23

mar13

Baixaria na militância animal: tem gente que jura que vai salvar os animais xingando pessoas

xingamento

A pérola acima foi extraída de uma fanpage que se diz pró-ativismo, e é de autoria de pessoas que, se não forem sabotadores infiltrados que de fato pretendem queimar de dentro para fora o movimento abolicionista, acham infantilmente que, xingando as pessoas que praticam experimentos ou aulas explorando animais vivos, vão fazer deste mundo um lugar melhor e tornar mais pessoas conscientes do mal da exploração animal.

Não vem à mente dessas pessoas que elas estão xingando gente que, em muitos casos, nunca teve acesso ao material ético-filosófico dos Direitos Animais e não sabe por que tanto dizemos que os animais precisam ter direitos e ser moralmente respeitados tanto quanto os seres humanos. Em sua imaginação rasa e alheia à realidade, todos os que participam de aulas práticas ou pesquisas envolvendo vivissecção são maléficos e cruéis vilões que lutam em favor das forças do mal, não havendo nenhum que simplesmente precise conhecer o ponto de vista dos Direitos Animais e descobrir por que este faz mais sentido do que o sistema moral antropocêntrico hoje dominante.

Não convém nem um pouco juntar todas as pessoas que participam direta ou indiretamente de alguma forma de exploração animal num balaio único de gente maligna e psicopata, ao invés de considerar que a maioria delas jamais teve contato com o ideário do abolicionismo animal e poderia ser no mínimo induzida à reflexão profunda uma vez postas em contato com ele.

Xingar pessoas por inconscientemente explorarem animais é simplesmente perder ou negar a esperança na educação, na conscientização, no despertar da consciência dos seres humanos. É abandonar a única maneira realmente eficaz de semear uma sociedade livre do especismo e da dependência dos sistemas de exploração animal. É, enfim, desistir dos próprios animais e, ao invés, dar vazão ao sentimento pessoal do ódio e, como efeito colateral, atrapalhar a luta daqueles que não desistiram nem desistirão deles.

Uma abordagem sobre o ato de odiar seres humanos como reação à exploração animal e a consequência desse ódio para o próprio ativismo animal foi feita neste artigo: O perigo da misantropia para o movimento abolicionista

Pelo bem dos próprios animais, essa baixaria precisa ser abolida do movimento de defesa animal. Isso pode começar repreendendo-se os autores da tal publicação – com comentários que, ao contrário da imagem, sejam racionais, equilibrados e educados.

imagrs

5 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Elton LOPES

abril 10 2013 Responder

Além do mais… cu não tem acento.

Ativista

março 31 2013 Responder

Tem uma tal de Lia Carvalho que é da mesma laia que essa página de baixaria, ela vive publicando frases e imagens grosseiras e agressivas. Deem uma olhada nas postagens dessa “protetora” dos animais: https://www.facebook.com/lia.carvalho.75

Patricia

março 27 2013 Responder

Excelente texto! Esse tipo de reflexão anda fazendo falta….

Gabriel

março 24 2013 Responder

Robson, não sei se já tomou conhecimento de uma página no facebook intitulada como “Sem filhos”. Lá, supostos “vegans” insultam com agressividade e com palavreados de baixíssimo nível, crianças e mulheres que tem filhos. Acho até que tem um fundo forte de misoginia. A página é muito parecida com aqueles programas populares de lavação de roupa em tv aberta.Acho, na verdade, tenho certeza, que é um desserviço para a causa a favor dos animais. Quem está de fora da conscientização associa a proteção animal a radicalismo de pessoas desequilibradas.

    Robson Fernando de Souza

    março 24 2013 Responder

    Putz… não tinha tomado conhecimento dessa página ainda. Obrigado pelo toque.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo