariana. Hoje faz 3 anos, 6 meses e 21 dias que não como carne, haha. Como você diz, consciência é pra vida toda. Quando eu descobri que o consumo de carne ia contra tudo o que eu defendo, simplesmente não consegui mais comer. E não pretendo, nunca mais.
Acho incoerente continuar comendo ovos leite, mas ainda não consegui parar. É meu objetivo a médio prazo xD

Parabéns pelo blog!

    Robson Fernando de Souza

    setembro 5 2011 Responder

    Obrigado, Vanessa =) Seja bem-vinda, e volte sempre =)

    bjão

Robson Fernando de Souza

agosto 26 2011 Responder

Valeu Cristiano e Roberto =) Abração

Roberto

agosto 26 2011 Responder

Parabéns, cara!
Virei vegano faz pouco tempo e é bom ver o seu exemplo pra dar forças.

Cristiano voltz pinnow

agosto 26 2011 Responder

Parabéns pelo seu Blog.Conheci ele hoje e gostei muito das matérias e dos textos,bem escritos e diretos.

Bárbara de Almeida

agosto 25 2011 Responder

Parabéens Rob! Muitos veganiversários pela frente!

Não canso de ler seu blog :D

    Robson Fernando de Souza

    agosto 25 2011 Responder

    Valeu Bárbara =)

Douglas Vergotti

agosto 25 2011 Responder

Parabéns pelo marco, Robson.

E o seu blog tem um conteúdo sólido e coerente nessa luta pelos direitos dos animais e por uma vida mais ética.

Agora que descobri este espaço, serei um visitante assíduo.

Grande abraço.

    Robson Fernando de Souza

    agosto 25 2011 Responder

    Valeu, Douglas =) Volte sempre que vc sempre irá encontrar conteúdo de muita qualidade, sejam posts novos sejam os dos arquivos do blog.

    Abração

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo