31

jul14

Exército reestrutura Centro de Informações para vigiar movimentos sociais

cie-exercito

O alto comando do Exército brasileiro, agindo como se ainda estivesse na ditadura civil-militar de 1964-85, decidiu que o Centro de Informações do Exército vai ser reestruturado – aliás, já está com reestruturação em andamento – e passará a monitorar os movimentos sociais. A informação é de Leandro Mazzini, no blog Coluna Esplanada, do UOL, dada anteontem.

Mazzini afirma:

A readequação era planejada há anos e surge na esteira da convulsão de atuações de black-blocs, sem-teto e sem-terra com atividades similares a guerrilhas urbanas e rurais, diante de provas de ligações destes grupos com organizações criminosas das grandes capitais.

Antigos oficiais de inteligência e de operações especiais, hoje na reserva, estão sendo convocados para treinar nos novos quadros do CIE.

O CIE, até então, só vinha atuando, desde 20 anos atrás, na clipagem de notícias e em investigações internas do Exército, e segundo Mazzini, “durante a ditadura militar, o CIE tinha total autonomia operacional na caçada aos adversários políticos do regime, formando uma espécie de governo paralelo”.

O Exército se nega a dar detalhes adicionais sobre a reestruturação e sobre como o CIE vigilantista irá funcionar. Mas fica claro que o Exército está querendo ameaçar, de maneira mais sutil do que em 1964, a democracia brasileira e o direito dos cidadãos à livre associação não armada e à manifestação política.

imagrs

Seja a primeira pessoa a comentar

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo