21

jul14

Lucas Villela Canôas: O romantismo das ações individuais
Gasto de água no Brasil: um dado que mostra como é infundada a crença de que bastam ações individuais residenciais para tornar a sociedade moderna realmente mais sustentável

Gasto de água no Brasil: um dado que mostra como é infundada a crença de que bastam ações individuais residenciais para tornar a sociedade moderna realmente mais sustentável

Abaixo, posto o trecho inicial do artigo de Lucas Villela Canôas, trazido do Juntos.org.br, texto esse que fala muito sobre o mito que é a crença de que “cada um fazendo sua parte tornará nossa sociedade sustentável”. Ele não deixa a entender que não adianta realmente nada racionalizar o consumo de água e energia e o descarte do lixo, mas mostra que essas posturas, perante o paradigma industrial, capitalista e consumista hoje vigente, são uma pequena xícara ao lado de um reservatório industrial – algo que foi mostrado por mim nesse artigo recente.

 

O romantismo das ações individuais
por Lucas Villela Canôas

Pra matar o assunto: Economize no banho, não lave calçada e salve o planeta.

Eu fui educado pela TV, pela escola e livros infantis, que precisamos cuidar do meio ambiente, esses materiais sempre falam de economizar água no dia dia, não jogar papel no chão, mas absolutamente NENHUM fala do nosso modelo produtivo irracional.

É óbvio que não vamos deixar uma torneira aberta só pra gastar, é idiotice! Mas esse idiota, não chega aos pés da irracionalidade do capital que depreda a natureza, e esta é a questão central do problema que temos.

Modelo produtivo

No século XX, a indústria passou a utilizar a produção no modelo “compre e jogue fora”, produtos que antes duravam 30 anos, tem seu uso reduzido propositalmente, de modo a forçar que consumidor compre novamente e gere mais lucros para a empresa.

Obviamente, isto é uma medida ótima para os lucros, para a economia, para os grandes empresários, mas para o povão, pra quem não é dono dessa empresa e depende de seus produtos, terá graves problemas depois.

Isso está ligado ao fato de a economia ser oligopolizada, o que nos dá uma falsa sensação de escolha, em resumo, os empresários se juntam pra fazer um bolo e repartem entre si, e nós levamos o prejuízo ambiental.

Leia o artigo completo aqui

imagrs

1 comentário(s). Venha deixar o seu também.

Tiago

julho 23 2014 Responder

Um assunto diferente, mas relacionado:

“Quantos gorilas mortos você carrega no bolso?”

http://www.mortesubita.org/miscelania/textos-diversos/furia-periodica/quantos-gorilas-voce-carrega-no-bolso

Acho que vale a leitura, são coisas que não são muito divulgadas e que nós mesmos não nos damos conta muitas vezes.

Sua opinião é bem vinda, desde que respeitosa. Fique à vontade para comentar abaixo