28

fev13

História de macaco “salvando” filhote de cachorro de explosão é falsa

hoax-macaco-salva-filhtoe

Conscientizar sobre a inteligência animal, embora seja um pouco antropocêntrico e menos significante do que fazer abordagens sobre o sofrimento animal, tem alguma importância no que tange tocar a consciência das pessoas sobre elas estarem se cumpliciando com a exploração de seres tão sencientes e sentimentais quanto os seres humanos. Porém, alguém resolveu fazer isso “a todo custo” e espalhou o conto acima, sobre um macaco que teria supostamente salvo um filhote de cachorro de uma explosão na China.

A maioria dos que leem a história acabam comovidos e a compartilham como se fosse uma história verídica que atesta o quanto os animais não humanos têm inteligência e sentimento de empatia, mas nem imaginam que a história é falsa, não passa de uma lenda urbana (ou hoax). O desmentido vem do blog Two Little Cavaliers e do Huffington Post, em postagens respectivamente de 2011 e 2010.

O Two Little Cavaliers esclarece (tradução minha):

A foto (…) de um macaco supostamente resgatando um cachorrinho de uma explosão acidental numa fábrica chinesa, e depois reatribuída como se ele estivesse salvando o filhote das enchentes na Tailândia é na verdade uma imagem de cinco (sete em 2013) anos atrás de um macaco raptando o cãozinho.

Poderia ser uma história acalentadora de corações se qualquer uma das situações acima tivesse realmente acontecido e não estivesse completamente fora do universo das possibilidades, ou seja, nada disso aconteceu no final das contas.

Há toneladas de vídeos no YouTube [este, por exemplo] que provam que um laço entre as duas espécies existe.

É verdade que macacos e cães podem formar um relacionamento muito forte, mas há um outro lado inteiro para que esse tipo de relacionamento possa acontecer. Um outro lado em que macacos sequestram filhotes bem jovens de suas mães e os trazem para dentro do seu círculo para proteger o grupo.

Os filhotes são tomados quando são muito novinhos, como nessa foto, e criados para serem parte da unidade familiar dos macacos. O cão, à medida em que amadurece, oferece proteção para os macacos, e estes, por sua vez, partilham seu alimento com os cães. Eles se importam com os cãezinhos que raptam, mas o relacionamento começa de forma muito violenta.

Isso sem falar que, uma vez seguro dentro da unidade familiar dos macacos, os cãezinhos são machucados pelos macacos que se fazem de mães deles, juntamente com os próprios bebês primatas. É o começo traumático de um relacionamento que dura uma vida toda.

Já o Huffington Post mostra que o registro mais antigo da foto data de 10 de março de 2006, num fórum chamado HongFire Anime Network, onde a imagem aparece intitulada “Macaco ladrão de cãezinhos”. Ou seja, pouco menos de quatro anos antes da inexistente explosão na tal fábrica chinesa.

Portanto, se lhe enviarem a história, não a compartilhe, porque ela é falsa, nunca aconteceu. Trata-se na verdade de um macaco serelepe sequestrando um filhote de sua mãe, e não o salvando de uma catástrofe.

imagrs

2 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Lah

março 1 2013 Responder

Acho que viemos do macaco mesmo. Nossa fila-da-putisse vem deles… Que dó dos cachorrinhos!

    Daniel

    novembro 12 2013 Responder

    “Filha da putisse” pq???
    Ele parece estar lutando pelo bem da sua “família”, assim como a maioria das espécies fazem…

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo