19

dez11

[OFF] Vem aí uma enorme bagunça no transporte público recifense

Os terminais integrados do SEI eram originalmente planejados para trazer mais comodidade e rapidez para o transporte público do Recife e região metropolitana. Mas isso pode mudar no mês que vem: ao invés de comodidade e rapidez, um terminal SEI que está para abrir trará inconveniente e lentidão.

Isso porque, segundo denúncia do blog Mobilidade Urbana, do Diariodepernambuco.com.br, o Grande Recife Consórcio de Transportes quer centralizar quase todas as linhas que levam o Ibura e o Ipsep ao centro da cidade no terminal Tancredo Neves, construído ao lado do viaduto e da estação ambos do mesmo nome, e para isso vai extinguir todas as linhas originais (exceto talvez o Vila da Sudene). Outra grande mudança para pior será o desmembramento da linha Candeias/Dois Irmãos, atualmente a única linha de acesso direto de Jaboatão e Zona Sul do Recife para Dois Irmãos e a UFRPE.

A perspectiva com essas mudanças é que vá aumentar bastante, em vez de diminuir, o tempo de deslocamento do Ibura e Ipsep para o centro da cidade e que, também muito temido, todos os usuários que se deslocam do Ibura e Ipsep ao centro passem a ser tratados como sacos de batata, já que terminais integrados do SEI, ao menos nas linhas principais, são garantia de ônibus e trens superlotados e é conhecidamente fora dos interesses do empresariado de ônibus o aumento significativo da frota de ônibus.

Para se ter uma ideia da complicação que vai ser, quem atualmente pega a linha UR-02 (Ibura) para ir à avenida Conde da Boa Vista terá que pegar a proposta linha UR-02 (Ibura)/Tancredo Neves e ou pegar o futuramente superlotado Tancredo Neves/Conde da Boa Vista, ou pegar o metrô na estação Tancredo Neves, descer na estação Recife e lá pegar o Circular para chegar no seu destino. E quem mora no Ipsep e quer ir para a Conde da Boa Vista terá presumivelmente que pegar o Ibura/Ipsep, descer na Avenida Dois Rios, lá pegar alguma linha para a Tancredo Neves e lá pegar o Tancredo Neves/Conde da Boa Vista.

E há também a possibilidade de os moradores do Ibura, Ipsep e Cabanga perderem o acesso direto à Avenida João de Barros, Rua do Príncipe (onde fica a Unicap e, perto dali, o Senac) e Rua Princesa Isabel, visto que as linhas UR-11, UR-04 e Jardim Monte Verde, que hoje fazem essa ligação, serão substituídas por linhas alimentadoras para a famigerada estação Tancredo Neves. Pelo menos ainda não foi exibida nenhuma proposta no sentido de ligar a estação Recife às vias referidas.

Poderemos ver a dramática situação de linhas como Barro/Macaxeira e Barro/Prazeres, com superlotação constante mesmo com um relativamente bom número de ônibus articulados, e também a superlotação do terminal e da linha sul do metrô, ao melhor estilo Metrô de São Paulo.

A população precisa dizer não a essa mudança no transporte coletivo da zona sul, que certamente será para pior. Provavelmente tal mudança acontecerá ao mesmo tempo do próximo aumento das passagens – quando, creio eu, a tarifa A irá para R$2,15. Dizem que as lideranças comunitárias estão em negociação com o GRCT para o ajuste dessas linhas, mas é um tanto perceptível que não terão, sozinhas, o poder para dizer não a essas alterações que vão piorar a vida dos iburenses, ipsepenses, cabanganos e jaboatonenses. Por isso é imperativa a reação da sociedade.

imagrs

1 comentário(s). Venha deixar o seu também.

luiz danilo

dezembro 19 2011 Responder

O pessoal da UFRPE precisa acordar! O transporte pra lá é ruim e retirando mais linhas como a Candeias/D. Irmãos vai ficar pior. Vem mais terminais novos aí, as lideranças precisam se juntar e pedir linhas SEI diretamente para o campus.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo