07

jul13

De novo o preconceito: padre Marcelo Rossi diz que “falta de Deus” “empurra pessoas para o crime”

padre-marcelo

Pela segunda vez o Padre Marcelo Rossi usa a retórica da preocupação com a violência urbana para atacar quem não acredita no seu deus. Pouco menos de dois meses depois de seu primeiro ataque discursivo de preconceito, ele voltou a usar sua coluna no portal O Tempo para difamar a “falta de Deus”.

Diz seu artigo intitulado “A importância do resgate”:

Muitas vezes, a culpa não é inteiramente dessas pessoas, pois a pobreza, a desigualdade social, a falta de oportunidade e, principalmente, o preconceito, aliados, é claro, à falta de Deus na vida dos seres humanos, são os principais motivos que verdadeiramente “empurram” muitas pessoas para o mundo do crime.

Pelo que ele deixa a entender, um dos fatores que levam pessoas a cometerem crimes como assaltos e sequestros é não acreditarem em Deus, não incorporarem a crença monoteísta nas suas vidas.

Considerando-se que Padre Marcelo tem um enorme carisma entre católicos, ainda mais entre os adeptos da Renovação Carismática, suas palavras sobre a “falta de Deus” são muito influentes, e isso acarreta o perigo de se alimentar entre os fiéis o preconceito contra quem “opta” por não acreditar em Deus.

Faz-se necessário então que os ateus intervenham, exigindo respeito do Padre Marcelo e também que ele reconheça o direito de não acreditar em Deus e pare assim de difamar os descrentes. É possível se cadastrar n’O Tempo e protestar nos comentários.

imagrs

3 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Carlos

março 31 2014 Responder

99% dos presidiários são religiosos e desses, mais de 90% são cristãos. Poderíamos concluir a presença de deus no coração leva o cara a cometer crime?

Crislanda

fevereiro 24 2014 Responder

Então deus é o parâmetro de bondade? Acho que alguém não está lendo a bíblia, né Padre? rsrs.

Jim

outubro 25 2013 Responder

então deus é q personificação do bem? q ignorância…

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo