23

maio12

[OFF] Prefeitura do Recife trata sem-tetos como lixo e “varre” favela em Boa Viagem

Noticiou hoje o Jornal do Commercio. A Prefeitura do Recife, representada pela Diretoria de Controle Urbano (DIRCON), foi com a Polícia Militar varrer do teto e da lateral do túnel Augusto Lucena, no bairro de Boa Viagem, o “lixo” humano – assim ficou patente como a Prefeitura vê os moradores da comunidade do Bom Jesus, ali localizada.

Sem qualquer negociação ou acordo para construção de casas populares, os moradores do local foram truculentamente expulsos. Às 6h30 da manhã, os PMs acordaram os sem-tetos já arrancando os revestimentos de suas precárias casas de madeira e papelão.

Para a Rádio Jornal, Daniele Soares, moradora da comunidade, afirmou que não havia sido avisada sobre a retirada. Ela acordou com o tumulto causado pelos PMs, que já estavam ali destruindo as habitações e cortando a energia elétrica.

A DIRCON deu o pretexto de que a área ocupada pela comunidade do Bom Jesus “é um local público, não podendo [a área] ser ocupada”. Uma segunda desculpa, dada por uma representante da prefeitura de João da Costa, que parece crer que a população acredita em coelhinho da Páscoa, foi que a ação truculenta da diretoria e da PM teria sido motivada “por razões de segurança”, dizendo que “as famílias estavam em uma situação de risco, havia crianças brincando em cima do viaduto.”

E ainda houve um terceiro pretexto: os barracos estariam sendo alugados por um indivíduo para outras famílias carentes. Dos 47 barracos, apenas doze estariam habitados no momento, como se em momento nenhum fosse servir a inquilinos tão sem-teto quanto os moradores ali alojados. Mas a reportagem do Jornal do Commercio, pelo que a reportagem (não) mostra, não procurou ouvir o lado dos moradores expulsos para tentar confirmar a informação.

A Prefeitura do Recife já havia estudando a expulsão há três meses. E assegurou que não dará auxílio-moradia a ninguém que estava ali, demonstrando que, para ela, a comunidade do Bom Jesus nada mais era do que um “lixão” humano, cujos moradores deveriam ser “varridos” dali para darem espaço à ordem estética.

É assim que a prefeitura de João da Costa vê os sem-teto e os moradores de favelas novas: como um verdadeiro lixo que deve ser varrido e expurgado dos cantos da cidade, com a “vassoura” chamada PM. E não como pessoas carentes de habitação e assistência e excluídas pelas políticas públicas municipais e estaduais.

Afinal, quem precisa pensar no problema da habitação popular quando se tem o higienismo, a limpeza social, para os pobres e o libera-geral dos espigões para os ricos como políticas públicas? Quem precisa de casas populares quando se pode receber a carinhosa assistência da PM?

As eleições municipais estão chegando, e fatos como esse mostram em quem não votar.

 

Atualização (23/05/12, 23:22): Descobri agora, no blog de Jamildo, que os moradores expulsos da localidade mostraram que não são mero lixo a ser varrido e foram à luta, ocupando a Câmara Municipal do Recife. Mas a prefeitura mantém sua postura higienista e contrária à assistência sócio-habitacional e recusa negociações. Quer que os sem-tetos saiam da Câmara, não aceita oferecer sequer um alojamento provisório (como uma quadra de escola).

A posição higienista é reforçada com uma nota da Prefeitura, em que ela afirma grosseiramente, negando qualquer assistência aos agora desabrigados:

O conjunto de moradias que foram removidos em cima do túnel está em local impróprio e ilegal. Por conta disso, e por ser uma ocupação não consolidada, ou seja, com menos de um ano, não haverá fornecimento de aluguel social ou outra forma de auxílio financeiro. Com relação aos ocupantes não serem avisados sobre a desocupação, a legislação não obriga mandado ou notificação em casos desses tipo.

imagrs

4 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Luane Muliterno

maio 24 2012 Responder

Acho que Daniel Coelho é a melhor opção, ele teve que sair do PV por sofrer perseguição do partido porque ele faz oposição, agora ele tá no PSDB.

Ane de Sá

maio 24 2012 Responder

É mta desumanidade mesmo. Só porque não são obrigados a avisar, fazem questão de não avisar às pessoas.
A opção é vota nulooooo!

Raphael

maio 23 2012 Responder

É Robson , é complicado mesmo . O pior é que nós recifenses não temos alternativa , me diz ai tu que é bem informado alguma opção ao pt,.Mendoncinha, raul jugman. É robson nosso futuro é desolador , como uma prefeitura que tem o slogam de ` a nossa obra é cuidar das pessoas ` faz uma coisa dessas, tendo uma atitude de pura exclusão.

    Robson Fernando de Souza

    maio 24 2012 Responder

    Pior é que eu não conheço nenhuma opção de boa candidatura. Dizem que Raul Henry vai ser o “melhor” (ou o menos ruim). No PSOL, não se sabe que nome vai concorrer, Edilson Silva quer ser vereador mesmo.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo