27

out11

Cidadãos protestam no canteiro de Belo Monte, e comentários da Folha são lotados por reacionários

Obs.: Este post pode estar carregado de muitos juízos de valor, embora eu tenha me abstido de expressar emoções revoltosas que emanaram de mim ao ler os comentários nele listados.

A manhã de hoje foi marcada pela ocupação do canteiro de obras da usina mais repudiada do mundo – Belo Monte – por cidadãos indígenas e urbano-rurais.

Não houve resistência dos seguranças da obra à entrada dos manifestantes, e os operários não apareceram para trabalhar. Com isso a obra(da) que ameaça prejudicar as culturas do Xingu e inundar mais de 500km² de floresta está parada.

Segundo Eden Magalhães, secretário-executivo do Conselho Indigenista Missionário (Cimi), há 600 pessoas na manifestação, o que inclui indígenas, pescadores, moradores da região e estudantes. Os  cidadãos exigem a presença de algum integrante do governo federal no local da obra, para principiar algum diálogo, e pedem a suspensão definitiva das obras.

Enquanto cidadãos indígenas, negros, brancos e mestiços estão neste momento lutando pelo respeito ao meio ambiente e às culturas do Xingu, outras pessoas, que, ao que parecem, tiveram uma péssima educação básica em ciências humanas (História, Geografia, Sociologia e Filosofia), estão também protestando nos comentários da notícia da Folha.com (de onde obtive o fato acima). Mas, por sua vez, contra os indígenas e as ONGs internacionais que estão lutando contra Belo Monte.

Abaixo uma amostra dos comentários em questão, que destilam reacionarismo, racismo, etnofobia, xenofobia, fascismo, etnocentrismo, paranoia, egoísmo, apoio cego ao capitalismo/desenvolvimentismo predatório e tudo o mais que ameaça a integridade da biosfera, incluída nela a humanidade:

Os indios que se mudem.. simples.

———

Que nada, esses indios não tem nada de aculturados. Têm laptop e os cambaus. Sabem que são “tutelados” pela União e aproveitam disso p/barbarizar em prol de seus interesses. Até facãozada já deram em representante do governo e ficou por nada. Interrompem estradas, invadem repartições, sequestram funcionários e nada lhes acontece. O que agora estão querendo é simplesmente $$$$$$$. Sabe o que é isso? Eles sabem. Vejam o ex.dos caiapós. Está na hora de enquadrar essa turma.

———

A deixar por conta dessas ONGs que incitam esses pobres Indios ignorantes (sic), o Brasil ficará deitado etenamente em berço explendido. Até que consigam o que realmente planejam “Internacionalizar a Amazônia”

———

É claro que os indios defendem suas moradias, mas é só ir para outro lugar.

———

KKk Índio com crachá, só no Brasil. Vão arrumar uma roça e uma enxada pra arar monte de preguiçosos!!!

———

É isso aí, cara-pálida. Nós somos indios, mas não somos bobos. Queremos é moleza. Acha que queremos arco, flecha e tanga. Sai, meu. Queremos SUV importada, laptop, GPS, Skygato, iphone, ar condicionado e os cambaus. Quem gosta de mato é muriçoca, onça e jacaré. Aliás, gostamos dessas ONGs que aparecem por aqui e fazem todo tipo de ro lo com a gente. Entrando cascalho, que mal tem ? Os ecochatos até acreditam em nós. Que se dane o desenvolvimento do país !

———

Esses vagabundos dos índios só querem ganhar cestas básicas, bolsa família do governo e dinheiro das ONGs. Então quando as ONGs chamam, eles se pintam como se fossem selvagens para aparer na TV. Já vi grupos deles no saguão de aeroportos…

———

Cambada de índios sem noção.

Belo-Monte precisa ser construída, sim!

———

Espera-se que manisfestações de índios não travem a obra de Belo Monte e nem que esses desocupados tenham suas absurdas exigências atendidas pelo governo brasileiro. Indios não tem inteligência para promover manifestações e por trás deles há ONGs – provavelmente estrangeiras – querendo pressionar o governo do Brasil via indiarada à desistir de Belo Monte. Já tivemos a desastrosa decisão do STF de ceder Raposa Terra do Sol a esses caras que não produzem nada! Decisão ao romãntico STF, nem pensar.

———

Coloca esses indios para trabalharem, só querem andar em picapes último modelo,vender as reservas de ouro e madeira de suas terras e depois beber cachaça com o dinheiro. Essa forma de proteção na verdade é discriminação. Coloquem eles para fazerem jus ao pão de cada dia como qualquer brasileiro. A terra não pertence só aos indios, a terra pertence a todos. Quando fazem um movimento como esse não estão querendo proteger nada além de se próprios bolsos.

———

Em vez de acender a luz da sua casa, vai morar no meio da mata junto com os índios.

———

Se os índios continuarem com esta atitude, o governo tem que cortar qualquer tipo de ajuda que lhes proporciona, pois eles claramente não querem contribuir para o desenvolvimento da nação, então porque nós que moramos em cidades temos que ver os impostos que nos são cobrados enviados em parte para eles, quer seja em saúde, educação, projetos sociais ou outros incentivos.

———

Bloquear o progresso de um país por causa de um punhado de aborígenes. Esses silvícolas não produzem nada, vivem do extrativismo, da caça e pesca, estão à beira da extinção por causa dessa falta de vontade de trabalhar, de progredir.

Índio bom é indio em museu, de preferencia embalsamado.

———

Algumas centenas (sic) de pessoas não podem inperrar (sic) o futuro do Brasil e a vida de milhoes de brasileiros. O politicamente correto ja ultrapassou a barreira do absurdo.

———

Por que sera que todos os paises desenvolvidos do mundo acabaram com os indios no seculo dezenove!!!.Talvez uma visão de como essa gente atrasaria o desenvolvimento de um pais a troco de baboseiras…

———

O BRASIL NECESSITA DA ENERGIA DE BELO MONTE. OS INDIOS TEM QUE SER ORIENTADOS E TOLERANTES COM O ESTADO. SACRIFICIO DE ALGUNS, PARA O BENEFICIO DE MUITOS.

———

Já disse, vai morar no meio do mato e não reclama. Aqui é Brasil, e precisamos de energia elétrica. Não são os índios que mandam.

———

Estas ONG’s que fazem as cabeças dos nossos índios, em sua maioria, são ONG’s internacionais financiadas por seus governos de origem que querem mais é frear o crescimento do Brasil.

Porque estas ONG’s não vá lá pra porta da Casa Branca protestarem contra a não adesão dos EUA ao protocolo de Kioto?

Porque estas ONG’s não vão bater a porta do parlamento Europeu protestarem contra a matança discriminada dos golfinhos na Noruega e Baleias no Japão?

 ———

 Indio! mas, já não foram eles os donos de tudo isso um dia? Deveriam ter tomado conta lá no início, antes de pensar em se vender por pouco. Respeito muito o meio ambiente, contudo, verdade seja dita, não há o que pare o progresso, tampouco aquilo que é ganho (propina) para se fazer uma obre dessa magnitude. Como dizia o inexorável Raul: a solução pro nosso povo eu vou dar, negócio bom assim ninguém nunca viu…

 ———

Indio é sinonimo de vagabundagem, rapinagem, alcolismo, não servem pra nada.

 ———

OS IDIOS (sic) VAO CONSEGUIR QUE O BRASIL SEJA CONDENADO NA CORTE INTERNACIONAL E QUE DEEM PARA ELES O TERRITORIO QUE VIVEM CRIANDO UM NOVO PAIS SOB A TUTELA DA ONU. TEM GENTE A DORMIR PENSANDO QUE ESSAS IDEIAS DE LUTAR VEM APENAS DELES, SAO MANIPULADOS POR ONGS INTERNACIONAIS QUE ESTAO NO BRASIL A SERVIR OS INTERESSES DO PAIS DELAS. COMO BRASILEIROS SE FAZEM DE INOCENTES, QUANDO PERCEBEREM JA SERA TARDE DEMAIS

 ———

Pra uns, bater pedra é melhor mesmo….

 ———

Deixem esses índios-ongueiros terem seus 15 minutos de fama.

A usina será construída. Ninguém vai parar uma obra desse tamanho, com a repercussão no desenvolvimento de produção de energia que terá, por causa de meia dúzia de ongueiros tolos. Engraçado como essa gente se preocupa com a Amazônia e ficam caladinhos nos países deles.

 ——— 

Já estão apelando…

Patético… “Uga-uga”…

———

Atitudes amparadas e fomentadas por ONGs irresponsáveis que, a título de “proteção” a vida primitiva dos índigenas pode condenar o Brasil todo as cavernas. Pena que temos um governo populista atualmente e tivemos um co var de anteriormente, que não tomam providencias urgentes.

 ———

Huummmm !!!! Índio que usa crachá !!!! Muito estranho. Devem ter seus IPads, suas caminhonetes Hilux, e demais brinquedinhos de branco.

Tam mais é que sentar o c-o-u-r-o nesse b-a-n-d-o de va-ga-bun-dos.

 ———

Fico feliz que a usina será construída e gerará energia para o país, para uma parcela da população que ascende a bens de consumo, legitimamente; não importa quantos idiotas-ongueiros queiram o contrário. Energia de que tb se utilizarão esses mesmos idiotas, quando forem à internet proferirem comentários bobos e desprovidos de lógica, pois a energia é democrática, rsrsrs (in)felizmente…

 ———

Estão manipulando os nossos índios.

 ———

A Amazonia é a região mais rica em minerios do mundo. Todas as gue rras no mundo são por conta de minerios que os ricos(?) não possuem. O Art 231 da CF88 foi colocado para criar este conflito com os indios e fazer a nação indigena sob controle da ONU. Tudo criado na constituinte de 88 sob lobby estrangeiro e ONGs pagas por gringos como WWF, Greenpeace, ISA, Internacional conservation e os brasileiros engoliram. Vamos perder nossas riquezas. Belo Monte permite o desenvolvimento, daí a guerra.

 ———

A PF deveria identificar esses ongueiros, descer a borracha neles, e expulsarem do país.

 ———

Esse negócio de índio ser inimputável,

dá Nisso.

 ———

Eu sou a favor de mandar esse pessoal escolher: ou vai para o mato de vez, viver como índio de verdade,

ou vem “para o mundo dos brancos”.

Em um caso ou outro, não vejo NENHUMA justificativa para serem “inimputáveis”, mais uma “casta de coitadinhos-protegidinhos”

que vivem “por aí”, andando de SUV importada e andando de avião (quando convém)e “indiozinho” quando convém…

Chega de super proteger!

Assumam direitos E DEVERES, COMO TODOS.

Essa conversa “politicamente correta” já cansou.

 ———

Como animalzinho algum consegue frear mais as construções de hidrelétricas, apelaram para esses coitados chamados de “índios”, somente na cabeça de antropólogos e gringos existem índios. Possuir energia é caminhar para a evolução e ter controle sobre as coisas, e muitos governos lá fora não querem isso.

 ———

 Todos índios de “araque” depois de uma boa maquiagem, dançando e cantando a soldo da Inglaterra e demais potências, interessadas em desmembrar a Amazônia do Brasil. O resto é babaquice dos pseudo verdes, que não sabem nem diferenciar uma bananeira de uma palmeira.

Eis a “Cidade das Aflições” dos anti-indígenas e antiambientalistas. Se dependesse deles, toda a população indígena brasileira teria sido exterminada, e os sobreviventes assimilados à força.

Digo “Cidade das Aflições” em alusão ao capítulo do livro O mundo assombrado pelos demônios, de Carl Sagan, em que ele descreve dezenas de cartas reacionárias que recebeu em resposta a um estudo seu sobre a improbabilidade da existência de extraterrestres com a imagética descrita/imaginada pelos ufólogos.

Ao meu ver ainda sociologicamente leigo, isso é resultado da desastrosa educação básica que há no Brasil, o que inclui também escolas privadas de mensalidades caríssimas. Nem mesmo escolas “de elite” estão conseguindo formar pessoas comprometidas com a ética e o respeito ao próximo. No final, desde a mais precária e arruinada escola pública até a mais “conceituada” escola particular acabam formando isso: indivíduos cheios de ódio ao diferente, que não sabem o valor intrínseco que cada cultura tem, que não aprendem o básico valor do respeito e da tolerância. Pessoas que acham que o planeta gira em torno de sua cultura/raça/nacionalidade/gênero/religião/orientação sexual/classe socioeconômica – ou, em outras palavras, em torno delas próprias. Gente que, se tivesse poder político em mãos, empreenderia ditaduras cruéis e grandes genocídios para satisfazer os interesses de sua categoria étnica/racial/nacional/religiosa/classista/sexual.

O que me conforta é que, para os seiscentos cidadãos que neste momento estão em Belo Monte exigindo a paralisação da mais mundialmente condenada hidrelétrica do mundo, a opinião dos reacionários não vale absolutamente nada e representa apenas mentalidades atrasadas e péssima e duvidosamente educadas.

Atualização (28/10/11, 01:00): Denuncie os comentários que expressam racismo contra indígenas à Justiça!

imagrs

5 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo