26

ago13

Beijo de Sheik é repudiado com homofobia por dançarinas do programa de Faustão

bailarina-faustao

A homofobia repercutindo o beijo do atacante Emerson Sheik no amigo continua, mesmo ele tendo arregado e perdido a oportunidade de lutar contra o preconceito no futebol. Agora foram algumas dançarinas do Domingão do Faustão as homofóbicas.

Segundo o UOL, pelo menos duas dançarinas fizeram comentários preconceituosos contra o ato de um homem beijar outro:

“Inaceitável (sic), homem que é homem não beija na boca de homem”, falou a bailarina chamada de Carol por Faustão.

Logo depois, outra também reclamou. “De jeito nenhum, homem com homem não dá certo não”, completou Letícia.

Não bastasse isso, o próprio Faustão fez uma piadinha também homofóbica:

Depois da deixa da bailarina, Faustão ainda fez uma piada com a frase dela. “Homem com homem dá Lobisomen”, brincou o apresentador.

Se fossem comentários racistas, do tipo “Inaceitável isso, branco(a) que é branco(a) não beija um(a) negra(o)” ou “De jeito nenhum, branco(a) com negra(o) não dá certo não”, a comoção generalizada iria se estabelecer, com defensores dos Direitos Humanos alardeando o fato e a Justiça ameaçando suspender a transmissão do programa. Mas quando a minoria atacada é homossexual, “tudo bem” para todos, “são só opiniões”, e o poder público se cala.

Esse é mais um momento em que a TV aberta mostra seu caráter espúrio e anticidadão, propagando e incitando o preconceito.

imagrs

37 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Thiago

setembro 15 2013 Responder

Uma dançarina NEGRA e que ganha a vida expondo corpo, ainda chega ao cúmulo da hipocrisia sendo homofóbica? Será que ela não se olha no espelho?

Jones

agosto 31 2013 Responder

A colocação do “homofobia=odiar” no meu comentário, é no sentido de combater e ter repulsa à homossexualidade e aos homossexuais, de forma veemente. Posso não concordar em ver dois homens se beijando, porém não posso “odiar” (combater, reprimir, etc ). Leia o comentário: Jones 27 de agosto de 2013 às 21:01.

Jones

agosto 29 2013 Responder

Sim, intrometer-se na vida alheia por preconceito é anti-ético e uma falta de educação. Mas no caso em questão, foi avaliado o ato de dois homens se beijarem, não a opção sexual de ambos. Ao meu ver, homofobia é o ato de ODIAR os homossexuais, de forma clara e objetiva. Elas opinaram sobre o beijo, e não sobre a opção sexual dos dois.

    Robson Fernando de Souza

    agosto 30 2013 Responder

    Onde diz que homofobia é só odiar homossexuais?

Jones

agosto 28 2013 Responder

Não é homofobia, posso até jurar. Olha só, eu não gosto de ver um homem velho e uma mulher velha se beijando, mas isso não significa que eu seja um “Velhofóbico”, só não gosto de ver. Nossos anciãos são valorosos para a sociedade, assim como, os homossexuais. Amo os velhos e a Vera Verão:D!

    Robson Fernando de Souza

    agosto 29 2013 Responder

    E você acha que tentar se intrometer na vida privada dos outros por motivos preconceituosos não é antiético? E que o preconceito contra homossexuais não se chama homofobia?

eduardo

agosto 28 2013 Responder

Sim, é homofobia. E seu comentário foi apagado por ser homofóbico e também agressivo contra mim. RFS

neto

agosto 28 2013 Responder

Post preconceituoso e machista contra dançarinas apagado. Machismo não é permitido por aqui. RFS

Jones

agosto 27 2013 Responder

A questão é simples de compreender: Não há homofobia na opinião das bailarinas, pois expressaram apenas aquilo que não lhes agrada, ou seja, um pensamento individual justo e que deve ser respeitado. Elas não declararam ódio aos homossexuais, só não gostam de ver dois homens se beijando na boca. “O problema não está nas divergências ideológicas, mas no extremismo daqueles que as compõem.”

    Robson Fernando de Souza

    agosto 28 2013 Responder

    E você jura que “não gostar” de ver homens de beijando não é homofobia?

      eduardo

      agosto 28 2013 Responder

      homofobia = Aversão ou rejeição a homossexual e a homossexualismo.

Andréa

agosto 27 2013 Responder

Vergonha alheia! Preconceitos todos temos e creio, sendo otimista, que todos eles têm uma origem na ignorância. Mas acredito que quando fazemos parte de uma minoria ou mais “minorias” como o caso de mulheres e negras temos condição de ver de forma mais clara o quão repugnante e limitantes os preconceitos são, podendo assim, melhor reconhecê-lo e desconstruí-los. Não assisti ao programa, mas se a dançarina é negra e consegue expressar uma opinião como essa eu me sinto duplamente envergonhada.

Andre

agosto 27 2013 Responder

Se joga Curintians! kkkkkkkkkkkkkk

Marcelo

agosto 27 2013 Responder

Para aqueles que estão defendendo a postura e expressão das “moças” a respeito do assunto, e achando que muitos estão (ou estamos) contra só porque não pensamos igual…
Talvez não leram como as “opiniões” delas começam? É só voltar e reler, viu:
1) “Inaceitável…”
2) “De jeito nenhum…”
Cadê a opinião em liberdade que não pretende ir contra as escolhas dos outros? Cadê o direito de cada um (dessas bailarinas, no caso) de expressão sem ferir os direitos dos outros? Acho que está faltando compreensão leitora, meus caros.
E quanto ao apresentador, deixando as meninas pra lá, cadê a sabedoria dos anos e a experiência? Cadê a responsabilidade como comunicador? Fazendo piadinhas, talvez? Ler e entender, e aprender a refletir, também.
Para mim, heterossexualidade e homossexualidade (dentro outras, é claro) são apenas circunstâncias, nem escolhas. Não faço questão de saber, nem me interessa, se não for para eu ficar/não ficar envolvido com a pessoa. Muita cara de pau fingir que é normal debater a sexualidade dos outros! E maior cara de pau debochar do que cabe à vida privada, íntima, das pessoas. Muita gente perdida na mídia e os costumes que ela, muito infelizmente, impõe, por exemplo se preocupar por coisas que não nos tocam.
Finalmente, direitos são direitos, que moda que politicamente correto, que nada!

Jeferson Paz

agosto 27 2013 Responder

Muito infelizes. Isso que dá cuidar só do físico. O cérebro e o espírito ficam pobres e vazios. Meu repudio a declaração feita por essas antas.

roger

agosto 27 2013 Responder

Estão de brincadeira, agora tudo é homofobia. Todos tem direito de dar sua opinião. Uns acham normal, mas outros como eu não acham ! E pronto !

    Robson Fernando de Souza

    agosto 27 2013 Responder

    Eu gostaria de ver sua reação diante de opiniões racistas sobre algo.

Fernando Biaes

agosto 27 2013 Responder

O que mais se poderia esperar de mulheres futeis e ignorantes como as tais dançarinas do Faustão q utilizam o corpo ao invés do cérebro como instrumento de trabalho?

Nada de bom vem dessa gente

Eduardo

agosto 27 2013 Responder

Daqui a pouco vão estar defendendo gente que tem relações com animais ou com mortos. afinal seria preconceito ter um parecer contra.
opinião cada um tem a sua e tem o direto de expressar ela, está na constituição. Esse preconceito contra heterossexuais e suas opiniões a respeito da homossexualidade fere um direito constitucional.
Abaixo o radicalismo “politicamente correto”.

    Robson Fernando de Souza

    agosto 27 2013 Responder

    Falácia “Reductio ad absurdum”

shingo yabuki

agosto 27 2013 Responder

isso daí não é homofobia, é heterossexualismo confesso a partir de um ponto de vista que saiu em rede nacional, não sei pra que criar tanto alarde pra tão pouco, a mulher é heterosexual, quer q ela fale o q? q achou lindo e q todo homem deveria fazer isso? ela tá expondo o ponto de vista dela, uma coisa é ela expor o ponto de vista dela em relação a um assunto, outro é ela criticar ou reprimir a ação de outros simplesmente porque isso foi feito

foi perguntado, ela respondeu, não sei como chegaram a esse assunto em cadeia nacional, mas o problema foi ter perguntado um assunto desses, e não ela ter exposto a idéia dela, estão focando no problema errado, pra variar

se na definição dela de homem, eles não se beijam, é a definição dela oras, ela não é obrigada a expor ao contrário só porque outras pessoas não concordam com isso, isso é ridículo, é como eu dizer que pizza que é pizza é feita com mozzarella de búfala e tomates italianos, estou criticando as outras pizzas? estou de alguma forma prejudicando elas? não, esse é simplesmente meu ponto de vista, só que aparentemente o direito a se ter uma opinião diferente – por mais que seja contra uma minoria que ainda luta por seus direitos – aparentemente está sendo destruído

    Robson Fernando de Souza

    agosto 27 2013 Responder

    Pra você, ser heterossexual é necessariamente ser preconceituoso contra a homoafetividade?

    johnny

    agosto 27 2013 Responder

    e cada um com sua opiniao com dei exemplo acima entao posso esposar minha livre opiniao que nao gosto de negros ou algo assim ou loiras nao cendo racismo.?
    na verdade o discotido e a expreção usada de ma forma e nao o ato em si dito. entende. ela dise homem com hoem nao da. revisando ela nao aceita e nao entende. mas se ela disese homem com homem para mim noa da , mas cada um com seu cada um , digoe ste exemplo, simples formalisei minha resposta , temos que prestar a atenção no que falaMOS para nao sair errado, e de ma forma

Wallison Cabral

agosto 27 2013 Responder

Homem com homem não pode, se fosse duas mulheres… as daNçarinas: ” AI SÃO AMIGAS NEH ? SEM PROBLEMAS!
Fautão: ” OH COISA BONITA GENTE!E GOSTOZAS NEH ?
Dançarinas burras espero que seus filhos nasçam gays e Fautão Gordo féio de uma porra, só mostra lixo pra população. Carnissa!

Robson Silva

agosto 27 2013 Responder

Que me perdoem as siliconadas inteligentes e as dignas representantes do gênero feminino. Mas o que se poderia esperar de certas pessoas que colocam um par de próteses de silicone ou uma bunda, no lugar de um cérebro? Sem esquecer certos apresentadores de “shows de baixaria” e “porteira de jabá”, que detém apenas um “microfone instalado” no lugar da ética profissional e o oportunismo como fonte inspiradora da sua conduta quanto ao seu papel de comunicador e formador de opiniões das massas. Certos “papagaios de pirata” deveriam se colocar apenas no seu merecido lugar no poleiro midiático do lixo super-produzido, e jamais se arvorar a abrir a boca pra falar besteira, propalando e justificando a intolerância e o preconceito. Seria manifestação do mais puro cinismo não chamá-los de homofóbicos.

Mayara

agosto 27 2013 Responder

O mais triste é que a maioria vai enxergar isso apenas como uma brincadeira e quem contestar – como foi feito aqui – será visto como um exagerado com mania de perseguição. Ai sociedade!

Gui

agosto 27 2013 Responder

Cada um tem o direito de emitir sua opinião, não é porque é adversa à sua que está errada.
Uns são a favor outros contra, respeite isso e também será respeitado.

    Gabriel

    agosto 27 2013 Responder

    Discordar da opinião alheia não é desrespeitá-la. O que merece respeito são as pessoas. Opiniões são ideias e é saudável discuti-las e criticá-las quando se vê necessário.

    Magnum

    agosto 27 2013 Responder

    Respeito eh vc ter a sua opiniao e guardar para sim , não sair criticando a atitude do outro em rede nacional.

    Robson Fernando de Souza

    agosto 27 2013 Responder

    Respeite os racistas, os nazistas, os fascistas que querem tirar teus direitos… Pois é.

    johnny

    agosto 27 2013 Responder

    entao psso dizer que noa gosto de negro e dizer que branco casa com branco e negro casa com negro, e minha opiniao, isso a noa e racismo? ou e?

leonardo

agosto 27 2013 Responder

AH FALA SÉRIO… AGORA TUDO É PRECONCEITO!!!

    Gabriel

    agosto 27 2013 Responder

    Como pode não ser preconceito uma pessoa falando mal de beijo entre pessoas do mesmo sexo simplesmente por serem do mesmo sexo?

    johnny

    agosto 27 2013 Responder

    ta diser que homem com hoem noa da, da onde ja sivil isso, imagina diser negro com branco nao da. vc vai preso na memsa hora fas o teste faz. e homofobia sim e preconceito , do memso modo que chamar uma pessoa de gorda ou loira burra, mesmo sendo ditados populares

Ricardo

agosto 27 2013 Responder

INACREDITÁVEL que seja aceito uma pessoa destilar comentários abusivos e NAZISTAS na televisão, ao passo que uma pessoa é desrespeitada e impedida de fazer o que quiser de seu corpo e sua vida pessoal e isso é visto como banal.

André

agosto 26 2013 Responder

Tinha que ser “Grobo”, [Gordofobia apagada. RFS], assim como varios outros, nada mais faz do que promover o torpe social aliado a produção cultural, infelizmente uma cultura estúpida e “zumbificadora”.

Murilo

agosto 26 2013 Responder

São o acúmulo de eventos como esse, que me empurram para uma misantropia.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo