01

nov11

“Moedor de porco”: pegadinha do SBT escancara verdade por trás da produção de carne #diamundialdoveganismo

Quem diria que o SBT traria uma pegadinha de conteúdo altamente educativo e (in)formativo… No último domingo, o Programa Silvio Santos, do SBT, passou a câmera escondida “Moedor de Porco”, em que leitões eram postos num falso moedor de carne – que na verdade é uma caixa oca e aberta no fundo e tem uma moça embaixo para pegar o porquinho e dar a linguiça – e “transformados” em linguiça.

Fora terem usado leitõezinhos para fazê-la, essa pegadinha foi sensacional. Não por ter sido engraçada, mas por escancarar aos onívoros a verdade sombria e essencial por trás da carne gostosa que comem.

Os clientes sentiram um prazer gustativo ao experimentar a amostra grátis de linguiça e desejavam levar aquela linguiça tão saborosa para casa. Não ligavam mentalmente aquele pedacinho de carne processada ao fato de um animal ter sido morto para sua produção. Mas a ficha lhes caiu quando Ivo Holanda mostrou que toda carne exige que se mate um animal: prontamente recusaram levar para casa aquela até então “inocente” linguiça e reagiram com indignação à “produção” da linguiça.

O SBT não é nenhuma primazia em cidadania e educação – até porque negligencia gravemente a função socioeducativa que a televisão deveria ter -, mas essa pegadinha, que escancarou a realidade inexorável da indústria da carne, foi mais educativa do que muito Show do Milhão.

imagrs

15 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Lia

novembro 24 2011 Responder

Robson, eu assisti esta pegadinha e olha q raramente assisto tv. Achei ela genial…na hora da suposta morte do porquinho, o Ivo até apanha…q ironia não!! Obrigada!

Renan

novembro 12 2011 Responder

“Não! Vai matar o porco?” “Mas essa é com bicho?” Infelizmente esse é o pensamento da maioria das pessoas que comem carne.

Livia

novembro 2 2011 Responder

O que me deixa mais abismada é a reação das pessoas. Fico imaginando de onde elas pensam que a carne delas vem…

    Carolina

    novembro 5 2011 Responder

    Pensei exatamente o mesmo!!

Mariane

novembro 2 2011 Responder

Gostei do comentário e do vídeo.
É importante que as pessoas se conscientize de que de onde vem REALMENTE o alimento que ela consome, o que ACONTECE antes de chegar ao comércio. Estou na luta para me tornar vegana, sei que chegarei lá tão logo.
É uma decisão tomada por mim, diante de muita reflexão… Usar um comparativo carnívoro é meio sem noção. Porque leões são carnívoros.
Não somos carnívoros. Podemos sobreviver sem carne tranquilamente. É somente uma questão de decisão.
Afinal, você é o que você come.

p.s. a mulher no final do vídeo ficou indignada, bateu no cara e ainda o xingou, mais continuou mastigando a linguiça…….. tosco.

Mirella

novembro 1 2011 Responder

Pois Zé… eu quero jogar um jogo com vocês, vamos nos perder na Savanah Africana e ver o que os leõeszinhos vão pensar quando encontrarem a gente lá…

_Ah que fofo esse humano, cuti cuti…

DEMAGOGIA… essa é a minha opinião… quer “proteger” um ser? Não use nenhum produto de origem animal, NENHUM.

Algumas pessoas me perguntam: você comeria seu cachorro?
Não, eu não comeria meu cachorro, e assim como humanos, não é só a espécie que importa, e sim o seu significado, eu não mataria meu pai, minha irmã, algum amigo, mas com certeza eu sei que sou capaz de matar qualquer outro “humano” da MESMA espécie que tenha um significado diferente para mim.

Quer partir do princípio vida? Não coma alface também, eles até “respiram”…

Vinicius

novembro 1 2011 Responder

O problema dessa amostra, foi o alto grau em que o humano foi cultivado e racionalizado.Isso não é bom, muito pelo contrário.Haverá o dia em que o ser humano terá vergonha de nascer e sua vida será uma tentativa de provar que merece que viver.
O problema de que a consciência se tornou o maior problema do homem(recomendo ler Dostoiévsky para entederem melhor, Nietzsche vai bem também).

Eu comeria super de boa, comeria ali mesmo, sou um selvagem e não nego.

    Robson Fernando de Souza

    novembro 1 2011 Responder

    Isso tudo só por causa de uma coisa chamada Ética?

Aurelio Coelho

novembro 1 2011 Responder

hehehehehheehheheh

Na hora que é necessário encarar a realidade, o porquinho `vira` um animalzinho bonito. Na hora de comer, ninguém lembra.

Thays Ribeiro

novembro 1 2011 Responder

Adorei o post!
Eu fiz essa mesma reflexão…
Uma boa situação p/ refletirmos sobre o consumo de carne.

Abraço,
Thays.

    Robson Fernando de Souza

    novembro 1 2011 Responder

    Valeu Thays =)

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo