10

set12

Vereador de Cachoeirinha/RS responde com ateofobia a protesto contra aumento do salário

O vídeo abaixo está circulando bastante o Facebook, denunciando um vereador chamado Joaquim Fortunato (PSB), de Cachoeirinha/RS, que ameaça de processo as pessoas que denunciaram a público o aumento dado pelos vereadores daquele município aos seus próprios salários e ainda desqualifica um dos denunciantes em função de seu ateísmo.

A cena está no vídeo abaixo, entre os instantes 3:17 e 4:42. Fortunato mostra todo o seu preconceito e sua vontade de cassar o direito das pessoas de não acreditar num deus e expressar essa não crença.

Segundo sua lógica, os muçulmanos, os hindus, os afrorreligiosos, os pagãos, os budistas etc. desrespeitam os cristãos por negarem e não seguirem os dogmas do cristianismo, e deveriam ser punidos porque não acreditam no mesmo Deus da Bíblia cristã. E ateus jamais deveriam ser ouvidos em suas queixas sobre abusos políticos, já que sua descrença no Deus cristão os tornaria inaptos a serem ouvidos pelo poder público.

Fortunato deixa a entender que irá processar o ateu em questão não apenas por tê-lo supostamente injuriado em rede social, mas também por negar a existência de Deus. Na verdade, quem corre o risco de processo é ele próprio, por intolerância religiosa:

Lei 7.716/1989 – Define os crimes resultantes de preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional (modificada pela Lei 9.459/1997)

Art. 20. Praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional.

Pena: reclusão de um a três anos e multa.

Além disso, caso realmente tentem processar as pessoas que os denunciaram via Facebook, terão sua carreira política encerrada, já que seu feito de tentar impor o silêncio a quem quer justiça socialvai virar uma bola de neve rolando da montanha e acabar com suas carreiras políticas, graças ao poder das redes sociais de repercutir e queimar os antidemocratas. Quem irá querer votar em vereadores que desejam amordaçar os cidadãos por vias judiciais? Lembrando, aliás, que este ano é um ano de eleições municipais, e sua atitude, caso encontre uma reação negativa do povo de Cachoeirinha, vai lhes custar a reeleição.

imagrs

1 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Róbinson Gambôa

abril 13 2013 Responder

Esse bandido foi cassado por compra de votos, e ainda responde criminalmente por isso. Como jornalista, tive o desprazer de conhecê-lo, e verificar de perto tratar-se de um analfabeto desqualificado. Uma vergonha para sua cidade, uma desonra para seu povo. Devia se chamar DESafortunato…

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo