16

set11

Exercício intelectual: vivissecção humana X vivissecção animal

Assistam ao vídeo abaixo e percebam como a monstruosidade da experimentação humana involuntária na Guatemala nos anos 40 se assemelha tanto à igualmente tortuosa experimentação animal não humana.

Vivissecção humana na Guatemala:
– Infectou-se pessoas com doenças
– Objetivou-se testar a eficácia de um medicamento
– Pessoas usadas como cobaias não sabiam que estavam sendo infectadas
– As pesquisas “violaram os aspectos éticos mais básicos”
– Causou-se sofrimento e até morte sem o consentimento das vítimas

Vivissecção não humana:
– Infecta-se animais com doenças
– Objetiva-se testar a eficácia de medicamentos (muitas vezes nem mesmo isso, mas sim testar as consequências de estresse, consumo de álcool e drogas ilegais etc.)
– Os animais usados como cobaias não sabem que estão sendo infectados (eles não têm como saber que os seus carcereiros são os causadores de suas doenças)
– As pesquisas violam os aspectos éticos mais básicos dos Direitos Animais
– Causa-se sofrimento e morte sem o consentimento das vítimas

Se uma é uma monstruosidade, por que a outra necessariamente não o é também? Fique com essa pergunta para pensar.

imagrs

2 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Gabriela Gallas

março 25 2012 Responder

Ótima analogia. Vejo por aqui que tu és um ser humano bem informado sobre as causas animais e realmente interessado em lutar por elas. Meus parabéns e necessitamos de gente assim no mundo! =)

    Robson Fernando de Souza

    março 25 2012 Responder

    Obrigado, Gabriela =)

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo