19

jan12

Convocação do protesto Crueldade Nunca Mais

A leitora Evely Reyes Prado vem divulgar o protesto nacional Crueldade Nunca Mais, que acontecerá próximo domingo:

 

BASTA DE CRUELDADE CONTRA ANIMAIS!
por Evely Reyes Prado

Aos que nunca prestaram atenção nesse tipo de assunto ou não são simpatizantes da causa animal, é novidade a frequente divulgação através
da internet e da imprensa dos inúmeros casos de maus tratos e crueldades contra animais. São notícias das mais horrendas em que seres humanos praticam atos de extrema violência por motivo fútil ou mera vontade e que na maioria ocasionam vitimas fatais.

Tem gente equivocada que desconsidera estas ocorrências porque acredita que somente seres humanos devem ser respeitados ou que animais
não têm a capacidade de sofrer. Estudos científicos já provaram que os bichos são sencientes, ou seja, tem sensações e sentem dor e eles inclusive podem pressentir seu fatídico destino.

Independente do alvo, a violência é uma só!

Crimes cometidos contra animais demonstram personalidades desequilibradas, com tendências violentas associadas a desarmonias emocionais e, portanto potenciais estupradores ou homicidas. De vanguarda seria se nossos governantes atentassem para estes indicativos e promovessem políticas públicas na área de segurança com efeitos preventivos: ocorrências de crimes contra a pessoa e contra a dignidade sexual teriam resultados minimizados, diversos dos atuais.

Mas o país não tem uma base de sustentação para evoluir com moral e ética, pois seu povo é carente de educação e elege representantes de vida pregressa duvidosa, que não estão comprometidos e nem preocupados com seus eleitores. O sistema educacional brasileiro permite uma grande lacuna entre sua proposta e a realidade concreta, atingindo o indivíduo em sua formação e na construção de sua cidadania.
Como consequência disso a nação é fadada a conviver com inúmeros problemas de segurança, saúde, e habitação, tornando o cidadão incompleto por que não conhece seus deveres para com o Estado, desrespeita a sociedade que vive e não tem conhecimento de seus direitos e das obrigações que o Estado tem para com ele e sua família.Nesse cenário percebe-se a dificuldade que existe para alguém empunhar uma bandeira em prol dos animais!

Mesmo assim, ao longo dos anos muita coisa mudou para melhor e as pessoas começaram a se conscientizar de que os animais não devem
sofrer maus tratos ou crueldade.

No ano de 2002 a cidade de Porto Alegre liderou um movimento “com o objetivo de cobrar soluções das autoridades e alertar a população sobre problemas com animais de tração torturados nas vias públicas, sacrifícios desnecessários no Centro de Controle de Zoonoses e reprodução descontrolada de cães e gatos”, conforme noticiou o jornal A Semana de Ubatuba, em sua edição 188- Ano III. Caminhadas simultâneas aconteceram no dia 09 de Junho de 2002, promovidas por protetores e defensores de animais das respectivas cidades, que à época restringiram-se a Porto Alegre, Rio de Janeiro, Brasília e o município de Ubatuba. Este último representado pela APAUBA teve o
evento denominado “I Caminhada de Ubatuba Contra a Violência Com Animais” e “iniciou-se pela concentração na Praça BIP (Praça da Feira
Livre), seguiu pelas avenidas Thomaz Galhardo e Iperoig, e terminou na Praça Anchieta, em frente à Fundart, onde o microfone foi aberto
às autoridades presentes”, segundo a edição 188 do Jornal A Semana, publicada em 15 de Junho de 2002.

Passados dez anos, assistimos hoje a uma mobilização nacional de protesto diante das constantes ocorrências de crimes contra animais divulgados pela imprensa e internet. No próximo dia 22 de janeiro estão confirmadas as participações no evento simultâneo das cidades de: Maceió-(AL), Manaus-(AM), Salvador-BA, Fortaleza-CE, Brasília-DF, Vitória-ES, Marataízes-ES, Formosa-GO, Goiânia-GO, São Luís-MA, Belo Horizonte-MG, Uberlândia-MG, Barbacena-MG, Três Corações-MG, Viçosa-MG, Uberaba-(MG), Pouso Alegre-(MG), Campo Grande-MS, Rondonópolis-MT, Campina Grande-(PB), João Pessoa-PB, Recife-PE, Belo Jardim-(PE), Teresina (PI) Curitiba-PR, Maringá-PR, Araucária-PR, Paravanaí-(PR), Rio Negro-(PR), Londrina-(PR), Guarapuava-(PR), Cascavel-(PR), Rio de Janeiro-RJ, Niterói-RJ, Três Rios-RJ, Teresópolis-(RJ), Natal-(RN), Porto Velho-(RO), Porto Alegre-RS, Pelotas-RS, Caxias do Sul-RS, Santo Antônio da Patrulha-RS, Bagé-RS, Rio Grande-(RS), Santa Maria-(RS), Camaquã-(RS), Florianópolis-SC, Garopaba-(SC), Chapecó-(SC), Mafra-(SC), Joinville-(SC), Rio do Sul-(SC), Itapema-(SC), Penha-(SC), Aracaju-(SE), São Paulo-(SP), Ribeirão Preto-(SP), Sorocaba-(SP), Campinas-(SP), Santos-(SP), Guaíra-(SP), Itapetininga-(SP), Taubaté-(SP), São José dos Campos-(SP), Piracicaba-(SP), Presidente Prudente-(SP), São José do Rio Preto-(SP) e Indaiatuba-(SP), Tatuí-(SP), Baurú-(SP), Araraquara-(SP), São Carlos-(SP), Jacareí-(SP), Americana-(SP), Novo Horizonte-(SP),
Batatais-(SP), Serra Negra-(SP), Araçatuba-(SP) e Santa Barbara D Oeste-(SP).

O site www.crueldadenuncamais.com.br está promovendo o evento e solicitando aos protetores que enviem seus e-mails para info@crueldadenuncamais.com.br relatando a participação e o endereço em que terá inicio a manifestação nas respectivas cidades.

Em benefício dos não humanos e também dos humanos, apregoamos o respeito a todos os seres vivos, a não banalização da violência e o
incentivo ao bem-estar de todos! A indiferença não semeia nada de bom, mas permite que a maldade se alastre.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo