06

jan13

[Urgentes] Passagens de ônibus aumentaram hoje no Grande Recife. Relembre posição de Eduardo Campos

As férias que eu havia dito que daria ao Consciencia.blog.br estão “canceladas”, já que o influxo de assuntos a falar se intensificou nesse período que “deveria” ser de descanso do blog.

onibus-do-recife

Hoje as passagens de ônibus no Recife e região metropolitana aumentaram de novo, numa média de 5,53% de inflação. As passagens mais comuns, A e B, passaram respectivamente de R$2,15 e R$3,25 para R$2,25 e R$3,45. As passagens de metrô deverão aumentar também, em breve. A decisão contraria as condições financeiras da população, desproporcionaliza cada vez mais a relação tarifa-qualidade do transporte público – ao vir sem uma contrapartida de melhorias generalizadas na qualidade, nem que fosse a instalação e ar-condicionado nos ônibus – e exclui cada vez mais pessoas do transporte público.

Essa exclusão se dá tanto induzindo uns a comprar carros na ilusão de que irá economizar dinheiro como empurrando aqueles que, sem o VEM Trabalhador (bilhete eletrônico pago pela empresa de quem tem emprego formal) estão perdendo a condição de pagar para andar de ônibus, para o uso da ainda marginalizada bicicleta, cujo uso como meio de transporte principal ainda enfrenta dificuldades e obstáculos perigosos pelo Grande Recife.

O próximo protesto está marcado para segunda-feira, às 10h30 na Rua do Hospício, no centro do Recife – o Consciencia.blog.br enfatiza que o máximo possível de pessoas vá participar das manifestações que acontecerão nas próximas semanas. E tudo indica que veremos novamente os jornalões da cidade esculhambando as passeatas, estigmatizando seus participantes como marginais (no sentido de pertencentes à margem da sociedade, que segundo os jornais “sofre com os engarrafamentos”, e no de quase bandidos que atentam contra a ordem pública) e jogando cidadãos contra cidadãos, num atentado ao que temos de democracia, à responsabilidade social dos meios de comunicação e à ética jornalística.

O Consciencia.blog.br, além de exortar a participação nas manifestações – mesmo que eu acabe sem ir a algumas delas -, também recomenda aos comunicadores de mídia alternativa, como de coletivos de esquerda, que bombardeiem em público os jornalões com críticas à sua postura autoritária, antidemocrática e antiética à medida que estes publiquem nos impressos difamações contra os movimentos sociais – e suas ações – que lutam pela estabilização, diminuição ou extinção das tarifas de ônibus.

Além disso, convém lembrar a posição mentirosa de Eduardo Campos, governador de Pernambuco, que havia prometido em 2010, na campanha eleitoral de reeleição, estudar meios de diminuir a passagens dos ônibus mas provou que mentiu – ao ser conivente com aumentos das passagens em três anos seguidos e mandar a Polícia Militar reprimir violentamente os protestos contra essa inflação tratando estudantes e trabalhadores como bandidos.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo