16

ago12

Machismo em forma de piada diz que rapazes héteros não devem ser virtuosos com moças

Vi hoje no Facebook essa seguinte “piada”, que mostra bem como o machismo determina que os homens e mulheres heterossexuais devam se comportam:

Para o autor da fanpage “Gina Indelicada” e o machismo que aflora de sua mentalidade, rapazes héteros não podem ser românticos, sensíveis, atentos, gentis e amorosos para com moças. Essas seriam características exclusivas de homens gays, e os héteros “devem” ser o inverso disso ou pelo menos não ter tais virtudes.

É assim que o machismo travestido de “piadas politicamente incorretas” impõe como os homens devem ser e se comportar. “Devem” ser rudes, frios, insensíveis e indelicados para com mulheres caso queiram manter sua masculinidade, senão “automaticamente” não gostam de mulheres, estarão sendo “gays, logo reprováveis” e/ou “femininos, parecidos com mulheres, logo inferiores”. Determina que orientação sexual molda comportamento e também caráter, estereotipando o homem “machão, indiferente e rude, logo hétero e por tabela bom e admirável” e o homem “sensível, romântico e atento, logo gay e feminino e por tabela ruim e repudiável”.

Não considero que ser taxado de gay seja uma ofensa para mim, mas a “piada” me deixou particularmente ultrajado. Porque, segundo “Gina”, eu não existo. Modéstia à parte, eu tenho, tanto com paqueras como com amigas, as características que “ela” diz que só existem em rapazes homossexuais. Costumo agir com romanticidade, atenção, carinho e sensibilidade perante as mulheres de meu círculo social, e não me sinto menos afeito ao sexo feminino ou menos masculino por isso.

E me ofende que queiram determinar, ainda que por meio do “humor”, como eu e outros homens devemos nos comportar – ainda mais quando “determinam” que eu devo ser frio, insensível e também grosseiro para ser considerado e respeitado enquanto homem hétero e, pior, ser admirado pelas mulheres, sob pena de ser discriminado. Em outras palavras, me ofendo quando dizem que devo ser o contrário daquilo que sou senão serei um rejeitado, fracassado e impróprio para namorar mulheres.

Além disso, também é imposto aí um papel de gênero às mulheres: que elas “devem” gostar apenas de cafajestes grosseiros e insensíveis e esnobar aqueles cujo comportamento é virtuosamente o oposto disso.

Isso mostra como o machismo não oprime só as mulheres, mas também os próprios homens, que são tentativamente aprisionados a um papel comportamental de gênero opressor e antipático. Afinal, os homens que forem carinhosos, sensíveis e gentis serão discriminados perante essa visão machista dos gêneros.

imagrs

14 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Ana Lucia

agosto 25 2012 Responder

ah,aqui o a origem do “macho alfa”: pseudo-ciencia da vida selvagem dos lobos:

http://manboobz.com/2012/08/22/yo-dudes-alpha-males-are-a-myth-according-to-actual-experts-on-wolves/

ehehe espero que renda uma boa risada aí pra vcs XD!

Ana Lucia

agosto 25 2012 Responder

É a prova que a violência contra mulher encontra sustento nas próprias mulheres,devido á educação masoquista que recebem.Vale lembrar que recentemente foi publicado um livro chamado “50 tons de cinza” onde o sujeito tortura a namorada e a faz de ecsrava sexual.Tal livro é recomendado para as mulherees que “querem apimentar sua vida sexual”.Realmente fica difícil combater a violência de gênero se nós emsmas assinamos em baixo,não é?Não é a toa que estes masculinistas doidos vivem escrevendo em blogs que “mulher adora cafa” e aquela velha ladainha de “m,achos alfas x machos betas”(pura paranóia americana que nego copia aqui sem questionar de onde vem tal mediocridade).
è um assunto que os grupos de defesa da mulher deveriam levar mais á finco.Nós colaboramos sim com o sistema,de muitas formas.

Raphael

agosto 20 2012 Responder

Robson me desculpe mas eu não te considero romantico não e olha que eu te conheço das antiga , o problema que pelas regras do site eu não posso falar de teu passado , mas tu não tem nada de romantico ao contrario…

Kardec de Castro

agosto 19 2012 Responder

Cara, deixa a piada. É engraçada. Óbvio que é uma generalização; o poder masculino não está nos bons modos ou falta deles e a homoafetividade também não. Isso é o óbvio ululante. Mas se cada piada for perseguida dessa forma, vamos acabar com um mundo tão politicamente correto que quem quiser ter bom-humor vai pisar em ovos 24h/7d

    Ana Lucia

    agosto 25 2012 Responder

    Kardec,na boa,será que para se fazer um bom humor NECESSARIAMENTE tem que se ofender uma minoria? tem que se apelar para o machismo,que nunca teve a menor graça?Vc já tentou se colocar no lugar da minoria ofendiuda,para ver se realmente tem graça brincar com certas coisas? E exemplos de bom humor: Sienfild e Mr.Bean.Ofensas á grupos sociais massacrados historicamente indica falta de criatividade e perversidade,os vedadeiros perseguidos são os grupos ofendidos e não os “pobres humoristas”.

Vinícius

agosto 17 2012 Responder

Ótimo post. Parece que hoje em dia o humor é usado como um curinga, um passe livre para fazer as mais estapafúrdias afirmações, os maiores esteriótipos e preconceitos. Uma ofensa a nós heterossexuais “beta” (bilhares de aspas nisso) e ao verdadeiro humor crítico e sem preconceitos que hoje é menosprezado.

Philippe Liz

agosto 17 2012 Responder

A gente, pra falar a verdade mulheres gostam de homem cafajeste sim. Eu sempre fui sensível e romântico. Aí todas as meninas me elogiavam por isso, mas todas pegavam o que era “bruto”. Voces mulheres são muito confusas, voces dizem que gostam de uma coisa, mas na verdade prefere outra. Depois de um tempo eu encontrei um equilíbrio nessa balança, e assim consegui minha namorada. Depois de um tempo de namoro que eu fui voltando ao sensível e romântico, mas com cautela. Os caras “brutos” são os que tem mais atitude e que fazem vocês terem mais desejo, pois várias mulheres olham para ele. Quais são suas opiniões femininas?

    Jesiel

    agosto 17 2012 Responder

    Você peca pela generalização, mas não deixo de concordar. Há uma grande questão sobre isso, “homens alfa vs. homens beta”. Homens alfa, como são chamados, parecem realmente ter maior apreciação, mas isso não indica que não há espaço pra outros tipos de comportamento. Prefiro ser eu mesmo e procurar pelo “mercado alternativo”. lol

    Fernanda

    agosto 19 2012 Responder

    Estamos todos inseridos numa cultura que determina bem os gêneros, então é compreensível que uma boa parte das mulheres pense segundo esse padrão. Mas com toda a certeza (que a diversidade humana me dá) existem muitas outras mulheres que têm diferentes preferências, eu inclusa.

    A partir dessa pequena “piada” dá pra escrever enormes textos com abordagens diferentes, mas vou me limitar a esse comentário rsrs

Priscilla

agosto 17 2012 Responder

Pessoalmente, adoro homens sensíveis e educados. Dos brutos, quero pelo menos 200m de distância!

Caesar Ashbar

agosto 17 2012 Responder

Trollagem mista com ofensa apagada. Aqui não é lugar de provocações, e sim de discussões sérias. RFS

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo