06

fev12

Arcebispo de Maringá escreve artigo preconceituoso criticando “falta de fé” e ateísmo

Foi publicado ontem, no ODiario.com, portal de Maringá/PR, um artigo bastante preconceituoso, de autoria do arcebispo Dom Anuar Battisti, em que se critica de forma leviana a não fé dos ateus.

O trecho que recebe destaque por seu teor de preconceito é esse:

Penso que em certos ambientes, hoje, acontece o mesmo. A falta de fé leva à negação da existência de Deus e consequentemente algo precisa ocupar o lugar que é Dele. Em muitas ocasiões qualquer ideologia, qualquer doutrina, qualquer mestre humano tem falado mais alto e tem tido maior poder sobre a consciência, determinando os comportamentos e atitudes das pessoas.

Este ambiente de descrença, misturado com ateísmo leva a pessoa a viver no deserto da vida sem gosto, sem rumo, vagando em busca de um sentido. A ausência de Deus cria na alma humana um vazio de sentidos que leva ao desespero, à negação de tudo o que diz respeito ao sobrenatural.

Protestos devem ser enviados pelos comentários – é possível comentar pelas contas do Facebook e do Twitter – e no formulário de contado do ODiario.com.

imagrs

4 comentário(s). Venha deixar o seu também.

messias leandro

março 19 2012 Responder

messias leandro
lleahndro@hotmail.com
173.193.221.142

Seu comentário foi apagado e capturado via print-screen, porque você incidiu no CRIME de intolerância religiosa (vide lei 7.716/1989), contra ateus e contra neopagãos. Seu ato de intolerância pode lhe acarretar punições legais, pense nisso antes de declarar seu ódio contra ateus e neopagãos novamente.

Sem mais,
RFS

Gilmar

fevereiro 13 2012 Responder

E pq vc seu bispo não vai cuidar da sua vida?

Zé Bigorna

fevereiro 13 2012 Responder

Olá, bom dia!

Meu comentário é apenas uma adaptação da parte destacada do texto acima para o que penso ser a realidade da coisa, em contraposição ao que foi dito por este religioso:

Em muitas ocasiões qualquer emissora de rádio e TV ou igreja, qualquer falastrão evangélico e católico, qualquer pseudomestre humano tem falado mais alto e tem tido maior poder sobre a consciência dos pobres e iletrados, determinando os comportamentos e atitudes dessas pessoas.

Este ambiente de oba oba, misturado com religião leva a pessoa a viver no deserto da vida sem conhecimento e discernimento, sem rumo, vagando em busca de uma palavra qualquer que lhe dê um rumo, por acreditar que não pode ele mesmo fazer o seu próprio. A presença da crença em deus cria na mente humana um vazio de sentidos reais que leva à ilusão, à negação de tudo o que diz respeito à verdade.

José Agustoni

fevereiro 13 2012 Responder

Sim,, algo ocupa esse lugar na minha mente. É a minha própria consciência, minha liberdade de pensamento, minha capacidade de formular ideias baseada num raciocínio lógico, livre de qualquer dogma, doutrina ou ideia pré-concebida que não tenha passado pelo meu senso crítico.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo