21

maio12

[Bastante OFF, atualizado] A obsessão das pessoas pelo “passado pornô” de Xuxa

Atualizado em 24/05/11

Tive que destoar da temática, mesmo da linha off-topic, do Consciencia.blog.br para comentar algo que vem sendo quase impossível ignorar nesses últimos dias.

Vêm aparecendo diversas imagens compartilhadas implicando com Xuxa Meneghel depois que ela revelou ao Fantástico da Globo que já havia sido vítima de abuso sexual no passado. Imagens essa que relembram o passado dela no filme Amor Estranho Amor, de 1979 (lançado apenas em 1982).

Percebo que quem compartilha esse tipo de imagem parece não admitir que pessoas mudam. Xuxa envolveu, fazendo o papel de prostituta, um menino no filme de 33 anos atrás – e observe-se que ela sequer teve uma relação lasciviosa real com ele -, mas hoje ela é bastante diferente para com as crianças – pelo menos não há atualmente qualquer evidência de que ela hoje abusasse de crianças em sua vida pessoal.

Pessoas mudam. Criminosos tornam-se pessoas do bem, arrependidas de seu passado criminal. Racistas se arrependem e se tornam militantes pró-tolerância. Alfacistas podem desistir da carne e passar a respeitar ou mesmo defender o veg(etari)anismo. E, pelo que se vê em suas tentativas de blooquear a distribuição de Amor Estranho Amor, Xuxa está arrependida de seu passado supostamente pornográfico.

Ela mudou. Deixou de recorrer a esse tipo de expediente cinematográfico e passou a tratar as crianças como uma tia carinhosa, senão como uma mãe. Sua carreira gira em torno das crianças, da infância, dos sonhos e desejos infantis. Então por que continuá-la atasanando por causa de algo de 30 anos atrás?

Se as pessoas que implicam com o passado de Xuxa não conseguem aceitar que seres humanos são reversíveis em suas crenças, ideias, personalidades, práticas e sentimentos e mudam, ainda mais em 30 anos, me parece que elas próprias não sabem rever seus próprios equívocos de vida e mudar. Me aparenta que elas serão as mesmas pessoas, cometedoras dos mesmos erros e dotadas dos mesmos defeitos, daqui para 2042.

Este texto de Lola Aronovich fala tudo sobre o caso do Amor Estranho Amor e do relato de Xuxa de ter sofrido abusos sexuais na infância. E uma leitora me passou esta entrevista de Marcelo Ribeiro, o menino do filme, à Folha.com.

imagrs

20 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Helio Vieira

junho 1 2012 Responder

…o que me incomoda e a tentativa de mostrar-se como uma vitima para sensibilisar o publico, porque nao falou de sua vida apos este fatos, do seu lado de prostituiçao, como garota de programa acompanhando executivos, de como usou Pele, o Sena, este babaca que serviu de reprodutor para filha, estes sao os exemplos que deu e continua dando, nao sou moralista, mas nao me venham com esta historia de coitadinha, pois ela deveria tambem ter falado de como prostitui-se para chegar onde chegou…

    Natasha Avital

    junho 1 2012 Responder

    Ela se prostituiu, é? Em primeiro lugar, cadê as provas? Em segundo lugar, e o Quico?! Toda pessoa tem o direito de ganhar a vida como bem entender.

    Ela usou o Pelé e o Senna, é? Como vc sabe? Aposto que vc é amigão deles, e acompanhou todo o relacionamento, certo? Ou, melhor ainda, vc tem acesso direto aos pensamentos e intenções da Xuxa, e sabe exatamente o que ela estava pensando qdo namorou os dois? O “babaca” que serviu de “reprodutor” pra ela tem nome, viu? É Luciano Szafir, mas vc já deve saber disso, afinal vc tb sabe que o precioso esperma dele foi usado, tadinho, e pra saber disso vc deve tb ser amigo do rapaz.

    E eu não sabia que tem um protocolo de comportameto que as pessoas precisam ter pro trauma delas importar. Ah é, mulher que foi estuprada não pode ser profissional do sexo, não pode trepar, não pode namorar, não pode ser sensual, senão a violência contra ela não importa. Esqueci que mulher só tem direito a certos direitos humanos básicos (tipo não ser estuprada) se encaixar-se em certos padrões de comportamento. Onde já se viu achar que uma pessoa não tem o direito de ser estuprada, assim, só por existir? Mulher tem que PROVAR que não é “estuprável”, antes do estupro, durante o estupro, e após o estupro, senão perde o status de “coitadinha”.

Raphael

maio 28 2012 Responder

Natasha, você viu o link que eu postei,comenta sobre ele, sem mais

    Natasha Avital

    maio 28 2012 Responder

    Não vou comentar sobre ele pq ele é absolutamente irrelevante. Ou o filme configurou abuso infantil ou não. Ou a Xuxa foi abusada qdo criança (e nós não temos motivo algum pra acreditar que ela esteja mentindo ou não). As fotos sensuais da Xuxa são absolutamente irrelevantes. A vida sexual da Xuxa é absolutamente irrelevante. A vida amorosa da Xuxa é absolutamente irrelevante. As habilidades culinárias da Xuxa são absolutamente irrelevantes. O gosto musical da Xuxa é absolutamente irrelevante. O número de duendes que a Xuxa já viu é absolutamente irrelevante. Enfie isso na cabeça.

Natasha Avital

maio 28 2012 Responder

“Quando ela fez essas cenas nunca imaginaria que trabalharia com publico infantil, mas veio a trabalhar ,veja a minha crítica vem agora :é querer pagar de coitadinha mo fantástico , de santinha que foi abusada ,fazendo uma perseguição insana às fotos , repito não to nenn entrando no métito do filme -pois ja disse que a atitude foi nojenta”

“Pagar de coitadinha”?! Ah, foi só um abuso, onde já se viu ela ficar choramingando por aí? Deixa eu entender seu “raciocínio”: Participar, enquanto criança, de uma cena cinematográfica envolvendo erotismo/estupro, em um ambiente controlado, supervisionado por adultos = abuso criminoso que violenta a criança e que deve ser punido por lei. Ser realmente abusada = nada que a pessoa deva usar pra “pagar de coitadinha” por aí.

Se vc leu a entrevista, deveria ter percebido que o ator diz que teve que usar esparadrapo em OUTRO filme, e pra esconder a ereção, pq ele estava excitado com as filmagens. Mas, aparentemente, pra vc ele é mais “coitadinho” do que a Xuxa, que foi REALMENTE abusada.

“Pagar de santinha”?! Olha, deixa eu desenhar pra vc = crianças são abusadas. Meninos e meninas, de todas as classes sociais, em todos os lugares do mundo. Isso não determina o destino delas. Quando elas crescem, elas podem, assim como qualquer outra criança, se tornar uma série de coisas. Elas podem virar freiras. Podem virar profissionais do sexo. Podem virar médicas. Podem virar apresentadoras de programa infantil. Podem fazer fotos sensuais. Podem participar de filmes que tratem do tema da pedofilia.

Elas não são obrigadas a ser “santinhas” pro resto da vida, só pq tem gente como vc, que acha que o trauma delas é menos digno de respeito, que ELAS são menos dignas de respeito, simplesmente pq fizeram algo que vc acha moralmente reprovável. Esse mito da “vítima perfeita”, que passa o resto da vida assexuada e trancada em casa, que não pode trepar, que não pode ser feliz, que não pode ser sensual, que não pode formar família, é mais uma arma da sociedade pra atacar as sobreviventes de abuso. Ela diz pras mulheres que o abuso tem que definir a identidade delas, que elas tem que ficar, como na década de 50, “defloradas pra sempre”, ser “mercadoria danificada”. Pq, se elas ousarem retomar as suas vidas, o seu corpo, a sua sexualidade, a sua capacidade de se relacionar romanticamente, então “seu abuso nem foi tão grave assim, tá pagando de coitadinha pq?” A liberdade da Xuxa já foi tirada mais de uma vez, nas ocasiões em que ela foi abusada; ela tem que viver sem liberdade pro resto da vida, pra poder ser considerada uma vítima “digna de respeito”? Pra alguém tão preocupado com a dignidade sexual das crianças, vc tá se esforçando bastante pra menosprezar o trauma de uma sobrevivente.

Raphael

maio 26 2012 Responder

Prezada Natasha , eu infelizmente não vi esse filme em que você relata que a personagem dessa atriz,Dakota Fanninga,é estruprada . Se atriz na época da cena era de menor ,
principalmente se menor de 14 anos e participou efetivamente da cena (veja quando falo efetivamente não to aqui falando que ela foi estuprada mesmo)simulando um estupro , ou seja , gemendo , chorando,participando de de toda aquela simulação , é passivel de punição vide o ECA.Agora se a personagem da mesma foi estuprada e na cena colocaram um boneco , ou um dublê de maior idade pra fazer a cena ai não há problema com tanto que a criança não participe da cena , ora a preocupação é justamente preservar a criança .

Também quero esclarecer que a definição de produção artística é um pouco complicada , pois a exploração a menores , mulheres ,etc pode muito bem se denominar produção artística ,Ex filmes pornográficos(se denominam assim) , ai você pode dizer que as mulheres, homens , travestis , homossexuais vão por livre iniciatica , sim de fato eles tem livre convencimento , só que acredito eu que existem fatores muito mais complexos para entender porque mulheres aceitam serem estraçalhadas e com o perdão da linguagem rasgadas ao meio,mas isso esta fora do foco do debate

Corrigindo também, eu não disse em momento algum que era a favor ou não da liberação do filme do mercado , a nen é essa a questão que eu critiquei no texto,repito o problema está no conceito moral do ato e das consequências que ele teve , para ela e para os envolvidos até os dia de hoje,outra coisa dizendo mais uma vez ,acredito que xuxa não seja pedófila,mas não acho que a conduta dela foi adequada .

Eu vou lhe dar um link para você ver alguma fotos dessa cidadã já com mais de 18 anos de idade , vou logo avisando tem algumas fotos com imagens pornograficas

http://alingua.blogspot.com.br/2012/05/xuxetchhh-rainha-dos-baixinhos.html?zx=b8769d56e7268e31

Se não pegar você me avisa ,pois queria que você vise

Mas voltando assumindo que você viu essas fotos,deve estar pensando:quem sou eu pra julgar alguém ,e daí ela era de maior fez e pronto.Neste momento penso exatamente igual a você so que , embora sejamos livres para fazer o que quiser,tem-se que assumir a responsabilidade da consequência dos atos . Quando ela fez essas cenas nunca imaginaria que trabalharia com publico infantil, mas veio a trabalhar ,veja a minha crítica vem agora :é querer pagar de coitadinha mo fantástico , de santinha que foi abusada ,fazendo uma perseguição insana às fotos , repito não to nenn entrando no métito do filme -pois ja disse que a atitude foi nojenta .Rapaz tem uma entrevista aí do menino , hoje já homem que relata que ele tinha que usar esparadrapo no pênis pra fazer a cena , veja um menino de 12 anos!!!

Por fim ainda digo que o problema é moral que pode ter consequências comerciais ,se esse filme junto com essas fotos vazarem para a massa ( o que acho dificilimo de acontecer vide o policiamento implacável) , acredito que a sua receita com videos , DVD , programas ,filmes,etc cairá verticalmente e creio também que ela deve estar arrependidado que fez , talvez

Ai você pode querer discutir a falsa moral da sociedade , mas isso é outra questão ….

Raphael

maio 25 2012 Responder

Veja , eu não disse em nenhum momento que atores que interpretam personalidades sórdidas abarcam essa personalidade para si , até por que uma coisa não tem nada a ver com a outra , nisso eu concordo plenamente com você.Claro, Edward norton não é racista , Ton cruise não é machista e muito menos fazem apologia a isso e digo mais nen xuxa é pedófila .

O Problema da xuxa é ético .Acho que o cinema deve retratar todas virtudes e também todas as mazelas de nosssa sociedade decadente . Dito isso, creio que a pedofilía seja um desvio comportamental que não cabe aqui tentar explicar os motivos , os quais causam um grande estrago .Assim o cinema tem todo o direito de retratà-la mas com alguns poréns, por exemplo não coloca-se a criança para fazer efetivamente e ai é que tÁ, independente da cena ser de sexo explícito ou apenas conter atos libidinosos,por razões obvias .

Veja isso que estou lhe dizendo é respaldado pelo ECA (estatuto da criança e do adolescente) se xuxa tivesse feito isso nos dia atuais ,pois não existia o ECA na época do filme, o que pra mim não a isenta ,pois o fato de existir uma lei para regulamentar determinnada ação não a legaliza- vide o fato da internet- estaria presa se a lei fosse cumprida.

Mas voltando ao ECA

lei 8069 de 13 de julhho de 1990

Art. 240. Produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente: (Redação dada pela Lei nº 11.829 , de 2008)

Pena – reclusão, de 4 (quatro) a 8 (oito) anos, e multa.

§ 1o Incorre nas mesmas penas quem agencia, facilita, recruta, coage, ou de qualquer modo intermedeia a participação de criança ou adolescente nas cenas referidas no caput deste artigo, OU AINDA QUEM COM ESSE CONTRACENA. (Redação dada pela Lei nº 11.829 , de 2008)

Ai é que se encontra o problema dessa cidadã que por ironia do destino foi exatamente ter sua fonte de renda ligada ao público infantil e que se a lei retroagisse estaria presa – veja isso é um exemplo a lei não pode ser retroativa – sim a lei, mas o julgamento das pessoas pode . E é esse o pavor dessa cidadã.

Por fim reitero não a considero pedófila,mas que teve uma atitude nojenta em fazer uma cena de sexo , repito de sexo porque eu so não vi a conjunção carnal mas vi vários atos, e a colega tb deve ter visto, que dão uma conotação sexual a cena , recomenndo a você ,robson , ver tb e tirar suas próprias conclusões.

    Natasha Avital

    maio 25 2012 Responder

    Raphael, não sei se vc é ou não profissional do Direito. Se é, acredito que tenha plena consciência de que a conduta descrita nesse artigo do ECA foi criada para coibir a exploração sexual de crianças, e se dirigem a pessoas que divulgam pornografia infantil. Não tem absolutamente nada a ver com UMA PRODUÇÃO ARTÍSTICA. Pelo seu raciocínio, os cinemas que exibiram, e as lojas que comercializam, o filme onde a Dakota Fanning é estuprada, deveriam todos responder sob as penas da lei.

    Aliás, não entendi. Vc reclama da tal “censura” que a Xuxa faria contra o filme, mas segundo vc mesmo, a veiculação do filme hj seria ilegal (já que tb é ilegal compartilhar cenas “pornográficas” envolvendo crianças).

    Sério mesmo que vc não vê a diferença entre coagir/induzir uma criança a ser abusada, e ainda ter as imagens de seu abuso divulgadas pro prazer sexual alheio, e entre um ator mirim de 12 anos protagonizar uma cena em que uma adolescente DE 16 ANOS o seduz, sendo inclusive que essa cena é filmada em um ambiente profissional, com a supervisão de um monte de adultos?! Vc condenaria uma pessoa de 16 anos que tem um envolvimento com outra de 12 a carregar a pecha de “pedófila” PELO RESTO DA VIDA, e diria que ela não pode trabalhar com crianças? Vc diria que uma adolescente que, aos 16 anos, fica com um rapaz de 12, merece ir parar na FEBEM por ter cometido ato infracional semelhante ao estupro?

      Natasha Avital

      maio 25 2012 Responder

      Ah, vc tb apoia a prisão dos camelôs que vendem o filme da Xuxa por estarem divulgando “cena pornográfica” com criança?

Raphael

maio 25 2012 Responder

E digo mais várias atrizes da globo fizeram cena muito mais pesadas como débora falabela , mariana ximenes,giúlia gan. Dira paes fez uma cena que me deu asco no filme bordel -três homens a estruparam .Entenda, o problema da xuxa , e ela sabe muito bem disso ,foi fazer uma cena de sexo com uma criança.

    Natasha Avital

    maio 25 2012 Responder

    “Entenda, o problema da xuxa , e ela sabe muito bem disso ,foi fazer uma cena de sexo com uma criança.”

    Entenda, o seu problema é não querer entender que ela NÃO fez uma cena de sexo com uma criança.

Raphael

maio 25 2012 Responder

Veja bem isso de que pertença a ela os direitos autorais do filme não é concenso , visto que parece que como ela não pagou o combinado, parece que o produtor do filme entrou na justiça exigindo os direitos de volta.Se o juiz der ganho de causa para o produtor teremos o filme nas prateleiras das videolocadoras.Entretanto essa cidadã não é a primeira artista a participar de filmes com apologia ao sexo e depois se arrepender ex:Cameron diaz e um dos muitos exemplos que também tentou impedir a veiculação do filme sem sucesso.

Agora tem um ponto em que eu discordo deveras de você: Dizer que o ator não é responsável pela mensagem que o filme passa , sendo isso se responsabilidade de diretores , escritores e estúdios para mim isso é absurdo. o ator é o indivíduo que mais vai se expor dentre todos que fazem o filme e é coresponsável pelo filme.Ex: você insentaria um ator que fizesse um filme com apologia nítida ao racimo ,pedofília ,machismo, homofobia.Veja um ator como qualquer profissional pode recusar um trabalho que não achar ético , decente , etc.

Por fim discordo de você quando diz que todos no Brasil saben que xuxa fez esse filme ,se todos sabem porque esse policiamento estapafúrdio.Saiba que essa cidadã matém um escritório de advocacia so para ficar varrendo qualquer link relacionado a esse filme .Com isso creio que quem contribui com esse interesse é a própria xuxa aguçando a curiosidade das pessoa sobre o derradeiro filme.

Eu particularmente acho isso uma atitude desesperada de quem quer posar de santinha e querer sentar em um trono de hipocrisia , visto que a denominam rainha.Hipocrisia também porque ninguém é perfeito e não se orgulha inteiramente de seu passado , muitos não se orgulham em nada.Mas para ela e globo a imagem vale dinheiro e poder, e tal filme pode não acabar , mas arrannhar muito sua imagem , visto conotação social que a pedofilía tem hoje

    Natasha Avital

    maio 25 2012 Responder

    “Ex: você insentaria um ator que fizesse um filme com apologia nítida ao racimo ,pedofília ,machismo, homofobia.”

    Não, não isentaria. Mas eu não acho que o Edward Norton é racista só pq interpretou um neonazi em A Outra História Americana. Eu não acho que o Tom Cruise é machista só por causa do personagem dele em Magnólia. Eu não acho que o ator que interpretou o protagonista em Lolita é pedófilo só pq o personagem dele tem uma fixação sexual numa pré-adolescente. Sabe pq? Pq eu sei diferenciar FICÇÃO de REALIDADE, o que os detratores da Xuxa parecem ter um tremendo problema em fazer.
    Vc acha que o ator que interpreta o estuprador da Dakota Fanning ou o que faz a cena de estupro com duração de 10 minutos em Irreversível está “fazendo apologia ao estupro”? Vc acharia inadequado ele, p. ex: apresentar um programa de TV voltado pra mulheres por causa disso?

Raphael

maio 24 2012 Responder

Nen a própria xuxa pensa como você , vide o fato de sua busca voraz de censurar esse esse fime em qualquer lugar que seja.Acho que a maioria das pessoas é contra a violência a crianças seja ela qual for , mas o comentário está delimitado ao texto e o texto aborda esse filme da xuxa.Já que você falou de diversos outro filmes me explica ai porque o ator que fez aquela cena no filme caçador de pipas não busca através de ações judiciais censurar o filme como essa cidadã.Agora a vergonha deve ser muita ,pois será que se as pessoas realmente compreenderem o que ela fez ,será que vão continuar comprando dvds infantis para os filhos .Veja eu não estou afirmando que o certo seja comprar ou não so acho que as pessoas tem o direito de saber o que ela fez , visto que o filme foi feito ao público assim como seu dvds infantis.

    Natasha Avital

    maio 24 2012 Responder

    Ela não tentou “censurar” nada, ela comprou os direitos do filme. Sendo os direitos do filme propriedade DELA, ela faz com ele o que bem entender. Pode ser que ela tenha comprado por vergonha, pode ser que ela tenha comprado pq estava cansada de um monte de babacas com uma ficação doentia em uma cena que ela fez em um filme em início de carreira.Pode ser que ela realmente ache que ter o filme divulgado por aí não condiz com sua carreira voltada para crianças…e daí? Se as pessoas tivessem largado essa obsessão pelo filme, o suposto “dano” advindo do fato da Xuxa tê-lo feito já teria há muito sido resolvido, afinal as pessoas não associariam a imagem dela a uma cena sensual com um menor de idade.

    E vc acha mesmo que, se o filme fosse mais divulgado, as pessoas deixariam de comprar DVDs da Xuxa pros filhos? Vc acha que tem alguém nesse país que não sabe que ela fez esse filme?! Aliás, as pessoas pensam coisa muito pior, muitas acham que ela fez uma cena de sexo com uma criança, e mesmo assim os DVDs dela vendem como água. Sabe pq? Pq a carreira passada dela de atriz é irrelevante na hora de avaliar se os produtos dela são bons ou não.

    “Já que você falou de diversos outro filmes me explica ai porque o ator que fez aquela cena no filme caçador de pipas não busca através de ações judiciais censurar o filme como essa cidadã”

    Bom, em primeiro lugar ela nunca tentou censurar nada. O que acontece é que a empresa que cede os direitos do filme pra ela às vezes se recusa a receber o pagamento, pra poder dizer mentirosamente que ela não pagou, e assim conseguir comercializar o filme. Aí ela entra com uma ação de consignação em pagamento, pra que eles cumpram sua parte no acordo (recebam o dinheiro e mantenham os direitos do filme com ela).

    Sabe pq o ator do Caçador de Pipas ou do filme com a Dakota Fanning, ou de nenhum das outras centenas de filmes por aí onde alguém (inclusive crianças) sofre violência (inclusive sexual) precisou comprar os direitos do próprio filme? (aliás, vc acha que isso é bom negócio pra ela? Se o filme não é exibido nem comercializado ela não recebe royalties por conta dele). Pq, em relação a TODOS os outros filmes que já foram feitos, as pessoas não fingem que não sabem a diferença entre realidade e ficção. As pessoas não confundem a REPRESENTAÇÃO de um comportamento com o próprio comportamento. E, qdo as pessoas criticam o conteúdo de um filme, elas criticam as pessoas efetivamente responsáveis por esse conteúdo (diretores, escritores, produtores), não os atores, que só estão ali fazendo seu trabalho. Por exemplo: A Serbian Film gerou muita polêmica e foi censurado em vários lugares do mundo por uma cena em que um ator estupra um bebê (que é, obviamente, um boneco). Só que ninguém caiu matando em cima do ator, pq ele não tem NADA a ver com o roteiro do filme.

Natasha Avital

maio 24 2012 Responder

Só que o filme NÃO ERA PORNOGRÁFICO e ELA NÃO “ENVOLVEU” O MENINO NA HISTÓRIA. Ela era uma atriz em início de carreira, com 16 anos, definitivamente não foi ela que escolheu o elenco ou escreveu o roteiro do filme. Em segundo lugar, a sequência do filme é de um SONHO e NÃO ENVOLVE SEXO.

Não vi ninguém choramingando a respeito dos atores que aturam no papel de estuprador naquele filme com cenas bem gráficas nas quais a personagem da Dakota Fanning é violentada, ou na cena de estupro de uma criança em O Caçador de Pipas. Nessas horas, todo mundo entende que o que se vê ali é FICÇÃO. Engraçado como as pessoas não implicam com cenas de extrema violência contra crianças, e se transformam em guardiões da “moral e bons costumes” com uma cena em que um pré-adolescente tem um sonho erótico com uma adolescente. Talvez seja pq a Xuxa é mulher, e tem muita gente que busca qualquer oportunidade pra denegrir a imagem de uma mulher se ela fizer qualquer coisa remotamente ligada a sexo. Talvez seja por uma raiva mal-direcionada à apresentadora ou à Rede Globo. Em todo caso, é hipocrisia e falta de raciocínio.

Raphael

maio 23 2012 Responder

Pois é , por isso que você não acha o passado dela escabroso ,se você tivesse visto o filme acredito que sua opinião seria diferente. Contudo eu vi e posso lhe dizer: no filme ela seduz e tem relações sexuais com uma criança, mas a pedòfilia não não é tão ruin assim não é Robson!

    Robson Fernando de Souza

    maio 23 2012 Responder

    Me diz onde foi que eu neguei que ela tenha errado nessa parada.

Evorah

maio 22 2012 Responder

Robson, concordo plenamente com você. As pessoas gostam de se apegar no negativo, e depois sinceramente, (ou eu estou muito mal informada) nunca vi no passado da Xuxa, algo tão escabroso assim, que seja tão imperdoável. Não assisti ao filme Amor estranho amor, mas, acredito que não haja cenas tão terríveis que justifiquem que a condenem ao inferno de fogo e enxofre, eternamente.

Raphael

maio 22 2012 Responder

Pessoas mudam mas são seus feitos que são lembrados para sempre sejam eles bons ou ruins , e tem mais você esta sendo hipócrita nesse texto ,pois emboram pessoas possam se arrepender existe um tipo de pena perpétua ,não posta pela lei ,mas que surge naturalmente na sociedade pra com as pessoas que praticaram atos horrendos.Por exemplo você entraria em um avião de uma companhia aérea com reincidentes de acidentes e provados por incompetência , mesmo que essa companhia afirmasse categoricamente que resolveu os problemas ou tu deixaria teu filho com uma babá que tivesse sido condenada por estupro mesmo que ela tivesse cumprido a sua pena e se mostrasse arrependida , porque eu mesmo não, não arriscaria nenhumma coisa nen outra . Nós somos o que construimos ao longo do tempo robson e isso , meu amigo , fica para sempre pode acreditar . abraço!!!

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo