21

abr13

[OFF] Quando páginas socialistas usam o capitalismo como meio de elogiar governos “progressistas”

pib-fanpage-socialista

A imagem acima mostra uma grande contradição de parte da esquerda socialista contemporânea: usar o capitalismo como parâmetro para elogiar governos que, se respeitassem sua ideologia partidária original, seriam ou teriam sido esquerdo-socialistas. Uma fanpage socialista do Facebook cujo nome preferi omitir fez essa escorregada acima, divulgando um gráfico do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil de 1960 até 2009 para provar tanto que o governo FHC foi medíocre como que o duplo mandato de Lula foi uma maravilha para o país – comportando-se assim como uma “esquerda conservadora”.

Ver uma fanpage socialista defendendo o capitalismo e seu princípio de crescimento econômico exponencial e ilimitado como forma de elogiar governos “de esquerda” (entre aspas porque o governo Lula foi um governo de centro, distante da autêntica esquerda que rompe com o capitalismo) é algo difícil de tragar. É ter o desprazer de ver uma parte da esquerda(?) atual contemplando um modelo econômico que tem como consequências a exploração de seres humanos (e também de animais não humanos, quando a pecuária e a pesca são tomadas como atividades econômicas “importantes”), a destruição ambiental, o acúmulo irresponsável de bens materiais – principalmente da parte dos mais ricos – e a ameaça a longo prazo à própria sobrevivência humana.

Esquerda que é esquerda, e não centro-esquerda ou centro, tem o compromisso legítimo de romper com o capitalismo, evitar todas as suas consequências nefastas antes que efetivamente aconteçam e construir um novo sistema sócio-político-econômico baseado na democracia real; no respeito aos Direitos Humanos, Animais e Ambientais; na igualdade; na solidariedade; na cultura de paz e em outros valores éticos que o capitalismo de fato impede que ascendam.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo