23

jun12

Carrapato causa alergia à carne em humanos, transformando-os em vegetarianos

O carrapato “pró-vegetarianismo”

Uma curiosidade me chamou tanto a atenção que não pude deixar de postar aqui. Mas deixe-se claro, de antemão, que eu não sou a favor de transformar à força onívoros/carnistas em vegetarianos. A única maneira que reconheço como certa de fazer a população vegetariana crescer é a conscientização – que pode ser ajudada pela culinária.

Respeito aos animais, oposição à escravidão animal, preocupação com o meio ambiente, busca de uma boa saúde, razões espirituais, solidariedade para com os humanos explorados pela indústria frigorífica… Diversas razões motivam cada vez mais pessoas ao vegetarianismo. Mas, na costa leste dos Estados Unidos, um motivo no mínimo esquisito vem criando novos vegetarianos: a picada do carrapato-da-estrela-solitária (Amblyomma americanum), causador de alergia ao consumo de carnes.

O blog Pijama Surf, ao falar do carrapato, brinca dizendo que “os animais enfim parecem ter elaborado uma forma de evitarem ser comigos – ou talvez a PETA esteja investindo na manipulação genética”. Bem que poderia ser verdade. No mais, o fato é que o carrapato-da-estrela-solitária vem causando alergia à ingestão de carnes. A pessoa picada pelo carrapato começa a manifestar reações alérgicas à carne entre 3 e 6 horas depois de tê-la comido, reação essa que pode evoluir, em alguns casos, a um choque anafilático. Essa alergia acaba obrigando a pessoa a parar de comer carnes.

O Dr. Scott Cormins, da Universidade de Virginia, avisa que já viu mais de 400 casos recentes de alergia à carne os quais obedecem a um histórico de mordidas pelo carrapato-da-estrela-solitária.

Para alguns, descobrir a fonte de sua alergia é um alívio. Mas para outros, saber que não podem mais comer carne é considerado um pesadelo. Mas isso não é nada que não possa ser aliviado pelo conhecimento da culinária vegetariana.

Ainda é cedo, porém, para dizer se a alergia à carne deixa alguém mais disposto ou menos resistente a conhecer os Direitos Animais e os fundamentos éticos do vegetarianismo, mas é possível especular que os alérgicos já não têm mais o que “perder” ao conhecerem a verdade sobre a pecuária, a pesca e a indústria da carne.

imagrs

5 comentário(s). Venha deixar o seu também.

josé

agosto 16 2014 Responder

Isto me faz deduzir sobre o que os rebanhos de gado andam comendo e tomando, principalmente nos países de maior produção de carne. Sabe se lá? Se o carrapato geneticamente na tentativa de se proteger elaborou antídotos contra os venenos que os bois vêm tomando. Somos todos mutantes!

marcelo

agosto 12 2014 Responder

fudeo, eu amo carne

Leandro

agosto 12 2014 Responder

Se esse bicho me morder eu como ele, continuo comedo carne e tomo antialérgicos depois. Se é pra ter um choque anafilático, que seja então…

Bud

julho 15 2013 Responder

Bichinho safado!
Não nos deixa comer carne, mas bebe nosso sangue!

Renata*

fevereiro 2 2013 Responder

Nunca tinha ouvido falar nesse carrapato! Gostei da notícia (apesar de que um choque anafilático não é nada legal).

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo