05

set12

[OFF] Folha de Pernambuco se retrata por divulgação de propaganda homofóbica

Depois de ter inspirado revolta nas redes sociais, a Folha de Pernambuco divulgou na edição de hoje uma nota de retratação por ter divulgado anteontem um anúncio de ódio homofóbico da associação cristã fundamentalista “Pró-Vida PE”:

Deve-se ressaltar que a retratação foi o mínimo a se fazer para o jornal se desculpar com a comunidade LGBT pernambucana e, quem sabe, passar a adotar uma postura de ética publicitária, de seletividade a descartar propagandas que violem preceitos éticos.

Mas ressalte-se também que a retratação provavelmente não vai causar a extinção das denúncias protocoladas no Ministério Público de Pernambuco, nem vai retirar da memória dos cristãos facilmente influenciáveis a ideia de que as lésbicas e gays deveriam ser expulsos do estado, nem vai apreender os exemplares de 03/09/12 das casas de cada pernambucano que comprou o jornal no dia. O estrago foi feito e a Folha deverá pagar por ter agido com irresponsabilidade e imprudência e rasgado a ética publicitária e jornalística em nome de um punhado de dinheiro pago pela mencionada associação de cristãos fanáticos.

No mais, espera-se de verdade que nenhum jornal pernambucano volte a publicar os absurdos pregados pelo “Pró-Vida PE” e assim contribua para a medievalização da nossa sociedade e a perseguição de LGBTs, mulheres e outras categorias oprimidas pelo fundamentalismo religioso.

E fica o desejo de que a Folha, para continuar tentando se redimir, faça uma série de reportagens, com uma semana de duração, denunciando a homofobia em Pernambuco, seja ela de cunho religioso ou machista. Isso poderá redimir o jornal da atitude irresponsável que lhe custou parte da credibilidade e respeito por parte da população pernambucana.

P.S: Já o Diario de Pernambuco até agora não se pronunciou sobre o anúncio antiescolha da mesma entidade fanática divulgado no domingo dia 2.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo