06

maio12

Desmentindo imagens antirreligiosas preconceituosas: divindades supremas

A imagem abaixo não é tão escandalosa e preconceituosa como as três imagens criticadas recentemente (essa, essa e essa). Mas incide em alguns erros notáveis:

Vale falar sobre cada personalidade descrita acima:

Amon: Seria mais adequado falar que Amon-Ra era a divindade suprema da mitologia egípcia.

Zeus: De fato foi o deus supremo do Olimpo. Mas algumas pessoas podem afirmar que não era Zeus, e sim Gaia, a maior das divindades da Grécia.

Odin: Realmente foi a divindade maior das terras nórdicas.

Vishnu: É questionável a informação dada. Tanto porque Brahma, o Criador, tem uma grandiosidade ainda maior como divindade, como porque no hinduísmo há a crença de que todos os deuses são manifestações de uma grande supradivindade única.

Buda: Definitivamente não é um deus. E sim uma personalidade humana que alcançou a iluminação. Não se venera Buda como um deus, mas sim como um ser humano cujo exemplo deve ser seguido, embora haja a veneração dos sobrenaturais bodhisattvas.

Jesus: Não convém falar que ele é a divindade suprema do cristianismo, simplesmente porque só existe um deus no panteão cristão – e, como se pode observar entre a sociedade, o Deus Pai, e não Jesus em si, é a face de Deus mais supremizada pelos cristãos.

Algumas imagens neoateístas até fazem sentido, mas outras, como a acima, possui sérios erros de mitologia. Se querem questionar as religiões, os neoateus precisam ser mais fiéis à História e à Antropologia (Mitologia é um ramo disciplinar integrante da Antropologia). Senão se passarão por ignorantes aos olhos dos religiosos – e consequentemente queimarão o filme de todos os ateus.

imagrs

4 comentário(s). Venha deixar o seu também.

santhyago

julho 25 2012 Responder

sim, só uma pergunta: qual o problema em aceitar outro lado? não digo para ir para lá, só conviver em paz. tenho lido essas postagens e vejo tentativas de suprimir qualquer opinião diferenciada. da mesma maneira que não tenho certeza que esse comentário seja liberado, acredito que deus (assim, com minúscula mesmo) existe, em algum canto daqui, junto a quem acredita nele. ele não merece a inicial maiúscula porque existem outros, e não seria justo com todos os outros colocá-lo num patamar maior. que fique claro que isso não é tentativa de discutir, mas sim, de apresentar opinião. os que estiverem afim de conversar sobre isso, fico a disposição. não sou teólogo, diria que sou um estudioso da evolução, apenas. e a religião é sempre parte do crescimento de um ser. como digo para alguns: não importa o caminho que você pegue, se no fim for salvo, vale a pena. e não esqueça que a salvação serve para apenas uma pessoa: aquela que a busca.

    Robson Fernando de Souza

    julho 25 2012 Responder

    “tenho lido essas postagens e vejo tentativas de suprimir qualquer opinião diferenciada. da mesma maneira que não tenho certeza que esse comentário seja liberado,”

    Pelo contrário. Aqui os comentários são livres, desde que obedeçam às regras de comentários. (Não sei por que seu comentário caiu no spam, mas eu o liberei)

Carlos Alberto

maio 8 2012 Responder

Mas pastor, assim como nem todo, ou a maioria dos crentes religiosos não são inteligentes, a maioria dos ateus também não é inteligente e nem consegue explicar porque crê que deuses não existem, (ao contrário de duvidar).

Isso tudo é uma briga tribal contra a concorrência e os peões vão atacar e humilhar os adversários pra tentar converter eles no estilo’olha como é ridiculo crer em xxxxxxx, faça como nós e creia em yyyyyyy’ .

Tão certos em dizer que ateísmo é modinha por que qualquer adolescente revoltado adere ao ateísmo achando que é ser do contra, antiteista.

Jesiel

maio 6 2012 Responder

Muito bom.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo